Exclusivo: Inquérito dos "respiradores de porcos" continua com a Polícia Federal, decide o STJ por decisão unânime da Sexta Turma.

 


A Sexta Turma do STJ decidiu, há pouco, por unanimidade, que as investigações sobre a compra de 500 respiradores impróprios para uso em seres humanos, a uma empresa de fachada, pela gestão Geraldo Julio devem permanecer com a Polícia Federal e com o MPF, tramitando na 36. Vara Federal, em Pernambucano.

Os equipamentos que haviam sido testados apenas em porcos, passaram a ser popularmente chamados de "respiradores de porcos", o que levou ao prefeito do Recife, apesar de não figurar entre os investigados, a tentar censurar o Blog da Noelia Brito, proibindo a utilização da expressão corrente para identificar os aparelhos. A tentativa de censura, no entanto, foi frustrada por uma liminar concedida pelo ministro Luiz Fux, em Reclamação ajuizada no STF, pelo advogado Saulo Brasileiro, em nome da Editora deste Blog.

A compra dos chamados "respiradores de porcos" já foi alvo de trés Operações da Polícia Federal que também investiga suspeita de fraude contábil por servidores da PCR, para retirar as investigações do caso da esfera federal. A defesa dos investigados sustenta que por se tratarem de verbas municipais  as investigações deveriam ser encaminhadas à Justiça Estadual, com a anulação das investigações.



MAIS VISITADAS DO MÊS

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Radar: João Campos recebe mais de R$ 5,2 milhões do Fundo Eleitoral do PSB e é recordista nacional de doações

Desembargador extingue reclamação do Estado de Pernambuco contra decisão do Juiz que mandou suspender retorno das aulas presenciais