MPPE notifica Corregedoria da SDS para que informe pormenorizadamente as providências tomadas com relação à violência policial em protesto no Recife

31 de mai. de 2021

/ by Blog da Noelia Brito

Foto: Blog da Noelia Brito
 

Além das informações requisitadas à Corregedoria, o promotor de Justiça  Westei Conde y Martin Junior, da 7ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania, Promoção e Defesa dos Direitos Humanos e Controle Externo da Atividade Policial requisitou ao Centro Integrado de Comando e Controle – CICC/ SDS a remessa de cópia integral de todo material existente, produzido e/ou captado, relativo ao episódio (imagens de vídeos, áudios, fotografias, relatórios ou quaisquer outros documentos); à SDS cópia integral de todos os Termos Circunstanciados de Ocorrência /TCO’s eventualmente lavrados, relativos ao episódio; ao Comando-Geral da PMPE a relação nominal do efetivo lançado /empregado no evento, devendo especificar matrícula, posto/graduação e respectivas unidades de lotação.

O Ministério Público de Pernambuco instaurou um inquérito civil para investigar as denúncias de violência policial praticada pela Polícia Militar do Estado, durante os protestos realizados, no último sábado, 29, no Recife, contra o governo Bolsonaro.

Os atos de violência policial foram registrados em vídeos e resultaram em pelo menos duas pessoas gravemente feridas com balas de borracha, com a perda parcial da visão em ambos os casos.

Mais cedo publicamos um dos registros das agressões. No vídeo, que pode ser acessado AQUI, um policial mira na cabeça de um rapaz que atravessa uma das pontes no centro do Recife e o acerta a curta distância no olho. Em seguida os policiais se afastam sem prestar socorro à vítima que cai com a mão no olho atingido e é socorrido por populares.

Além das informações requisitadas à Corregedoria, o promotor de Justiça  Westei Conde y Martin Junior, da 7ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania, Promoção e Defesa dos Direitos Humanos e Controle Externo da Atividade Policial requisitou ao Centro Integrado de Comando e Controle – CICC/ SDS a remessa de cópia integral de todo material existente, produzido e/ou captado, relativo ao episódio (imagens de vídeos, áudios, fotografias, relatórios ou quaisquer outros documentos); à SDS cópia integral de todos os Termos Circunstanciados de Ocorrência /TCO’s eventualmente lavrados, relativos ao episódio; ao Comando-Geral da PMPE a relação nominal do efetivo lançado /empregado no evento, devendo especificar matrícula, posto/graduação e respectivas unidades de lotação.

Além disso, o promotor solicitou, à Coordenação da Central de Inquéritos da Capital /MPPE, o agendamento de reunião conjunta de trabalho para tratar da apuração dos crimes, em tese, praticados por membros da PMPE no episódio, além da juntada aos autos  de conteúdos, em distintos formatos, veiculados pelos meios de comunicação social tradicionais e digitais e cópias de eventuais notas de repúdio produzidas, bem como quaisquer outros documentos que possam subsidiar a investigação, além de cópia do Decreto nº 50.752, de 24 de maio de 2021.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

© Todos os direitos reservados - 2021