Em reunião secreta com delator da Odebrecht, Serra chorou e pediu para ser poupado


Por Bela Megale

Alvo de buscas da Polícia Federal e denunciado por lavagem de dinheiro, o senador José Serra (PSDB-SP) vive hoje o dia que teme há anos. 

Em 2016, o tucano marcou um encontro com um dos delatores da Odebrecht, que prometia entregar aos investigadores fatos ilícitos envolvendo Serra e sua filha, Verônica. A reunião secreta aconteceu na casa de um funcionário do senador, em uma comunidade, em São Paulo.


A conversa foi difícil. Serra chorou, desesperou-se, e suplicou para que o executivo o poupasse. Aos prantos, o tucano disse que sua vida estaria acabada. Não teve jeito. Serra foi delatado e, quatro anos depois do encontro, tornou-se alvo de uma denúncia e de buscas da Lava-Jato

MAIS VISITADAS DO MÊS

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Radar: João Campos recebe mais de R$ 5,2 milhões do Fundo Eleitoral do PSB e é recordista nacional de doações

Desembargador extingue reclamação do Estado de Pernambuco contra decisão do Juiz que mandou suspender retorno das aulas presenciais