PRTB nega entregar comando a Bolsonaro e presidente continua sem partido

17 de mai. de 2021

/ by Blog da Noelia Brito

 

Família de Levy Fidelix negou dar carta branca ao presidente para alterar comando de diretórios estaduais e ter peso nas decisões da Executiva Nacional
 

As tratativas de Bolsonaro com a família de Levy Fidelix deram em água após a negativa dos herdeiros concederem o comando da sigla e carta branca para que Bolsonaro interferisse nos Diretórios Estaduais do PRTB. Com isso, o presidente segue sem Partido para disputar a reeleição. 

A conversa com Bolsonaro era conduzida pelos filhos de Levy, fundador do partido, após a morte do pai, mas a viúva de Fidelix não aceitou as exigências de Bolsonaro.

Segundo o Estadão, a volta de Bolsonaro ao PSL também está descartada, já que o vice-presidente do PSL, Antonio Rueda, era quem liderava o diálogo com Bolsonaro, mas, segundo auxiliaresdo presidente disseram ao jornal, Rueda fez várias promessas de entregar o comando do partido a Bolsonaro, mas recuou na hora de se comprometer e firmar um acordo sobre isso. Bolsonaro deixou o PSL em novembro de 2019 após desavenças com o presidente da sigla, pelo controle do caixa, o deputado Luciano Bivar (PE). A legenda de Luciano Bivar deve recever em 2021 a maior fatia dos recursos públicos destinados a partidos, de R$ 103,2 milhões.

Ouvidos pelo Estadão, de integrantes da cúpula do PSL disseram que, para voltar à sigla, Bolsonaro cobrou um "alinhamento ideológico" e a expulsão de deputados que têm feito críticas mais fortes a ele, como Júnior Bozzella (PSL-SP), Julian Lemos (PSL-PB), Joice Hasselmann (PSL-SP) e Delegado Waldir (PSL-GO).

Nenhum comentário

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

© Todos os direitos reservados - 2021