Corrupção aumentou durante a pandemia. Gestores se aproveitaram do "afrouxamento" das regras de controle

24 de abr. de 2021

/ by Blog da Noelia Brito

Foto: Reprodução

 

O TCU utilizou de ferramentas de inteligência artificial (robôs) para rastrear diários oficiais, cruzar 90 bancos de dados e detectou preços incompatíveis com os de mercado, muitas empresas recém criadas só pra atuarem na pandemia, compras superestima, vínculos de sócios com gestores, entre outras irregularidades.

 

Em entrevista à Rádio Senado, o secretário de Estratégia de Combate a Fraudes do Tribunal de Contas da União, Rainério Leite, confirmou o aumento nos casos de desvio de dinheiro público decorrentes do afrouxamento da legislação de controle, por causa do estado de calamidade. Ele disse que o TCU adotou programa especial para ajudar a orientar os governos a gastarem adequadamente os recursos disponíveis para o combate à pandemia, sem abrir mão da fiscalização rigorosa.

Segundo o secretário, o TCU criou o Programa Coopera, guiado por duas vertentes: orientar os governos na forma de gastar os recursos federais recebidos e apurar casos de desvios desses recursos.

Rainério Leite contou, ainda, que a Corte se utilizou de ferramentas de inteligência artificial (robôs) para rastrear diários oficiais, cruzar dados com 90 bancos de dados, inclusive da Receita Federal e foi possível detectar preços incompatíveis com os de mercado, muitas empresas recém criadas só pra atuarem na pandemia, compras superestima, vínculos de sócios com gestores, entre outras irregularidades. Ainda segundo ele, somente no ano de 2019, o uso desses "robôs" evitou 4 bilhões de reais em desvios de recursos públicos.

Segundo a ONU, a corrupção abarca 5% do PIB mundial.

 

Rádio Senado

 

Nenhum comentário

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

© Todos os direitos reservados - 2021