PT Limoeiro pede a expulsão de Marilia Arraes por gravar vídeo pedindo votos para candidato bolsonarista apoiado por Mendonça, Daniel, Armando, Ricardo Teobaldo e até pelo PSL


O velho Brizola costumava dizer que o PT era um Partido que cacarejava para a esquerda, mas que botava ovos para a direita, embora a máxima também possa ser aplicada ao PDT, partido fundado por Brizola, mas herdado pelo obtuso Carlos Lupi, ao que tudo indica, em Pernambuco, a assertiva brizolista anda se encaixando como uma luva nas práticas e conchavos de algumas figuras emblemáticas da suposta esquerda.

Circula, hoje, em diversos Blogs, a informação de que a Executiva Municipal do PT de Limoeiro soltou uma nota de repúdio à deputada federal Marília Arraes, candidata do PT à Prefeitura do Recife e que é a mais nova "menina dos olhos" de Lula e da petistada, por gravar um vídeo divulgado na Convenção do Podemos, em Limoeiro, em que manifesta apoio e pede votos para os candidatos à Prefeito Orlando Jorge (PODE) e Vice, Zé de Nena (PTB), da coligação Podemos, PTB, PSL, PSDB, DEM, PSD e Republicanos. 
 
O Podemos, apoiado por Marília Arraes, em Limoeiro, é o Partido da Delegada Patrícia Domingos, que também disputa a Prefeitura do Recife e é costumeiramente acusado por petistas de ser o Partido da Lava Jato e de Sergio Moro, a quem petistas afirmam odiar mais do que odeiam Bolsonaro, por terem colocado Lula na cadeia, se é que petistas odeiam mesmo Bolsonaro e é presidido em Pernambuco por Ricardo Teobaldo, liderança política em Limoeiro, ligado politicamente a Armando Monteiro, do PTB, que, no Recife, disse apoiar Mendonça Filho, do DEM.

A convenção bolsonarista em Limoeiro contou com as presenças do presidente estadual do Podemos, deputado federal Ricardo Teobaldo, do deputado estadual Gustavo Gouveia (DEM), do prefeito de Paudalho, Marcelo Gouveia (PSD), dos ex-prefeitos de Limoeiro, Zé Artur e Thiago Cavalcanti, além do presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (SINTEPE), Fernando Melo, também ligado ao PT. Mas além destes, foram exibidas mensagens de apoio, em vídeo, do presidente de honra do PTB, ex-senador Armando Monteiro; presidente estadual do DEM, ex-governador Mendonça Filho; deputada federal e pré-candidata à prefeitura do Recife, Marília Arraes (PT); presidente estadual do PSL, Frederico França, bolsonarista de carteirinha; presidente estadual do PSDB, deputada estadual Alessandra Vieira; presidente estadual do Republicanos, deputado federal Sílvio Costa Filho, o mais novo adorador do primo de Marília Arraes, João Campos; presidente estadual do PSD, deputado federal André de Paula; e presidente estadual do Cidadania, deputado federal Daniel Coelho, que indicou o vice de Patrícia Domingos.
 
O PT de Limoeiro, que aprovou em Convenção que o Partido deve apoiar a Frente Popular, leia-se, o PSB, no Município, não gostou de ver Marília Arraes, que curiosamente, no Recife posa de ultraesquerdista, a ponto de ter na vice um indicado pelo PSOL, gravando vídeo "enaltecendo" apoiadores de Bolsonaro, afinal, a candidata afirma que sua postulação no Recife é para fortalecer o combate ao bolsonarismo: "No dia 14 de Setembro, a referida deputada, proferiu falas de apoio ao candidato do PODEMOS no município de Limoeiro, ferindo de morte o estatuto do partido dos trabalhadores em seu  artigo 227 , incisos VIII, X e XI, demonstrando total desconhecimento e desobediência as instâncias partidárias", diz a nota do PT de Limoeiro.

"É importante frisar que vivemos dias de grandes perdas de direitos e garantias democráticas, onde o papel do Legislativo Federal, apresenta-se como importante contraponto a política fascista que ora apresenta-se no pais. No entanto, o comportamento da deputada Marília Arraes enaltece os apoiadores do governo Bolsonaro em nosso Município", destaca, ainda, a nota.

Em entrevista, o presidente do PT de Limoeiro confirma o repúdio ao apoio da petista aos bolsonaristas e revela que pedirá sua expulsão por infidelidade partidária. Mas esse movimento não deve avançar já que Lula aprova e até incentiva esse tipo de pragmatismo. Para eleger Haddad, prefeito de São Paulo, foi pessoalmente pedir o apoio de Paulo Maluf. A imagem dessa visita, inclusive ficou célebre. Além disso, o marketing da candidatura de Marília Arraes será comandado pelo publicitário André Gustavo, da ARCOS, ligadíssimo a Humberto Costa, com quem, inclusive, está trabalhando em Brasília. Humberto chega a simular um muxoxo à candidatura da colega petista, para não perder os cargos que tem nos governos de Paulo Câmara e de Geraldo Julio e manter um pé num eventual futuro governo de João Campos, mas, nos bastidores apoia e está integrado na campanha da colega de Partido, tanto que seu braço direito, André Gustavo, é quem coordena, sem aparecer, a campanha da petista.

Vejam a moção de repúdio do PT de Limoeiro

O Partido dos Trabalhadores – PT diretório de LIMOEIRO - PE, no seu dever de defender valores e princípios em prol da sociedade, aprova este veemente repúdio às manifestações adotadas pela Deputada Federal Marília Arraes contra os filiados e a executiva municipal deste município, bem como pela tentativa de constranger o partido e por suas ações, na reunião de convenção partidária do PODEMOS.

No dia 14 de Setembro, a referida deputada, proferiu falas de apoio ao candidato do PODEMOS no município de Limoeiro, ferindo de morte o estatuto do partido dos trabalhadores em seu artigo 227 , incisos VIII, X e XI, demonstrando total desconhecimento e desobediência as instâncias partidárias.

É importante frisar que vivemos dias de grandes perdas de direitos e garantias democráticas, onde o papel do Legislativo Federal, apresenta-se como importante contraponto a política fascista que ora apresenta-se no pais. No entanto, o comportamento da deputada Marilia Arraes enaltece os apoiadores do governo Bolsonaro em nosso Município. 

Não ACEITAMOS a falta de COMPROMISSO e de DESRESPEITO desprendido pela Deputada ao nosso diretório, e ao nosso povo, desta forma, além de nosso repúdio, pedimos as instancias NACIONAIS e ESTADUAL que obedeça o nosso estatuto em seu Artigo 231, que versa sobre a expulsão de filiados, em seu inciso XI, onde diz: atuação contra candidatura partidária ou realização de campanha para candidatos ou candidatas de partidos não apoiados pelo PT; 

Nós, filiados e filiadas do Partido dos Trabalhadores em LIMOEIRO-PE, seguiremos na luta, defendendo as orientações e as diretrizes partidárias, sempre lutando por dias melhores para nosso povo,

Limoeiro (PE), 16 de Setembro de 2020.
Executiva Municipal PT LIMOEIRO-PE e FILIADOS/AS



MAIS VISITADAS DO MÊS

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Radar: João Campos recebe mais de R$ 5,2 milhões do Fundo Eleitoral do PSB e é recordista nacional de doações

Desembargador extingue reclamação do Estado de Pernambuco contra decisão do Juiz que mandou suspender retorno das aulas presenciais