Balanço da gestão de Carla Patrícia à frente da PF de Pernambuco aponta apreensão de R$ 1,2 bi em 76 operações, com 305 prisões e 630 buscas e apreensões

7 de jun. de 2021

/ by Blog da Noelia Brito

Carla Patrícia entrega o comando da PF em Pernambuco com recorde de Operações
 

Segundo a nota da PF, desde o início do ano passado até esse mês de maio, a Superintendência da Polícia Federal em Pernambuco foram apreendidos, na intenção de reparar danos causados pelo crime organizado, mais de R$ 1.2 bilhões. Esse valor veio como resultado da deflagração de 76 operações policiais, uma marca de quase 5 operações por mês. Foram cumpridos, ao longo dessas operações, 630 mandados de busca e apreensão, 305 prisões, além do resgate de 10 adultos em situação de trabalho escravo e 3 crianças vítimas de exploração sexual.

A Polícia Federal em Pernambuco divulgou, há pouco, o balanço da atuação da instituição durante o período em que a delegada Carla Patrícia Cintra esteve à frente da corporação no Estado.

Na manhã de hoje, o Ministério da Justiça publicou as portarias efetivando a mudança de comando, com a saída de Carla Cintra e a entrada de Daniel Granjeiro no posto.

Segundo a nota da PF, desde o início do ano passado até esse mês de maio, a Superintendência da Polícia Federal em Pernambuco foram apreendidos, na intenção de reparar danos causados pelo crime organizado, mais de R$ 1.2 bilhões. Esse valor veio como resultado da deflagração de 76 operações policiais, uma marca de quase 5 operações por mês. Foram cumpridos, ao longo dessas operações, 630 mandados de busca e apreensão, 305 prisões, além do resgate de 10 adultos em situação de trabalho escravo e 3 crianças vítimas de exploração sexual. 

Na repressão ao tráfico de drogas, a Polícia Federal, em Pernambuco, apreendeu 3,37 toneladas de cocaína, 4,93 toneladas de maconha, 3.881 comprimido de ecstasy, além da erradicação de cerca de 2,3 milhões de pés de maconha, no interior do estado, em operações conjuntas com outros órgãos de Segurança Pública, o que equivale a 781 toneladas da droga, se ela fosse preparada para o consumo. 

Com relação aos serviços de atendimento ao público, foram emitidos 5.916 registros de armas de fogo, 700 processos de produtos químicos analisados e 59 fiscalizações a empresas do setor. 

Também houve a vistoria de 70 empresas de vigilância privada, 773 agências bancárias foram fiscalizadas e 286 turmas de formação de vigilantes foram homologadas. 

O atendimento ao passaporte também foi destaque, figurando como um dos melhores do Brasil, atingindos a marca de 30.822 passaportes emitidos, somando-se as unidades do Rio Mar (Recife), Caruaru e Salgueiro. Também foram realizados um total de mais de 159.122 atendimentos a estrangeiros como processos de naturalização, notificações, autos de infração expedidos, emissões de carteiras de estrangeiro, dentre outros. 

A representação da Interpol da PF em Pernambuco realizou o resgate de uma brasileira mantida em cárcere privado no exterior, 23 difusões vermelhas e 05 pedidos de cooperação policial a autoridades estrangeiras, 4 prisões de procurados internacionais, localização de 1 menor oculto em outro país e o resgate de um adulto, também em país estrangeiro. 

O setor de perícia federal realizou mais de 1155 procedimentos periciais dentre laudos de diversas especialidades, perícia de locais de crimes, acompanhamento de operações policiais, identificações criminais, produção de 81 informações técnicas, identificação de estrangeiros e laudos datiloscópicos. "Mesmo durante esse difícil período de pandemia em que estamos vivendo, a Polícia Federal em Pernambuco segue cumprindo sua missão de servir à sociedade, trabalhando com afinco e resguardando os direitos de todos os cidadãos", finalizou a nota da Comunicação Social da SR/PF/PE.

 Confiram o vídeo com o balanço:

 




 

Nenhum comentário

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

© Todos os direitos reservados - 2021