Mais de 15 toneladas de lixo que invadiram praias da Paraíba e do Rio Grande do Norte pode ter origem em Pernambuco. IBAMA investiga o caso.

25 de abr. de 2021

/ by Blog da Noelia Brito
Foto: Arquivo Pessoal


Moradores do Rio Grande do Norte relataram ter encontrado, entre os dejetos, uma mochila escolar de Recife e um título de eleitor da Capital pernambucana, levantando a suspeita de que a origem do lixo, levado pelo movimento das marés, poderia ser em Pernambuco.
 
Pelo menos 15 toneladas de lixo foram recolhidas por voluntários e prefeituras em praias da Paraíba e do Rio Grande do Norte, cuja origem ainda não foi identificada pelos órgãos de proteção ambiental.

O lixo, que apareceu misteriosamente nas praias do Bessa, em João Pessoa e nos Municípios do Conde e Cabedelo, na Paraíba, além de Tibau do Sul, Canguaretama, Baía Formosa e Nísia Floresta, no Rio Grande do Norte, continha seringas, tubos para coleta de sangue, documentos, restos de roupas e sapatos, vaso, máscara, fralda e até uma bicicleta.

Foto: Reprodução
 
Moradores do Rio Grande do Norte relataram ter encontrado, entre os dejetos, uma mochila escolar de Recife e um título de eleitor da Capital pernambucana, levantando a suspeita de que a origem do lixo, levado pelo movimento das marés, poderia ser em Pernambuco.

A Secretaria de Meio Ambiente de Pernambuco, no entanto, em nota, informou não ter detectado nenhum incidente com grande quantidade de lixo no litoral pernambucano ou nos portos do Estado.

Os órgãos de proteção ambiental dos dois Estado atingidos pelo desastre ecológico encaminharam amostras do lixo recolhido à Pernambuco para que sejam analisados pela Agência de Meio Ambiente (CPRH) e identificada a causa do aparecimento dos resíduos, alguns com origem em Pernambuco, nas praias dos outros Estados.
 
O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) abriu uma investigação para apurar o caso.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

© Todos os direitos reservados - 2021