PCPE prende estuprador virtual que agia por meio de perfis falsos em redes sociais


 

Policiais Civis integrantes da Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos, nesta quinta-feira (03.09), após o cumprimento de Mandado de Busca e Apreensão expedido pela 5ª Vara Criminal da Capital, seguida por imediata representação por Prisão de Preventiva ao mesmo juízo e dando cumprimento ao mandado expedido, prenderam um homem, de 27 anos, o qual é investigado há um ano pelos crimes de  ESTUPRO “VIRTUAL”, VIOLAÇÃO SEXUAL MEDIANTE FRAUDE, EXTORSÃO e FALSA IDENTIDADE (Art. 180, 213, 215, e 307 do Código Penal).

Inicialmente cinco mulheres procuraram a delegacia após serem vítimas do imputado que, após ganhar a confiança delas, através de perfis falsos nas redes sociais, oferecia ingressos de shows, celulares modernos e motocicletas objetivando satisfazer os desejos libidinosos por meio de um concurso denominado “FAZER LOUCURAS”. Em seguida, o imputado pedia dinheiro para que as fotos fossem apagadas, chegando inclusive a obrigar as vítimas manter relação sexuais com ele e com motoristas de aplicativo, devendo transmitir tudo ao vivo.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

© Todos os direitos reservados - 2021