Geraldo Julio aciona a justiça para proibir que respiradores comprados a empresa veterinária por sua gestão sejam chamados de respiradores de porcos. ANVISA diz que produto não pode ser usado em humanos. E aí?


"Print" de tela do Blog do Jamildo, encaminhado ao Poder Judiciário: https://blogs.ne10.uol.com.br/jamildo/2020/07/23/caso-juvanete-500-respiradores-eram-apenas-para-uso-em-animais-e-prefeitura-do-recife-tinha-ciencia-na-compra-segundo-policia-federal/


O correr da vida embrulha tudo.
A vida é assim: esquenta e esfria,
aperta e daí afrouxa,
sossega e depois desinquieta.
O que ela quer da gente é coragem
 
Incapaz de parar as investigações da Polícia Federal e do Ministério Público Federal que se aprofundam, a cada dia, no descortinamento dos beneficiários dos desvios que têm sido praticados, durante a pandemia de coronavírus, envolvendo empresários e agentes públicos ligados à sua gestão e aliados, muitos dos quais, já alvos dos cerca de 15 inquéritos instaurados pela Polícia Federal, dos quais já foram deflagradas 5 operações, o Prefeito do Recife, Geraldo Julio e seu Partido, o PSB, reforçam a tática, já antiga, da intimidação judicial contra blogs e adversários políticos, a quem tentam imputar a pecha de propagadores de fake news. 

O que o prefeito e seus advogados chamam de "fake news", porém, nada mais são do que extratos das investigações que, nem ele, nem seus advogados, apesar de caríssimos, conseguem parar. 

Ontem, o próprio PSB divulgou nota em que revela que advogados teriam acionado a justiça para calar um blogueiro, uma blogueira, políticos e pré-candidatos, a quem acusam de "fake news". Como o Blog da Noelia Brito é o único blog, no Estado, comandado por uma mulher, consultamos o PJE e lá verificamos que o prefeito do Recife havia processado este Blog e nossa Editora, além do Blog do Magno e seu editor, o jornalista Magno Martins e o deputado federal Daniel Coelho, do Cidadania.

O blogueiro Magno Martins ainda é processado pelo PSB que o acusa, junto com Geraldo Julio, de "motivações espúrias", ao apontar que "o chefe é Geraldo" e que o PSB teria um fundo paralelo para a campanha de João Campos, composto por recursos desviados da pandemia. Mas os juízes que receberam essas ações, não viram elementos suficientes para conceder a liminar de censura, sem antes ouvir Magno Martins.

Com relação a este Blog e ao deputado Daniel Coelho, o incômodo é com relação à revelação de que a gestão Geraldo Julio adquiriu 500 respiradores de uso veterinário, nunca testados em humanos, para usar na população pobre do Recife, respiradores estes que foram testados apenas em porcos. Os pedidos de censura contra este veículo, nossa editora e contra o deputado Daniel Coelho, que tem imunidade parlamentar e que pode, se quiser, da Tribuna, dizer o que bem entender, ainda não foram analisados, mas, esperamos que a justiça siga a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal e não se quede ao poderio do prefeito e de seu Partido.

Na nota do PSB, há uma ameaça velada de processos contra uma multidão de pessoas não especificadas. Uma clara intimidação. Como não especifica quem será processado, deixa pairando no ar que pode ser qualquer um que ousar dizer algo que desagrade os poderosos de Pernambuco.

Geraldo Júlio não quer que se chame  os respiradores de uso veterinário, ou seja, fabricados para uso em animais e que foram testados apenas em porcos, além de terem seu uso em seres humanos proibido pela Anvisa, de "respiradores de porcos". Sobre os respiradores que Geraldo Julio não quer que sejam chamados de respiradores de porcos, a ANVISA disse o seguinte: "o produto não tem o registro da Anvisa e, portanto, não tem autorização para sua fabricação e comercialização no país, e não pode ser utilizado em humanos." Se a ANVISA diz que os respiradores não podem ser usados em humanos e se Geraldo Julio quer proibir que se diga que são respiradores de porcos, esses 500 respiradores adquiridos pelos auxiliares diretos de Geraldo Julio por mais de R$ 11 milhões são o quê? Respiradores para alienígenas?

Geraldo, pelo visto, quer que a justiça minta por ele e ainda chame quem diz a verdade de mentiroso. Ora, se um equipamento de uso veterinário testado apenas em porcos e proibido pela ANVISA de ser comercializado para uso humano, em razão dos graves danos que pode causar aos seres humanos, não for um respirador de animal e porco é um animal, o que é, então, Sr. prefeito? Se não são respiradores de porcos, qual a razão para que seu braço direito e secretário de governo, João Guilherme Ferraz, tenha debochado da aquisição, em conversa flagrada pela Polícia Federal, ao periciar o celular do secretário de Saúde, Jailson Pereira? 

Toda a sociedade pernambucana se escandalizou com o flagrante da PF que mostrou que o secretário de Governo de Geraldo Julio era a pessoa, dentro do governo, que tentava convencer as demais a concordarem com a compra dos tais respiradores que Geraldo Julio não quer que sejam chamados de respiradores de porcos. Na conversa, João Guilherme envia a Jailson Pereira o teste dos equipamentos em porcos, acompanhado da seguinte mensagem: "Veja c bons olhos kkkkkkk". Por causa desse flagrante, a Polícia Federal e o Ministério Público Federal chegaram a pedir buscas e apreensões contra o secretário de governo João Guilherme, mas a justiça indeferiu o pedido. Antes que venham dizer que isso se trata de "fake news", leiamos a decisão da juíza que indeferiu o pedido de buscas contra o braço direito de Geraldo Julio: 

"(...) Quanto ao alvo JOÃO GUILHERME FERRAZ, verifico que os elementos de prova até o momento colhidos não revelam qualquer ato administrativo praticado pelo investigado, verificando-se, nas conversas, ao menos com base no que foi apresentado, instigação e auxílio, que podem representar, à míngua de ato administrativo, a hipótese de participação de menor importância, insuficiente, portanto, para gerar medidas constritivas. As conversas registradas com o Secretário de Saúde apontam para o seu envolvimento apenas de forma indireta, indicando um contato com a ANVISA para a elaboração de um projeto, ao que tudo indica referente à RDC nº 379/2020, que não tem relação única e específica com o caso em concreto, além de um incentivo ao uso dos aparelhos contratados, registrando, por fim, um auxílio na elaboração de documento assinado por JAILSON DE BARROS." 

Está claro, portanto, que não somos nós a dizer que foi o braço direito do prefeito quem instigou os demais a comprarem os respiradores que Geraldo Julio não quer que sejam chamados de respiradores de porcos, isso foi dito pela própria Juíza Federal que a defesa dos auxiliares de Geraldo Julio quer tirar do comando dos processos envolvendo a compra dos respiradores que Geraldo Julio não quer que sejam chamados de respiradores de porcos.


A tática de intimidar quem tem divulgado fatos relacionados às operações de combate à corrupção e a desvios de recursos públicos na PCR é, obviamente, ditada pelos marqueteiros do Partido de Geraldo Julio, que têm em mãos pesquisas qualitativas apontando que a divulgação, pela mídia, dos desvios e das operações da Polícia Federal, já custam ao projeto insaciável de poder do prefeito e de seu Partido, muitos questionamentos daquelas pessoas que até bem pouco tempo não conseguiam enxergar o que as operações da PF vieram para desvendar, ainda que involuntariamente.

Os estrategistas de Geraldo Julio e do PSB fracassaram na tentativa de retirar da Polícia Federal e do Ministério Público Federal, as investigações sobre os escandalosos desvios na pandemia. Queriam empurrar as investigações para a Polícia Civil, para o MPPE e para a Justiça Estadual, onde acreditam ter poder de influenciar decisões. Esperamos que esse seja apenas mais um deveneio de quem está por tempo demais no poder.

Tentaram de todas as formas, mas o TRF não permitiu. Dizem agora que acionarão o STJ. Na impossibilidade de pararem as investigações, movem-se para impedir que o povo pernambucano, o povo do Recife, fique informado sobre os desdobramentos do trabalho da PF e do MPF e para isso tentam usar a Justiça Estadual, movendo uma enxurrada de ações contra blogs, blogueiros e opositores. Um horror.

Essa tática de intimidar por meio de processos é antiga e já foi flagrada em interceptações telefônicas feitas, pela Polícia Federal, na Operação Torrentes, aquela que desbaratou um esquema semelhante a esse observado na pandemia, quando a desgraça do povo é usada para desviar recursos públicos. Relembrem:

"Depoimentos e interceptações telefônicas a que o Blog da Noelia Brito teve acesso e que constam do Inquérito da Operação Torrentes revelam que um dos Assessores de Segurança do Governador de Pernambuco Paulo Câmara, Coronel José Flávio Morais de Santana, confessou à Polícia Federal que o Coronel Mário Cavalcanti teria convocado uma reunião dentro da Casa Militar, para que os policiais militares apontados pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal como  beneficiários de um esquema milionário para fraudar licitações na Casa Militar, mediante o recebimento de propina por contratos com as empresas do empresário Ricardo Padilha, processassem a editora deste Blog e uma pessoa de nome Assis por ter compartilhado as matérias do Blog em um grupo de WatsAPP, formado por oficiais da PM.


O estranho é que o Coronel Mário Cavalcanti sequer figurava entre os citados nas matérias, entretanto, foi encarregado, não se sabe, ainda, por quem, de coordenar a reunião para intimidar, por meio de ações judiciais, a editora do Blog da Noelia Brito.



A reunião, que teria sido convocada para a manhã do dia 25 de setembro, deste ano, coincide, estranhamente, com outras duas ações movidas contra esta Blogueira, pelo presidente da Alepe, o deputado Guilherme Uchoa, aliado do governador Paulo Câmara e pelo empresário Paulo Magnus, cuja empresa mantém contratos milionários com o governo de Pernambuco, inclusive para administrar a UPA da Imbiribeira. Estranhas coincidências.



Na interceptação telefônica, feita com a autorização da Justiça, às 8:15:32 do dia 25/09/2017, o Coronel José Flávio Morais de Santana, que aparece como "HNI" ("Homem Não Identificado") e que em seu depoimento à Polícia Federal se identifica como "Assessor de Segurança" do Governador Paulo Câmara chega a afirmar ao também Coronel Laurinaldo Felix que Noelia Brito "bota pra foder" e que "ela tem uma raiva do governo 'do caralho' e diz que ela está detonando aquele fornecedor RICARDO".



Os grampos revelam, ainda, que na opinião do Coronel Laurinaldo Felix, o governador Paulo Câmara estaria sendo vítima de "fogo amigo" e que os próprios "amigos" do governador seriam os responsáveis por alimentar a Blogueira: "FELIX diz que ali é alimentado e diz que viu ali muitos contatos da Casa Militar, algumas Atas...FELIX diz que isso aí (...) é aquele conceito que o povo tem de que o governo acabou, o próprio pessoal e amigos deles ficam espalhando essas coisas."






















O Blog, entretanto, não se intimida e continua apoiando o brilhante trabalho da Polícia Federal, do Ministério Público Federal, da Justiça Federal de Primeira Instância e da Controladoria Geral da União no Combate à Corrupção em Pernambuco. Aguardem novidades."
A matéria acima, que pode ser acessada no link https://www.blogdanoeliabrito.com/2017/11/coroneis-indiciados-por-corrupcao-na-operacao-yorrentes-tramaram-acao-para-intimidar-noelia-brito.html , foi postada em 2017. Passados três anos, o MPF já ajuizou mais de 10 ações criminais contra os envolvidos nos desvios de recursos destinados às vítimas das enchentes, inclusive contra o acima citado, Coronel Mário. 

As intimidações não pararam, mas não nos deixamos subjugar, apesar de alguns revezes aqui e ali, quando até os vencimentos da nossa Editora chegaram a ser penhorados, na tentativa de levá-la à insolvência e ao encerramento deste Blog, único no Estado especializado no combate à corrupção, sem falar nas incontáveis ameaças até de morte e de todo tipo de retaliação, mas, seguimos reiterando nosso total apoio à Polícia Federal, ao Ministério Público Federal, à Justiça Federal e à Controladoria Geral da União. 

Cremos que chegará o dia em que Pernambuco não será mais um feudo, uma capitania onde a única fala permitida é o "sim, senhor", aos coroneis modernos do PSB de Geraldo Julio.








MAIS VISITADAS DO MÊS

Exclusivo: TJPE determina afastamento do Prefeito de Paulista, Junior Matuto, a pedido do Dracco, por desvios de R$ 21 milhões em PPP do lixo com a empresa Locar

"Grampos" da Operação Locador, do DRACCO, mostram temor de investigados de que chefões da gestão Matuto lhes fizessem "mal" e espanto com pagamentos em dinheiro vivo feitos pelo prefeito na compra de terrenos

Durante julgamentos de interesse da gestão Geraldo Julio, um dos quais envolvendo a Casa de Farinha, Conselheiros do TCE/PE perdem a calma, gritam e interrompem Procuradora que combate a corrupção no Governo de Pernambuco e na Prefeitura do Recife

PF volta à Prefeitura do Recife em mais duas Operações por desvios de recursos públicos na pandemia: Bal MAsqué e Apneia III. Diretor Financeiro é afastado do cargo pro pagar mais de R$ 7 milhões por produtos jamais entregues

Braço direito de Geraldo Julio, João Guilherme Ferraz incentivou e até debochou do fato de serem adquiridos respiradores testados apenas em porcos: "Leia c bons olhos kkkkkkk"