TCE/PE vê irregularidades em obras de R$ 7,2 milhões das estações de BRT e manda Grande Recife suspender pagamento

11 de mai. de 2021

/ by Blog da Noelia Brito
Estação Shopping Paulista North Way (Foto: Reprodução/Auditoria do TCE/PE)

A Auditoria do TCE/PE detectou que os serviços estão sendo realizados com a utilização de materiais de qualidade inferior à contratada, por isso, o conselheiro Marcos Loreto expediu Medida Cautelar suspendendo os pagamentos do Consórcio de Transportes da Região Metropolitana às empresas responsáveis pelas obras.

O conselheiro Marcos Loreto expediu, nesta segunda-feira (10), uma Medida Cautelar suspendendo os pagamentos do Consórcio de Transportes da Região Metropolitana às empresas contratadas para manutenção corretiva, preventiva e de reparos emergenciais nas estações de BRT dos corredores Norte/Sul e Leste/Oeste e Terminais Integrados de Passageiros - TI. A decisão (nº 21100318-9) abrange lotes dos contratos nº 014, nº 018 e nº 019, todos de 2020.

Segundo relatório de auditoria da equipe técnica do TCE, várias incongruências foram identificadas na execução dos contratos referentes a obras nos corredores Norte/Sul e Leste/Oeste e nos Terminais Integrados de Passageiros. Os serviços estão sendo realizados em desconformidade com o que foi contratado, a exemplo de, em determinados casos, utilização de materiais de qualidade inferior ao que foi estabelecido. 
 
"Realizada a inspeção no local foram obtidos os elementos necessários à análise da irregularidade na execução de serviços, que apontam o fornecimento de material de qualidade inferior e diferente do especificado. Os revestimentos de paredes e pisos aplicados na obra apresentam defeitos como manchas visíveis e dimensões irregulares das cerâmicas instaladas, que atestam que elas não são 'tipo A', nem 'PEI-5', conforme especificado em edital", aponta a Auditoria.
 
Cerâmica aplicada é de qualidade inferior à contratada (Foto: Reprodução/TCEPE)  
Torneira de jardim preta de plástico, instalada na parede e adaptada para mictório (Foto: Reprodução/TCEPE)

O valor total contratado para execução dos serviços de manutenção é de R$7.842.076,64 correspondendo aos 03 contratos de manutenção, para o período de 12 meses. O Blog apurou que o Grande Recife já notificou as três empresas para que realizem os reparos.