PF faz buscas em 5 Estados e no DF contra corrupção e fraudes de R$ 10 mi na Infraero



Do Estadão 

Operação Índia cumpre 19 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Paraná e Rio Grande do Norte para investigar esquema que envolvia funcionários da Infraero e empresários dos ramos de turismo e de alimentação

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta, 21, a Operação Índia para investigar suposto esquema de corrupção na Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). A ofensiva mira crimes de associação criminosa, corrupção, violação de sigilo funcional e crimes licitatórios.

Cerca de 30 agentes cumprem 19 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e em cinco Estados – São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Paraná e Rio Grande do Norte.

De acordo com a PF, o esquema sob suspeita teria operado entre 2016 e 2018 envolvendo funcionários da Infraero e empresários dos ramos de turismo e de alimentação.

As investigações apontam que o grupo fraudava licitações das áreas ‘lounge’ e quiosques de alimentação nos aeroportos de Congonhas (São Paulo) e Santos Dumont (Rio de Janeiro), subavaliando as áreas e desqualificando dos certames empresas que não estivessem associadas ao grupo.

“Assim, permitia-se a contratação de propostas menos vantajosas para a Infraero em fraudes estimadas em cerca de R$ 10 milhões de reais”, apontou a Polícia Federal em nota.

Os investigadores dizem que as apurações tiveram início com a comunicação dos fatos pelo Ministério da Infraestrutura, após procedimento interno da própria Infraero.










MAIS VISITADAS DO MÊS

PF prende advogado líder de ORCRIM que sacou milhões em precatórios na Justiça Federal em Pernambuco por meio de fraudes

Exclusivo: Deputado Guilherme Uchoa Junior é um dos alvos da Operação Mapa da Mina

Mapa da Mina: PF faz Operação contra Oficial da PM e agentes públicos benefíciados com mais de R$ 175 milhões em contratos públicos em Pernambuco. ORCRIM usava Casas Lotéricas para "lavar" desvios

Oscar Barreto comunica a Gleisi Hoffmann seu afastamento da Executiva Nacional do PT e da DS "para poder continuar a ter opinião e responder por elas"

Áudios mostram traficante revelando pagamento anual de R$ 1 milhão a um Ministro em troca de Habeas Corpus para seu grupo e uso de OSs pelo PCC