Gleisi Hofmann critica o PSB por causa de João Campos e é "curtida" por Lula. Mas e os cargos, vão entregar?

13 de ago. de 2020

/ by Blog da Noelia Brito

 

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, criticou há pouco, pelo Twitter, o PSB por, segundo ela, só defender união das esquerdas se for em torno do deputado João Campos  chamado à boca miúda de "príncipe herdeiro". A ironia decorre do fato de sua família (Arraes/Campos) se agarrar com unhas e dentes ao poder, em Pernambuco, há mais de 20 anos e de todos os acordos nacionais e locais de seu Partido girarem em torno de fazê-lo prefeito do Recife, depois governador e depois presidente da República. O fato também gerou a alcunha de Capitania Hereditária para Pernambuco, onde quem não for das famílias Arraes/Campos ou destes não for vassalo, não tem direito de se aventurar na política, que aqui é patrimônio privado das chamadas famílias tradicionais.

A estocada de Gleisi no PSB e que ganhou uma "curtida" do próprio Lula, decorre do fato de que o PSB vem pressionando pelo apoio do PT a João Campos, em detrimento da candidatura própria petista, encabeçada por uma prima de João, a também deputada federal Marilia Arraes.

O curioso na reclamação de Gleisi contra o PSB é seu silêncio quanto a insistência de seus companheiros de Partido em Pernambuco, Humberto Costa, Dilson Peixoto e Oscar Barreto, apenas para citar alguns, que são mais defensores da candidatura de João Campos do que muito socialista. Gleisi também está caladinha sobre a ocupação de secretarias por seus "compas", que ja deram a ordem proibitória de qualquer crítica às gestões do PSB seja no Estado, seja na PCR. Como o PT pretende se dizer alternativa a um governo que ele mesmo integra e defende? Explica essa, presidente Gleisi!




Nenhum comentário

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

© Todos os direitos reservados - 2021