Ironia? João Paulo, na época no PT, indicou policial que aparece em vídeo espancando um menor para cargo na Comissão de Cidadania. João Braca também pediu colocação para Marinho

4 de mai. de 2021

/ by Blog da Noelia Brito

Cláudio Marinho recebe placa comemorativa pelos 25 anos do Sinpol. Foto: Divulgação/ALEPE

Com as malas prontas para voltar ao PT, o deputado estadual João Paulo Lima e Silva, hoje no PC do B e ex-prefeito do Recife, por dois mandatos, foi o responsável por lotar o policial civil Cláudio Marinho, hoje aposentado e que aparece num vídeo espancando um menor de idade a quem acusa de ter lhe ter furtado um colar, na Comissão de Cidadania, responsável pela defesa dos Direitos Humanos. O blog não reproduzirá o vídeo, pois o rapaz aparenta ser menor de idade.

"Eu vou dar uma lição nesse safado porque a Justiça não dá, a polícia não dá. Eu dou. Eu vim pra dar", afirma Cláudio Marinho, ao agredir o jovem, que chora e chama por Deus. Várias pessoas olham, mas ninguém faz nada. Uma mulher diz que é "mais um dia normal aqui na cidade". 

Portaria publicada no Diário Oficial de 20/05/1999 mostra João Paulo, na época presidente da Comissão, pedindo a lotação do policial naquela comissão:

O PRIMEIRO SECRETÁRIO DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE PERNAMBUCO, no uso de suas atribuições, tendo em vista o contido no Ofício nº 040/99, do Presidente da Comissão de Defesa da Cidadania, Deputado João Paulo, RESOLVE: lotar naquela Comissão, o funcionário CLÁUDIO MARINHO DA SILVA NETO, ora à disposição deste Poder, atribuindo-lhe gratificação de Representação, nos termos da Lei nº 11.641/99. Secretaria da Assembléia Legislativa do Estado de Pernambuco Em, 19 de maio de 1999 Deputado GUILHERME UCHÔA Primeiro Secretário 

Em 2001, quando João Paulo já era prefeito da Capital pernambucana, coube ao então deputado João Braga, pedir a benesse para o policial, que depois veio a ser presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco, apoiado pelos irmãos Sergio e Henrique Leite, o primeiro, deputado estadual e o segundo, vereador do Recife, na época petistas e ligados à CUT, Central que recebeu a filiação do Sinpol/PE, na gestão de Cláudio Marinho:

PORTARIA Nº _319_ O PRIMEIRO SECRETÁRIO DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE PERNAMBUCO, no uso de suas atribuições, tendo em vista o contido no Ofício nº 481530/2001, do Presidente da Comissão de Defesa da Cidadania, Deputado João Braga, RESOLVE: atribuir a CLÁUDIO MARINHO DA SILVA NETO, ora à disposição deste Poder, a gratificação de Representação prevista na Lei nº 11.641/99. Secretaria da Assembléia Legislativa do Estado de Pernambuco Em, 05 de dezembro de 2001 Deputado JOÃO NEGROMONTE Primeiro Secretário  

Em 2014, Marinho foi homenageado pela Assembleia Legislativa de Pernambuco, a pedido de Sergio Leite.  Naquele ano, o Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol) completava 25 anos de existência. Marinho, que presidia a entidade, recebeu uma placa comemorativa da Assembleia. 

 

Até o momento, a Comissão de Direitos Humanos, já integrada pelo agressor, não se pronunciou sobre o caso.

 

Em nota, a Polícia Civil de Pernambuco informou que "o comissário especial de Polícia Claudio Marinho da Silva Neto encontra-se aposentado desde novembro de 2014. Ao tomar conhecimento do fato, a Polícia Civil iniciou a apuração do caso através da Delegacia do Rio Branco, e adotará as providências cabíveis.

O blog tentou contato com o policial aposentado, mas não obteve sucesso.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

© Todos os direitos reservados - 2021