PF vê associação criminosa entre Secretários de Saúde e de Governo de Geraldo júlio

Segundo a Polícia Federal, no pedido de autorização para desencadear a 3ª Fase da Operação Apneia, que apura crimes que teriam sido cometidos por agentes públicos e empresários na contratação da empresa de "fachada" Juvanete pela Prefeitura do Recife, para fornecimento de respiradores, "Pôde-se observar, também, a existência de um núcleo político/decisório, composto pelo Secretário de Saúde JAILSON DE BARROS CORREIA, que referendou atos administrativos ilícitos a cargo de seus subordinados acima mencionados, sendo responsável pelas decisões mais importantes tomadas no âmbito da SESAU, algumas delas tomadas com conhecimento de irregularidades ocorridas, a exemplo da contratação irregular da supra nominada empresa para fornecimento de respiradores para o órgão. Neste último núcleo, pode-se incluir o investigado JOÃO GUILHERME FERRAZ, Secretário de Governo da Prefeitura de Recife, havendo evidências nestes autos de que o mesmo participou ativamente com opiniões e auxílio em momentos cruciais envolvendo o contrato da SESAU com a BIOEX, tendo igualmente conhecimento das ilegalidades em torno desses pactos. Do exposto, conclui-se que JUAREZ FREIRE DA SILVA, JUVANETE BARRETO FREIRE, ADRIANO CÉSAR CABRAL, FELIPE SOARES BITTENCOURT, MARIAH BRAVO e JAILSON DE BARROS CORREIA estão incursos no crime de associação para fins criminosos (Art. 288 do Código Penal Brasileiro), havendo indícios de que também JOÃO GUILHERME FERRAZ tenha incorrido na mesma conduta".

MAIS VISITADAS DO MÊS

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Radar: João Campos recebe mais de R$ 5,2 milhões do Fundo Eleitoral do PSB e é recordista nacional de doações

Desembargador extingue reclamação do Estado de Pernambuco contra decisão do Juiz que mandou suspender retorno das aulas presenciais