Dani Portela e Jô Cavalcanti afirmam em nota que respeitam a decisão das instâncias partidárias que indicaram Severino Alves para a Vice de Marília Arraes



Após verem seus nomes apontados em nota do presidente do PSOL Recife, que circulou em Blogs e Colunas políticas, como possíveis postulantes à vice de Marília Arraes, que já tem indicado Severino Alves para o posto, por decisão do Diretório Municipal, apoiada pela Direção Nacional do Partido, a deputada Jô Cavalcanti e a pré-candidata a vereadora Dani Portela emitiram nota conjunta em que refutam a posição exposta pelo presidente municipal, que não tem a maioria nem no Diretório que preside, nem da Direção Estadual, nem muito menos na Direção Nacional, e que pretende conseguir "desindicar" Severino Alves para ser vice da petista. 

Apesar de desconhecido do grande público, Severino Alves compõe a corrente majoritária do PSOL que, a exemplo do que ocorre no PT, é quem decide os rumos eleitorais que a legenda deve seguir.

A "cantilena enfadonha", para usar uma expressão tão ao gosto da ex-psolista Heloisa Helena, deve continuar até a Convenção quando Severino Alves será oficializado na vice de Marília Arraes e todos no PSOL seguirão contentes ou não, como já é de costume, em campanha pela dupla, que já está andando "pra cima e pra baixo" em pré-campanha.

Aliás, é ilusão achar que Severino Alves será "rifado" , quando foi dele toda a movimentação, tanto local, quanto nacionalmente para levar o PSOL ao palanque da neta de Miguel Arraes. Ele só não será o vice se não quiser, ainda que a própria Marília Arraes não o queira, pois Severino tem maioria para desistir do apoio à petista e se lançar, ele mesmo, na disputa. Será que a petista vai arriscar vetar seu nome? Pouco provável. Enquanto isso, a "cantilena enfadonha" segue estridente.

Leiam a Nota

NOTA PÚBLICA CONJUNTA
Recebemos a notícia na imprensa de que nossos nomes foram veiculados como eventuais candidatas à vice na chapa majoritária com Marília Arraes. O PSOL entende que o momento da conjuntura no país pede a necessária unidade dos setores progressistas como contraponto aos retrocessos que estamos assistindo diariamente.
Neste sentido, a eleição municipal de 2020 tem a importância de construção de um espaço para debater a cidade que queremos e também para pautar o fortalecimento da esquerda para os embates que teremos adiante.
Com estes objetivos o Diretório Nacional e o Diretório Municipal de Recife deliberaram pela abertura de um diálogo com o PT para a construção de uma Frente de Esquerda na cidade.
Como figuras públicas do nosso partido, afirmamos que o debate sobre o nome de vice do partido passou pela instância municipal, tendo sido referendado o nome do companheiro Severino Alves para o diálogo da composição com o PT e outros partidos de esquerda.
Eventual rediscussão do nome passará pelo mesmo organismo, em respeito às deliberações do Diretório Municipal.

Recife, 09 de setembro de 2020
Dani Portela
Jô Cavalcanti

MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos