TCU: Ministro Benjamin Zymler vai relatar processo que investiga compra superfaturada de 33 milhões de luvas pela Prefeitura do Recife, alvo da Operação Antídoto, da Polícia Federal

19 de ago. de 2020

/ by Blog da Noelia Brito

 

A relatoria, no TCU, do processo que investiga a compra de 33 milhões de luvas descartáveis, pela Prefeitura do Recife e que foi alvo da Operação Antídoto da Polícia Federal, será do Ministro Benjamin Zymler. 

Conforme o Blog da Noelia Brito havia revelado, em primeira mão, antes mesmo da deflagração da Operação, a empresa beneficiária da dispensa de licitação investigada pertence a um genro do empresário Sebastião Figueiroa, que foi alvo de duas outras Operações: Casa de Papel, da Polícia Federal e Rip Stop, da Polícia Civil, de Pernambuco e que tem estreitas ligações com o universo político de Pernambuco (Confiram em Prefeitura do Recife deixou de exigir entrega de luvas já compradas a R$ 0,14 (unidade) e preferiu fazer nova compra, por dispensa, ao custo de R$ 0,40, a unidade. No mercado, produto é vendido a R$ 0,36 ).

 

Relembrem o que o Blog da Noelia Brito escreveu em 23 de maio de 2020:

"A empresa Saúde Brasil, com sede numa sala comercial no Empresarial Flor de Santana, no Parnamirim e com Capital Social de apenas R$ 100 mil, tornou-se uma das maiores fornecedoras da Prefeitura do Recife, durante a pandemia. As compras, que foram alvo de uma denúncia da deputada estadual Priscila Krause, compreendem a aquisição, por meio de duas Dispensas de Licitação, de 33,750 milhões de luvas não cirúrgicas, para abastecimento das unidades de saúde, da Prefeitura do Recife, durante a pandemia. 

O sócio-administrador da empresa, o empresário Gustavo Sales Afonso de Melo é genro de um velho conhecido de políticos pernambucanos, o empresário do ramo gráfico conhecido como "Figueroa", que atua fortemente nas eleições fornecendo material de campanha e que possui contratos com diversas Prefeituras, no Estado. O Blog enviou uma série de questionamentos à Saúde Brasil, dentre as quais sobre a eventual participação do sogro de Gustavo Melo na sociedade, mas até o momento não obtivemos respostas. Em depoimento à Polícia Federal, o próprio Sebastião Figueiroa confirmou que prestara serviços à campanha do atual Prefeito do Recife, Geraldo Julio"

A denúncia de superfaturamento, conforme destacamos em nossa matéria de 23 de maio de 2020, foi da deputada estadual Priscila Krause.

 

Inicialmente, o processo fora distribuído à Ministra Ana Arraes, mas como é público e notório, a Ministra se argui impedida para atuar em quaisquer processos que investiguem o Estado de Pernambuco ou qualquer uma de suas prefeituras.

 



Nenhum comentário

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

© Todos os direitos reservados - 2021