Assembleia dos professores municipais decide manter estado de greve mesmo com a divulgação do plano de retomada da educação da Prefeitura do Recife

11 de jun. de 2021

/ by Blog da Noelia Brito
Foto: Reprodução

Na mesma manhã em que a Prefeitura do Recife anunciou plano de reabertura das escolas municipais, nesta quinta-feira (10), a categoria dos trabalhadores da educação pública do Recife, em Assembleia Geral, votou pela manutenção das atividades exclusivamente remotas e seguirá em Estado de Greve até que haja a chamada imunização de rebanho, que de acordo com a OMS varia entre 60 e 80% da população vacinada.

 

A Prefeitura do Recife anunciou o retorno com ensino híbrido e retomada em etapas a partir do dia 22 de julho, a partir dos anos finais até os anos iniciais no dia 03 de agosto, quando também seriam retomadas Educação de Jovens e Adultos (EJA) e creches.

De acordo com Secretaria de Educação do Recife, foi criado o Protocolo Sanitário para a Educação do Recife, entretanto, o Sindicato dos profissionais de Educação do Recife pondera que pesquisa realizada com profissionais da categoria mostra que 98% dos 536 professores que responderam ao questionário se sentem inseguros com a possibilidade do retorno sem vacina, 94,3% acreditam que protocolos sanitários não serão suficientes para garantir o distanciamento mesmo em sistema de rodízio. Problemas estruturais também se destacaram na pesquisa, que aponta que apenas 19% das escolas têm janelas em todas as salas de aula e 17% relatam que as pias e vasos sanitários estavam funcionando em plena capacidade antes da pandemia, situações que também foram objeto de estudo de auditoria pelo Tribunal de Contas de Pernambuco em dezembro de 2020.

“Diante do alto índice de contaminação e morte pela covid-19 no Estado, somada a 97% de ocupação dos leitos das UTIs, qualquer anúncio de retorno das atividades presenciais é uma temeridade. As escolas do Recife não conseguem garantir minimamente o distanciamento social no seu espaço interno. O histórico problema na estrutura física das escolas não foi resolvido”, destaca a Coordenadora Geral do Simpere, Claudia Ribeiro.

Enquanto isso, diz o Simpere, nem todos os profissionais da educação foram vacinados ainda e o Recife está apenas com 15% de sua população vacinada com as duas doses (234 mil de 1,555 milhões de habitantes), sem levar em consideração o tempo de imunização que é de aproximadamente 1 mês após a 2ª dose.

 

Nenhum comentário

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

© Todos os direitos reservados - 2021