Delegado da PF, André Costa, deixa comando da Segurança Pública do Ceará. Em seu lugar outro PF, Sandro Caron


 

O governador Camilo Santana, do PT, anunciou, há pouco, em suas redes sociais, a saída do Secretário de Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, após 3 anos e 8 meses à frente da Pasta. Sem informar os motivos da saída de André Costa, que é delegado da Polícia Federal, Camilo Santana se limitou a dizer que a saída foi "a pedido".

Em seu lugar assume, já na próxima semana, o também delegado da Polícia Federal Sandro Caron, que foi Superintendente da PF, no Ceará e no Rio Grande do Sul e que já chefiou a Divisão Nacional de Inteligência da PF.

A Polícia Federal encontrou na cela de um dos líderes da facção "Guardiões do Estado", que estava preso em Limoeiro, em Pernambuco, mensagens em que um prêmio de R$ 100 mil era oferecido pela "cabeça" de André Costa. Confiram em Facção ofereceu R$ 1 milhão pelo assassinato de Camilo Santana, governador do Ceará. Ordens partiam de presídio em Pernambuco, revela inquérito da Policia Federal.



Nenhum comentário

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

© Todos os direitos reservados - 2021