Testemunhas dos desvios em Agrestina teriam sofrido "ameaças de morte" por pessoas ligadas ao Prefeito preso pela Polícia Federal

15 de set. de 2020

/ by Blog da Noelia Brito

                                            Foto: Representação Criminal da Polícia Federal  

O Blog da Noelia Brito teve acesso à Representação Criminal que levou à prisão do Prefeito de Agrestina, Thiago Nunes, do MDB, mas que também é apoiado por João Campos, do PSB e por Sílvio Costa Filho, do Republicanos, e verificou que testemunhas que foram ouvidas durante as investigações da PF, que precederam à Operação Pescaria III, reportaram que pessoas ligadas ao Prefeito de Agrestina as teriam ameaçado de morte por colaborarem coma Polícia Federal.

Segundo a Representação, o prefeito se utilizaria de conta corrente de funcionários fantasmas da prefeitura, abertas sem o conhecimento desses a quem a PF chamou de "laranjas involuntários", para realizar a "lavagem" dos desvios realizados pela organização criminosa por ele comandada.

Um dos cheques utilizados no esquema criminoso teria sido entregue à Polícia Federal por uma testemunha que reportou as ameaças. Confiram:

Na Representação Criminal constam fotografias que apontam para ligação de amizade muito próxima entre a pessoa apontada como autor das ameaças contra a testemunha e o prefeito de Agrestina, Thiago Nunes:

Além disso, a Polícia Federal levantou que o amigo de Thiago Nunes, apontado como autor das ameaças a uma testemunha, circularia em um carro de luxo, em nome de terceiro:



SAIBA MAIS: Aliado de Bolsonaro e de João Campos, Silvio Costa Filho, que já foi candidato a vice do PT, vai a Agrestina se solidarizar com prefeito preso pela PF por corrupção: "Maior recado a 'esse povo' será nas urnas"

Nenhum comentário

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

© Todos os direitos reservados - 2021