Presidente do Fiscaliza Brasil se manifesta sobre Operação que afastou Junior Matuto da Prefeitura de Paulista. Confiram




Conforme amplamente divulgado pela mídia, nesta terça-feira dia 21 de julho, ocorreu o afastamento do atual prefeito da cidade do Paulista, Júnior Matuto (PSB), que ficará afastado de suas atribuições até que sejam apurados os fatos em relação à investigação sobre fraudes nos contratos de empresa de limpeza urbana e irregularidades na dispensa de licitação de prédios públicos. Em uma destas matérias, fui mencionado, qual seja, no blog da Noélia Brito, que trouxe parte do trabalho que realizo junto ao Fiscaliza Brasil, ONG na qual sou presidente, onde atuamos no combate à corrupção e fiscalização de cumprimento de contratos, obras públicas, destinação das verbas públicas e atividades afins. Assim, como todo pesticida, nossa ação acaba indo de encontro aos interesses dos que são favorecidos com estes atos que passam por nossa fiscalização, em reação, mais que natural, tentam nos calar e mitigar nossa força, como o que foi feito contra à DECASP, de nossa parceira, amiga e militante do combate à corrupção, a delegada, Patrícia Domingos. Ficamos contentes com a abertura destas investigações para que sejam devidamente apuradas as evidências levantadas e sejam processados, condenados e cumpram a pena que lhes forem designadas, para que seja mais um exemplo de que não há mais impunidade e a nova política não deve ter como pauta a corrupção. 

 Att. Thiago Lira

MAIS VISITADAS DO MÊS

Microempresas com capital social de R$ 200 mil e R$ 300 mil, alvos da Operação da Deccot, que cumpriu mandados também na Prefeitura do Recife, foram agraciadas com contratos de mais de R$ 18,6 milhões com a Prefeitura do Recife, na pandemia

Durante julgamentos de interesse da gestão Geraldo Julio, um dos quais envolvendo a Casa de Farinha, Conselheiros do TCE/PE perdem a calma, gritam e interrompem Procuradora que combate a corrupção no Governo de Pernambuco e na Prefeitura do Recife

Exclusivo: TJPE determina afastamento do Prefeito de Paulista, Junior Matuto, a pedido do Dracco, por desvios de R$ 21 milhões em PPP do lixo com a empresa Locar

"Grampos" da Operação Locador, do DRACCO, mostram temor de investigados de que chefões da gestão Matuto lhes fizessem "mal" e espanto com pagamentos em dinheiro vivo feitos pelo prefeito na compra de terrenos

PF volta à Prefeitura do Recife em mais duas Operações por desvios de recursos públicos na pandemia: Bal MAsqué e Apneia III. Diretor Financeiro é afastado do cargo pro pagar mais de R$ 7 milhões por produtos jamais entregues