Membro do PCC troca tiros com a Polícia Federal durante cumprimento de mandados de prisão da Operação Caixa Forte 2. Policial foi atingido com tiro no peito, mas estava de colete balístico




Durante o cumprimento de um dos mais de 400 mandados de prisão contra membros do PCC, expedidos pela Justiça de Minas Gerais no âmbito da Operação Caixa Forte 2, um dos alvos recebeu a equipe da PF a bala, chegando a alvejar um dos polícias do GPI - Grupo de Pronta Intervenção. Felizmente, a bala ficou alojada no colete balístico usado pelo policial. O fato ocorreu no Mato Grosso.

Apesar da reação e da troca de tiros, o alvo foi detido e autuado.

A Operação cumpriu mandados do Distrito Federal e em 19 Estados, entre eles Pernambuco, onde foram cumpridos 10 mandatos de prisão e 8 de buscas e apreensões no Recife, em Olinda, Jaboatão e no presídio de Itaquitinga.

Confiram as imagens exclusivas do confronto:









MAIS VISITADAS DO MÊS

Aliado de Arthur Lira, do Centrão, Marinaldo Rosendo é alvo de Operação da PF por desvios de recursos do SUS durante sua primeira gestão na Prefeitura de Timbaúba

Após dia de polêmica, Marília Arraes solta nota rebatendo acusações de traição, golpismo e aliança com a direita que lhe foram imputadas por colegas do PT

Lideranças e ex-presidentes defendem reeleição do Bruno Baptista à presidência da OAB/PE

Diretoria Antimáfia Italiana e Polícia Federal em Pernambuco prendem Italiano apontado como líder de rede de traficantes internacionais de drogas. O estrangeiro morava em Aldeia, na cidade pernambucana de Camaragibe

Priscila Krause afirma que João Campos manteve equipe administrativa da Secretaria de Saúde, alvo de sete operações da PF: “de fato ele confia na equipe”