Em reunião secreta com delator da Odebrecht, Serra chorou e pediu para ser poupado


Por Bela Megale

Alvo de buscas da Polícia Federal e denunciado por lavagem de dinheiro, o senador José Serra (PSDB-SP) vive hoje o dia que teme há anos. 

Em 2016, o tucano marcou um encontro com um dos delatores da Odebrecht, que prometia entregar aos investigadores fatos ilícitos envolvendo Serra e sua filha, Verônica. A reunião secreta aconteceu na casa de um funcionário do senador, em uma comunidade, em São Paulo.


A conversa foi difícil. Serra chorou, desesperou-se, e suplicou para que o executivo o poupasse. Aos prantos, o tucano disse que sua vida estaria acabada. Não teve jeito. Serra foi delatado e, quatro anos depois do encontro, tornou-se alvo de uma denúncia e de buscas da Lava-Jato

MAIS VISITADAS DO MÊS

Exclusivo: TJPE determina afastamento do Prefeito de Paulista, Junior Matuto, a pedido do Dracco, por desvios de R$ 21 milhões em PPP do lixo com a empresa Locar

"Grampos" da Operação Locador, do DRACCO, mostram temor de investigados de que chefões da gestão Matuto lhes fizessem "mal" e espanto com pagamentos em dinheiro vivo feitos pelo prefeito na compra de terrenos

Durante julgamentos de interesse da gestão Geraldo Julio, um dos quais envolvendo a Casa de Farinha, Conselheiros do TCE/PE perdem a calma, gritam e interrompem Procuradora que combate a corrupção no Governo de Pernambuco e na Prefeitura do Recife

PF volta à Prefeitura do Recife em mais duas Operações por desvios de recursos públicos na pandemia: Bal MAsqué e Apneia III. Diretor Financeiro é afastado do cargo pro pagar mais de R$ 7 milhões por produtos jamais entregues

Braço direito de Geraldo Julio, João Guilherme Ferraz incentivou e até debochou do fato de serem adquiridos respiradores testados apenas em porcos: "Leia c bons olhos kkkkkkk"