Dirigentes e militantes do PSOL divulgam nota em que rebatem apoio à pré-candidata do PT: não tem respaldo estatutário nem regimental. Paulo Rubem segue como pré-candidato


Após a divulgação de uma nota, pela assessoria da deputada Marília Arraes, endereçada a vários Blogs, dando conta de que o PSOL teria decidido em reunião de seu Diretório Municipal rifar a candidatura do ex-deputado Paulo Rubem, para apoiá-la, vários dirigentes e militantes do Partido assinaram uma outra nota rebatendo esse apoio e reafirmando a candidatura própria.

A deputada, que enfrenta uma briga interna em seu próprio Partido, o PT, onde sua pré-candidatura é rejeitada pelos principais dirigentes da legenda em Pernambuco, apesar de contar com o apoio de Lula e Gleisi Hoffman, pelo visto resolveu instalar a cizânia também no seio do PSOL. Aguardemos as cenas dos próximos capítulos.

Leiam a Nota na íntegra 

Dirigentes do PSOL e militantes seguem defendendo a Pré-Candidatura do Professor Paulo Rubem Santiago à Prefeitura do Recife em 2020 Respaldados pelas Resoluções do Diretório Nacional do PSOL e a partir da inscrição da Pré-Candidatura no Diretório Estadual do PSOL em outubro de 2019, dirigentes do partido, no plano nacional, estadual e municipal decidiram hoje levar o nome do Professor Paulo Rubem Santiago à Convenção Municipal do Partido. Para os dirigentes e militantes a decisão tomada por quatro votos na reunião ocorrida na terça, dia 7, no Diretório Municipal em apoio a uma candidatura externa ao PSOL não tem respaldo estatutário nem regimental. Até o início da reunião havia duas pré-candidaturas registradas, a do Professor Paulo Rubem Santiago e a do Presidente Estadual do PSOL Severino Alves. Em sua fala o Presidente Estadual comunicou a retirada de sua pré-candidatura passando a defender uma candidatura externa ao partido. A partir daí restou a pré-candidatura do Professor Paulo Rubem Santiago. Entretanto, por quatro votos colhidos entre os sete membros do Diretório Municipal decidiu-se indevidamente pelo apoio ao nome externo, substituindo-se assim, dessa forma, a deliberação dos milhares de filiados do PSOL em Recife, a ser tomada em convenção municipal e, dessa maneira, cassando-se indevidamente a pré-candidatura do Professor Paulo Rubem Santiago. Conforme já haviam se manifestado antes em inúmeras oportunidades, os dirigentes e militantes abaixo assinados seguem defendendo a construção pelo PSOL de uma frente de esquerda que combine a oposição ao governo de Jair Bolsonaro, aos governos do PSB e aos partidos de direita que disputarão as eleições em 2020 no Recife com a apresentação de um programa de profundas transformações para a cidade, com foco na universalização dos direitos sociais, na reforma urbana e no fortalecimento das políticas de educação, saúde, cultura, habitação, acesso universal à agua e ao saneamento, o combate à violência e a todas as formas de discriminação contra as mulheres, negros e negras, população LGBTQIA+, jovens, idosos e pessoas com deficiência. Dessa forma defenderemos nas instâncias superiores do partido que seja reestabelecida a deliberação pela convenção municipal, dada a ausência de consenso no diretório municipal, restaurando o direito de filiados(as) do PSOL Recife de decidir os rumos do partido. 

Leandro Recife – Secretário Geral Nacional do PSOL 
José Gomes Neto – Secretário de Organização do Diretório Estadual do PSOL PE 
Isis Silva – Direção Estadual do PSOL 
Cleide Andrade – Direção Estadual do PSOL Dayvison Caetano – Presidente do Diretório Municipal do PSOL no Recife 
Gabriel Augusto – Membro da Direção Municipal do PSOL Recife 
Áurea Cisneiros – Membro do Direção Municipal do PSOL Recife 
Paulo Rubem Santiago – Professor e Pré-Candidato a Prefeito do Recife

MAIS VISITADAS DO MÊS

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Radar: João Campos recebe mais de R$ 5,2 milhões do Fundo Eleitoral do PSB e é recordista nacional de doações

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Desembargador extingue reclamação do Estado de Pernambuco contra decisão do Juiz que mandou suspender retorno das aulas presenciais

Exclusivo: Geraldo Julio deixou de pagar mais de R$ 8,2 milhões devidos à Reciprev referentes a contribuições previdenciárias dos inativos da PCR, aponta Auditoria do TCE/PE