Justiça Eleitoral manda suspender a veiculação de Pesquisa da Potencial, divulgada pelo Blog do Magno para Petrolina, por não ser "confiável". Pesquisas do instituto têm sido questionadas em vários Municípios

Pesquisa que apontava percentuais exorbitantes para Miguel Coelho foi suspensa pela Justiça Eleitoral por suspeita de não ser confiável

 

O Juiz Eleitoral da 83ª Zona Eleitoral de Petrolina, Elder Muniz de Carvalho Souza, determinou, há pouco, liminar, determinando a cessação da divulgação da pesquisa PE-04103/2020, realizada pela empresa Potencial para o Blog do Magno Martins, até o julgamento de mérito da Representação Eleitoral ajuizada pelo Partido Verde. O Juiz ainda determina que o BLOG DO MAGNO MARTINS COMUNICAÇÃO LTDA providencie a suspensão da divulgação da pesquisa e que em seu lugar seja divulgada, no mesmo meio utilizado para inicialmente publicar a pesquisa,  que "por determinação judicial encontra-se suspensa a divulgação da pesquisa eleitoral anteriormente divulgada, comunicando, ademais, a toda rede de divulgação que eventualmente tenha fornecido a pesquisa ora em comento."

De acordo com a decisão, "No registro da pesquisa eleitoral sob o nº PE-04103/2020, diante das informações apresentadas, não se pode sequer verificar, por exemplo, se 100% (cem por cento) dos entrevistados são do gênero masculino ou feminino, analfabetos de baixa renda ou se são de alto grau de instrução e de nível econômico elevado, ficando assim prejudicada a análise da mostra apresentadas não se podendo conhecer à qual realidade o resultado da pesquisa registrada e divulgada está inserido. O que percebe é que a POTENCIAL CONSULTORIA E PESQUISAS EIRELI / POTENCIAL CONSULTORIA E PESQUISAS não se cuidou de apresentar os percentuais para as variáveis de sexo, idade, grau de instrução e nível econômico de forma que se viabilizasse o cotejo com o universo populacional. Ressalte-se que ainda mesmo que utilizada a técnica conhecida como amostra não probabilística, deveria ter sido consignado os percentuais encontrados no campo quanto aos aspectos acima referidos. Desta forma, é imperioso reconhecer que, com as informações prestadas no registro da pesquisa eleitoral sob o nº PE-04103/2020, e considerando a ausência de percentuais, o que, consequentemente, inviabiliza a verificação das características da amostra, restando comprometido o seu intervalo de confiança." 

Em Petrolina, a Pontencial atribuiu ao prefeito Miguel Coelho, candidato à reeleição, 73% das preferências dos entrevistados, o que acabou por chamar mais ainda a atenção sobre a possibilidade do levantamento apresentar falhas, o que acabou sendo confirmado pela própria Justiça Eleitoral.

As pesquisas da Potencial que já foram realizadas para Recife, Cabo, Jaboatão e Olinda, além de Petrolina, têm sido alvo de vários questionamentos, inclusive por não apresentarem sequer quem estaria financiando seus custos. Depois de vários questionamentos, a empresa passou a emitir notas fiscais em nome do Blog que divulga as pesquisas. 

O mais interessante no caso dessa empresa é que o próprio editor do Blog que divulga as pesquisas da Potencial achou estranho o resultado da segunda rodada de pesquisas para a Capital pernambucana, mas ainda assim continuou se utilizando de seus serviços para realizar a pesquisa agora suspensa pela Justiça Eleitoral. Confiram: Não há razão para queda de Mendonça. Outro fato curioso é que a pesquisa foi impugnada pelo PV, Partido que o prefeito Miguel Coelho havia anunciado como um dos que apoiariam sua reeleição.

Confiram também:

Empresas fazem pesquisas "de graça" só por causa dos "belos olhos" dos pré-candidatos, em Recife, Olinda e Jaboatão 

Pesquisa "bacurau" para a Prefeitura de Olinda, da baiana Potencial, está sub judice. Empresa promete divulgar nova pesquisa. à meia-noite de hoje, para a Prefeitura do Recife  

 

MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos