Após acordo de Gleisi Hoffmann (PT) com Juliano Medeiros (PSOL) para rifar Paulo Rubem, PSOL oferece nomes inexpressivos para a vice de Marília Arraes que procura Lupi (PDT) para escalar Tulio Gadelha para chapa PT/PDT












Fontes do Blog da Noelia Brito confirmaram que a negociação para que o PSOL de Pernambuco rifasse a pré-candidatura do ex-deputado federal Paulo Rubem Santiago, no tapetão, foi fechada pessoalmente pelo presidente da legenda, Juliano Medeiros, com a presidente do PT, Gleisi Hoffmann. As mesmas fontes confirmaram que o acordo implicava na indicação de um nome do PSOL para a vice de Marília Arraes, cuja pré-candidatura à Prefeitura do Recife é "amadrinhada" por Gleisi e tem aparecido em primeiro lugar nas pesquisas de opinião, com reais possibilidades de ir ao segundo turno e, quiçá, sagrar-se vitoriosa.

A deputada federal tem sua pré-candidatura referendada pelo próprio Lula, que, sabidamente, não dá ponto sem nó.

Apesar de ter nomes com razoável densidade política e eleitoral, como o próprio Paulo Rubem, o vereador Ivan Moraes, a ex-candidata a governadora Dani Portela e o presidente do Sinpol, Áureo Cisneiros, o PSOL preferiu indicar nomes totalmente inexpressivos para a vice de Marília Arraes e desconhecidos do eleitorado recifense. Adotando critérios ainda não revelados publicamente, o PSOL de Pernambuco quer ver na vice de Marília Arraes ou o atual presidente do PSOL estadual, Severino Alves, o Biu ou outro ilustre desconhecido, Rud Rafael.

Com uma candidatura competitiva e diante da inexpressividade dos vices ofertados pelo PSOL, capazes até de puxar a candidatura de Marília para baixo, não surpreende a notícia publicada pelo Portal de Prefeitura de que a pré-candidata a prefeita do Recife Marília Arraes (PT) teria a pretensão de oferecer a vaga de vice, já prometida ao PSOL, ao deputado federal Túlio Gadelha (PDT). A informação de que a vaga acertada com o PSOL foi também oferecida ao PDT, por Marília Arraes, foi , segundo o Portal de Prefeitura, revelada por uma fonte ligada ao presidente nacional do PDT, Carlos Lupi.

Gadelha chegou a se lançar pré-candidato à Prefeitura do Recife, mas teve suas pretensões frustradas pela aliança nacional que seu Partido está firmando com o PSB e outros partidos de centro-esquerda, bem como pelo fato de que o PDT, a exemplo do próprio PT de Marília Arraes, vem ocupando cargos e secretarias nas gestões do PSB, tanto na Prefeitura do Recife quanto no Governo de Pernambuco.

Não se sabe, porém, se o vazamento feito por fontes ligadas a Carlos Lupi, da proposta de Marília Arraes para ter Tulio na sua vice não é mais uma das conhecidas artimanhas do presidente do PDT para conseguir não a vice de Marília, mas a de João Campos, que tem amargado índices sofríveis nas pesquisas de opinião, mas que contará com as máquinas da Prefeitura do Recife e do Estado de Pernambuco e uma legião de vereadores e candidatos moendo a seu favor.

As cenas dos próximos capítulos serão interessantes.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Durante julgamentos de interesse da gestão Geraldo Julio, um dos quais envolvendo a Casa de Farinha, Conselheiros do TCE/PE perdem a calma, gritam e interrompem Procuradora que combate a corrupção no Governo de Pernambuco e na Prefeitura do Recife

Exclusivo: TJPE determina afastamento do Prefeito de Paulista, Junior Matuto, a pedido do Dracco, por desvios de R$ 21 milhões em PPP do lixo com a empresa Locar

"Grampos" da Operação Locador, do DRACCO, mostram temor de investigados de que chefões da gestão Matuto lhes fizessem "mal" e espanto com pagamentos em dinheiro vivo feitos pelo prefeito na compra de terrenos

PF volta à Prefeitura do Recife em mais duas Operações por desvios de recursos públicos na pandemia: Bal MAsqué e Apneia III. Diretor Financeiro é afastado do cargo pro pagar mais de R$ 7 milhões por produtos jamais entregues

Braço direito de Geraldo Julio, João Guilherme Ferraz incentivou e até debochou do fato de serem adquiridos respiradores testados apenas em porcos: "Leia c bons olhos kkkkkkk"