Em 9 Capitais já se registram mais óbitos que nascimetos, entre elas Fortaleza, Recife e São Luís

1 de mai. de 2021

/ by Blog da Noelia Brito

Foto: Reprodução 


Pelo segundo mês consecutivo, Recife tem mais óbitos do que nascimentos. Fortaleza já registra o terceiro mês seguido com mais mortes que nascimentos

Os Cartórios do Registro Civil da Capital pernambucana registraram, até esta sexta-feira (30), 2.084 mortes e 1.571 nascimentos no mês abril. 

Em março foram registrados 2.209 óbitos e 2.200 nascimentos.

Os dados são do Portal da Transparência do Registro Civil (http://transparencia.registrocivil.org.br/inicio), uma base de dados abastecida em tempo real pelos atos de nascimentos, casamentos e óbitos praticados pelos Cartórios de Registro Civil do País. 

A plataforma é administrada pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), alimentada com os dados históricos do estudo Estatísticas do Registro Civil, promovido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com base nos dados dos próprios cartórios brasileiros.

Fortaleza e São Luís também registraram mais mortes que nascimentos, sendo que a capital do Ceará já registra pela terceira vez um mês com maior número de mortes do que de nascidos em seus territórios na série histórica. 

Além do Nordeste, o Rio Grande do Sul e dois estados da Região Sudeste - São Paulo e Rio de Janeiro - também registraram um maior número de mortes do que nascimentos em abril.

Entre as capitais brasileiras, nove viram os óbitos superarem o número de nascidos vivos, sendo que em três delas isso ocorre pela primeira vez desde o início da série história, em 2003: São Paulo (SP), Curitiba (PR) e Vitória (ES). 

As outras seis - Rio de Janeiro (RJ), São Luís (MA), Porto Alegre (RS), Fortaleza (CE), Recife (PE) e Belo Horizonte (MG) - já haviam registrado este fenômeno em meses anteriores.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

© Todos os direitos reservados - 2021