PT também aciona Justiça Eleitoral contra Perfil "Ditador Paulo Câmara" por "Fake News" contra Marília Arraes. Primo da petista, João Campos também processou o perfil. Confiram

Postagem foi considerada FakeNews pela Justiça Eleitoral e removida pelo Twitter (Foto: Representação nº Nº 0600019-73.2020.6.17.0001 / 001ª ZONA ELEITORAL DE RECIFE PE

 

Conforme o Blog havia noticiado, o candidato do PSB, João Campos, havia processado, na Justiça Eleitoral, um Perfil no Twitter que se autodenomina de "Ditador Paulo Câmara" por propagar o que o socialista considerou "FakeNews" contra sua pessoa (Confiram em João Campos pede direito de resposta ao Perfil "Ditador Paulo Câmara" por "fake news" ).

Pois bem. Agora quem resolveu processar o Perfil foi o Partido dos Trabalhadores, a pretexto de defender a candidata Marília Arraes, que é prima de João Campos. De acordo com os advogados do PT e de Marília Arraes, "aos 25 (vinte e cinco) de setembro de 2020, veiculou-se através da página “Ditador Paulo Câmara- @pauloditador, de responsabilidade não identificada, postagem com nítido viés eleitoral negativo, em tons de fake news, em desfavor da Senhora Marília Valença Arraes, candidata ao cargo de Prefeita do Município do Recife, pelo Partido Político representante (https://twitter.com/pauloditador/status/1309659191662071809?s=08). Sustenta que a referida publicação, veiculada de forma sensacionalista, dá conta de que a Senhora Marília Arraes não estaria tomando as medidas protetivas obrigatórias na pandemia enquanto estava em um restaurante." Ainda segundo a defesa da petista, "Argumentou o partido representante que o a internet é um meio onde a informação é de fácil propagação, a notícia tem condão de atingir um enorme espectro de usuários, o que revela o potencial danoso já consumado mediante a propagação do referido material. Assinalou que a página “Ditador Paulo Câmara” conta com mais de 1.294 seguidores, o que denota amplo alcance das publicações e o potencial para impactar e promover acintes diretos à honra e à imagem da Senhora Marília Arraes, com a intenção de criar no imaginário do eleitorado que a mesma não estaria nem um pouco preocupada com as formas de prevenção obrigatórias contra o COVID19, fazendo uso de imagens antigas da candidata, montando um cenário totalmente distorcido como artifício para desacreditá-la perante a população."

Após ser intimado pela Justiça para remover a postagem, o Twitter se manifestou no seguinte sentido: "esse sentido, tão logo intimado, o TWITTER BRASIL prontamente comunicou as Operadoras do Twitter a respeito do conteúdo da r. decisão liminar e notificou eletronicamente o titular da conta @pauloditador.Ainda, as Operadoras do Twitter, independentemente da prolação da ordem judicial, identificaram a violação aos Termos de Serviço do Twitter no conteúdo objeto da ação e, portanto, promoveram a indisponibilização do tweethttps://twitter.com/pauloditador/status/1309659191662071809?s=08 (Doc. nº 4). Em razão disso, o conteúdo indicado pelo Representante não mais se encontra disponível no Twitter, o que pode ser constatado mediante tentativa de acessá-lo."

 Confiram:

REPRESENTAÇÃO (11541) Nº 0600019-73.2020.6.17.0001 / 001ª ZONA ELEITORAL DE RECIFE PE

REPRESENTANTE: PARTIDO DOS TRABALHADORES

Advogados do(a) REPRESENTANTE: EMILIANE PRISCILLA ALENCASTRO NETO - PE40723, ANA CAROLINE ALVES LEITAO - PE49456, ALISSON EMMANUEL DE OLIVEIRA LUCENA - PE37719, WALBER DE MOURA AGRA - PE00757, MARIA EDUARDA NIGRO COUTELO - PE45228

REPRESENTADO: TWITTER BRASIL REDE DE INFORMACAO LTDA

 

 

 

 

 

 

 

 

MAIS VISITADAS DO MÊS

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Radar: João Campos recebe mais de R$ 5,2 milhões do Fundo Eleitoral do PSB e é recordista nacional de doações

Desembargador extingue reclamação do Estado de Pernambuco contra decisão do Juiz que mandou suspender retorno das aulas presenciais