Pré-candidata do PT à Prefeitura do Recife, Marília Arraes evita criticar o primo João Campos, pré-candidato do PSB à sucessão de Geraldo Julio, em live do Blog do Ricardo Antunes


Apesar de tecer críticas à gestão do atual prefeito do Recife, Geraldo Julio, do PSB e de até afirmar, a exemplo do que fez a pré-candidata do Podemos, Delegada Patrícia Domingos, de que seu primeiro ato como prefeita seria auditar os contratos da PCR, na qual seu Partido, o PT, comanda a Secretaria de Saneamento, a deputada Marília Arraes evitou criticar ou pelo menos avaliar o primo com quem deve disputar uma das vagas num eventual segundo turno.

Segundo o Blog do Ricardo Antunes, em live promovida pelo próprio Blog, "Marília Arraes é prima de João Campos e garantiu que sobre a capacidade e competência do primo gerir a cidade do Recife não está em sua alçada. “Isso não cabe a mim opinar. Isso é o que as urnas vão dizer. Ainda bem que a gente tem a democracia para isso”.

A pré-candidata, ainda segundo o Blog do Ricardo Antunes, "avaliou a importância das parcerias na construção da efetivação da candidatura e de uma gestão pautada no trabalho sério. Lembrou do apoio importante, 'mas vamos ver outros. Apoio a gente não rejeita", deixando no ar se o fato de poupar o primo não faria parte de uma estratégia para ter o apoio de João Campos e do próprio PSB num eventual segundo turno em que Marília Arraes viesse a disputar contra um dos candidatos da direita, no Estado.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Durante julgamentos de interesse da gestão Geraldo Julio, um dos quais envolvendo a Casa de Farinha, Conselheiros do TCE/PE perdem a calma, gritam e interrompem Procuradora que combate a corrupção no Governo de Pernambuco e na Prefeitura do Recife

Exclusivo: TJPE determina afastamento do Prefeito de Paulista, Junior Matuto, a pedido do Dracco, por desvios de R$ 21 milhões em PPP do lixo com a empresa Locar

"Grampos" da Operação Locador, do DRACCO, mostram temor de investigados de que chefões da gestão Matuto lhes fizessem "mal" e espanto com pagamentos em dinheiro vivo feitos pelo prefeito na compra de terrenos

PF volta à Prefeitura do Recife em mais duas Operações por desvios de recursos públicos na pandemia: Bal MAsqué e Apneia III. Diretor Financeiro é afastado do cargo pro pagar mais de R$ 7 milhões por produtos jamais entregues

Braço direito de Geraldo Julio, João Guilherme Ferraz incentivou e até debochou do fato de serem adquiridos respiradores testados apenas em porcos: "Leia c bons olhos kkkkkkk"