Instituto mapeou 580 tiroteios ou disparos de armas de fogo na Região Metropolitana do Recife, nos primeiros meses de 2021

4 de mai. de 2021

/ by Blog da Noelia Brito


 Os números superam aqueles levantados para o mesmo período de 2020, quando houve 556 tiroteios/disparos de arma de fogo no Grande Recife que deixaram 600 baleados: 365 mortos e 235 feridos.

Entre janeiro e abril deste ano, o Instituto Fogo Cruzado, plataforma digital colaborativa que registra dados de violência armada nas regiões metropolitanas do Rio e do Recife, mapeou 580 tiroteios/disparos de arma de fogo na Região Metropolitana da Capital pernambucana, resultando em 619 pessoas baleadas: das quais 419 morreram e 200 ficaram feridas. Em 30 deles disparos ou trocas de tiros houve presença de agentes de segurança, aponta o estudo.

Os números superam aqueles levantados para o mesmo período de 2020, quando houve 556 tiroteios/disparos de arma de fogo no Grande Recife que deixaram 600 baleados: 365 mortos e 235 feridos. Em 38 destes tiroteios do ano passado, agentes de segurança estavam envolvidos.

Apenas no mês de abril deste ano, o Instituto Fogo Cruzado registrou 152 tiroteios/disparos de arma de fogo na Região Metropolitana do Recife – em 7 deles houve participação de agentes de segurança, com a morte de 1 agente que foi baleado no Grande Recife em abril, mas não sobreviveu. Em abril de 2020, foram 2 agentes baleados: todos morreram.

Em comparação com abril do ano passado, o número de tiroteios/disparos foi 3% menor: foram 157. Em 8 deles havia agentes de segurança em cena.

Dos 159 tiroteios ou disparos de armas de fogo registrados em abril, resultaram 121 mortes e 38 pessoas feridas. Já no mesmo mês de 2020, foram 178 baleadas: 103 mortas e 75 feridas. O número de mortos foi 17% maior neste ano, já o de feridos foi 49% menor.

Neste mês que passou, 21 de abril foi o dia com mais tiroteios/disparos de arma de fogo no Grande Recife: foram 10. Neste mesmo dia também houve o maior número de mortos: foram 8. Já o dia 6 de abril foi o dia com mais feridos, com 4 registros.

Nos 152 tiroteios acumulados no mês, em 75% deles (114) houve mortos, em 21% (32) houve feridos e em apenas 8% (12) não houve vítimas.

Locais afetados

Os municípios da Região Metropolitana do Recife que mais tiveram tiroteios no mês de abril, segundo o Fogo Cruzado, foram:

  • Recife: 63 tiroteios, 50 mortos e 14 feridos
  • Jaboatão dos Guararapes: 29 tiroteios, 21 mortos e 10 feridos
  • Cabo de Santo Agostinho: 14 tiroteios, 12 mortos e 1 feridos
  • Paulista: 14 tiroteios, 9 mortos e 5 feridos
  • Olinda: 11 tiroteios e 12 mortos

Já os bairros com mais tiroteios foram:

  • Passarinho, em Recife: 6 tiroteios, 3 mortos e 2 feridos
  • Ilha Joana Bezerra, em Recife: 5 tiroteios, 2 mortos e 1 ferido
  • Nova Descoberta, em Recife: 4 tiroteios, 4 mortos e 1 ferido
  • Ponte dos Carvalhos, em Cabo de Santo Agostinho: 4 tiroteios e 4 mortos
  • Dois Unidos, em Recife: 4 tiroteios, 3 mortos e 1 ferido
  • Macaxeira, em Recife: 4 tiroteios, 3 mortos
  • Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes: 4 tiroteios, 1 morto e 3 feridos

As vítimas da violência armada

  • Dos 121 mortos no Grande Recife em abril, 94% deles (114) eram homens e 6% (7) eram mulheres. Entre os 38 feridos, 92% (35) eram homens e 8% (3) eram mulheres.
  • Em abril, 32 pessoas foram baleadas no Grande Recife quando estavam dentro de casa: 24 morreram e 8 ficaram feridas. No mesmo período de 2020, foram 16 pessoas baleadas em casa: 14 mortas e 2 feridas. O número de baleadas dentro de casa aumentou 100% na comparação com abril de 2020.
  • 1 criança (com idade inferior a 12 anos), 9 adolescentes (com idade entre 12 anos e 18 anos incompletos) e 3 idosos (a partir de 60 anos) foram baleados na Região Metropolitana do Recife em abril: destes, 6 adolescentes e 3 idosos morreram. No mesmo período de 2020, foram 17 adolescentes e 1 idoso baleados: destes, 9 adolescentes e 1 idoso morreram.
  • Houve 7 casos de homicídios múltiplos** no Grande Recife em abril que deixaram 14 mortos no total (11 homens e 3 mulheres). Em abril do ano passado foram 5 casos que deixaram 11 mortos (5 homens e 6 mulheres).
  • 3 pessoas foram vítimas de bala perdida*** no Grande Recife em abril: todas sobreviveram. No mesmo período de 2020, 4 pessoas foram atingidas: também não houve mortos.
  • 2 motoristas de aplicativo foram baleados no Grande Recife em abril: 1 deles morreu. Em abril do ano passado 1 motorista de aplicativo foi baleado e sobreviveu.
  • 2 vendedores ambulantes foram baleados no Grande Recife em abril. Ambos morreram. No mesmo período do ano passado não houve vendedores ambulantes baleados.
  • Em abril, 2 pessoas foram baleadas quando estavam dentro de um bar, mas não resistiram. No mesmo mês do ano passado, foram 5 baleados dentro de bares: 3 morreram.
O levantamento completo pode ser acessado no https://fogocruzado.org.br/relatorio-grande-recife-abril-2021/.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

© Todos os direitos reservados - 2021