"Punhado" com "olhar de toupeira" despretigiou candidatura própria para apoiar candidatura externa que sequer será efetivada por não ter legitimidade dentro do próprio Partido, protestam militantes do PSOL de Garanhuns contra apoio a Marília Arraes em detrimento de Paulo Rubem



Carta aos militantes do PSOL da capital e interior. 

Foi com grande indignação, porém, sem motivos para surpresas, que tomamos consciência da maneira arbitrária e antidemocrática, que um punhado de membros do Diretório do PSOL Recife, em comum acordo com o presidente estadual do partido, resolveu desprestigiar a pré-candidatura própria do PSOL à prefeitura do Recife, em função do apoio à uma candidatura externa, que sequer será levada à cabo por não ter força para ser legitimada dentro do seu próprio partido. Um verdadeiro tiro no escuro. Não nos surpreende! Há muito sabemos dessa pequenez de pensamento, desse imobilismo burocrático, dessa falta de compreensão da contingência histórica imposta ao PSOL quando foi criado: levar adiante as transformações estruturais da sociedade brasileira, tão necessárias para o exercício da cidadania do nosso povo. 

Pautas que foram esquecidas por um certo partido, que prefere ficar fazendo conciliação de classe para se perpetuar no poder. Prova disso foi que a narrativa do golpe contra a presidenta Dilma em Pernambuco, só teve duração até a chegada das eleições para o Governo do Estado, onde algozes e “vítimas” estavam novamente juntos, misturados, confundindo o eleitor, em seus projetos de perpetuação no poder. 

Enquanto PSOL não podemos reproduzir essas contradições! Temos que escolher ser outra coisa, e não reproduzir mais do mesmo. É uma questão de consciência de classe e de dignidade no fazer político. 

É necessário que o PSOL faça sua convenção no Recife e valorize esse momento democrático. É fundamental que os militantes do PSOL possam escolher, ou não, pela candidatura própria do Professor Paulo Rubem Santiago à prefeitura do Recife. Uma pré-candidatura colocada há muito tempo, agregadora de apoio de militantes e adeptos, com grades possibilidades de alavancar o partido e colocar pautas em debate que são negligenciadas por outras legendas. Sendo assim, não pode ser interrompida por um punhado de pessoas, em detrimento de uma convenção partidária e democrática. Desde que chegou nesse partido, Paulo Rubem tem elevado o nível dos debates fundamentais para nossa sociedade. Compreende, em sentimento comum com muitos militantes partidários do interior, que o PSOL precisa trilhar seu caminho de integração entre interior e capital. Acredita que em cada cidade em que o PSOL tiver condições, deve apresentar para a sociedade uma candidatura própria, discutindo seu projeto de governo, seu projeto de Brasil; combatendo as desigualdades estruturais da nossa sociedade, muitas vezes caracterizadas no preconceito de classe, de cor e de gênero. 

Uma candidatura própria do partido na capital não deveria ser uma opção, mas uma obrigação! Uma necessidade, sobretudo, quando já existe uma pré-candidatura sendo trabalhada por alguém que tem total condição de representar com dignidade o nosso partido. 

A prova do sentimento antidemocrático, do imobilismo burocrático, do olhar de toupeira dos que tomaram de forma arbitrária essa decisão, mostra, a incapacidade desse grupo de tomar decisões coerentes, e aponta a necessidade de sua substituição em um futuro próximo. 

Somos solidários a pré-candidatura do companheiro Paulo Rubem, e defendemos a convenção enquanto espaço democrático para esse tipo de escolha. 

Nos solidarizamos também com os militantes e as candidaturas do interior do estado, levadas adiante com sacrifício à margem de qualquer apoio dessa burocracia estadual do partido, como é o caso de Garanhuns. 

Já está mais do que na hora do PSOL se mostrar como partido, em vez de ficar à deriva das decisões daqueles que querem nos manter como apêndice de uma sigla que abandonamos há muito tempo. 

Coragem e firmeza na luta! Seremos mais fortes amanhã! 

Garanhuns, 10 de Julho de 2020. 

Signatários: 

Paulo Tenório - Presidente do Diretório municipal de Garanhuns. 

Josualdo Menezes - Vice presidente do Diretório municipal de Garanhuns 

Lucas da Silva Castro - Membro do Diretório municipal de Garanhuns 

Taynah Barra Nova – Membro do Diretório municipal de Garanhuns 

Joaquim Bernardino Leite - Membro do Diretório

Epaminondas Moabi Lima Obeid - Militante do PSOL Garanhuns. (Pré-candidato a vereador)

MAIS VISITADAS DO MÊS

Microempresas com capital social de R$ 200 mil e R$ 300 mil, alvos da Operação da Deccot, que cumpriu mandados também na Prefeitura do Recife, foram agraciadas com contratos de mais de R$ 18,6 milhões com a Prefeitura do Recife, na pandemia

Durante julgamentos de interesse da gestão Geraldo Julio, um dos quais envolvendo a Casa de Farinha, Conselheiros do TCE/PE perdem a calma, gritam e interrompem Procuradora que combate a corrupção no Governo de Pernambuco e na Prefeitura do Recife

Exclusivo: TJPE determina afastamento do Prefeito de Paulista, Junior Matuto, a pedido do Dracco, por desvios de R$ 21 milhões em PPP do lixo com a empresa Locar

"Grampos" da Operação Locador, do DRACCO, mostram temor de investigados de que chefões da gestão Matuto lhes fizessem "mal" e espanto com pagamentos em dinheiro vivo feitos pelo prefeito na compra de terrenos

É tetra! Prefeitura do Recife recebe a quarta "visita" da Polícia por fraudes na pandemia, desta vez foi a DECOT. A prefeitura nega envolvimento