Exclusivo: Saiba o que está sendo investigado nas duas operações da DRACCO contra o Prefeito de Paulista, Junior Matuto, do PSB


Conforme noticiamos mais cedo, com exclusividade, o Prefeito de Paulista, Junior Matuto, um dos principais nomes do PSB, mas que também é apoiado pelo Cidadania, Partido que se diz oposição ao PSB, foi alvo de duas Operações da Polícia Civil de Pernambuco, as Operações Chorume e Locatário e que resultaram no seu afastamento do cargo por 170 dias. Em seu lugar assume o vice Jorge Carreiro, que preside o PV.

Documentos referentes às investigações, a que o Blog da Noelia Brito teve acesso, com exclusividade, revelam que na Operação Locatário, que teve os mandados de buscas e apreensões expedidos por determinação do desembargador Fausto Campos, o alvo da investigação é a locação de imóveis pela Prefeitura do Paulista, pela empresa Interaminense Empreendimentos Imobiliários. Ocorre que, de acordo com as investigações, os imóveis, na verdade, pertenceriam ao prefeito, ora afastado, Junior Matuto e teriam sido colocados em nomes de "laranjas" para poderem ser locados à Prefeitura.





Já a Operação Chorume, que foi autorizada pelo desembargador Alexandre Assunção, investiga desvios de recursos públicos da ordem de R$ 21 milhões em uma Parceria Público Privada da Prefeitura do Paulista com a concessionária I9 que é integrada pelas empresas LOCAR e EMPESA. A PPP era destinada à limpeza urbana. Segundo o desembargador, "a partir de auditorias realizadas pelo Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (PET Nº 21486/2016, verificou-se irregularidades na execução do Contrato nº 119/2013, onde ficou constatado que entre 2013 e 2017 foram efetuados mensalmente pagamentos indevidos a Concessionária I9 Paulista Gestão de Resíduos Sólidos S/A no montante exedente de R$ 356.763,17".



MAIS VISITADAS DO MÊS

Durante julgamentos de interesse da gestão Geraldo Julio, um dos quais envolvendo a Casa de Farinha, Conselheiros do TCE/PE perdem a calma, gritam e interrompem Procuradora que combate a corrupção no Governo de Pernambuco e na Prefeitura do Recife

Exclusivo: TJPE determina afastamento do Prefeito de Paulista, Junior Matuto, a pedido do Dracco, por desvios de R$ 21 milhões em PPP do lixo com a empresa Locar

"Grampos" da Operação Locador, do DRACCO, mostram temor de investigados de que chefões da gestão Matuto lhes fizessem "mal" e espanto com pagamentos em dinheiro vivo feitos pelo prefeito na compra de terrenos

Microempresas com capital social de R$ 200 mil e R$ 300 mil, alvos da Operação da Deccot, que cumpriu mandados também na Prefeitura do Recife, foram agraciadas com contratos de mais de R$ 18,6 milhões com a Prefeitura do Recife, na pandemia

PF volta à Prefeitura do Recife em mais duas Operações por desvios de recursos públicos na pandemia: Bal MAsqué e Apneia III. Diretor Financeiro é afastado do cargo pro pagar mais de R$ 7 milhões por produtos jamais entregues