Cai o Comandante da PM de Pernambuco após repercussão de violência policial em protestos contra Bolsonaro

1 de jun. de 2021

/ by Blog da Noelia Brito
Foto: Reprodução

 

A saída do coronel Vanildo Maranhão se dá em meio aos questionamentos sobre a identidade da autoridade que ordenou que  o Batalhão de Choque atacasse manifestantes pacíficos durante protesto contra Jair Bolsonaro, no Centro do Recife no último dia 29. Na ação, duas pessoas atingidas por balas de borracha ficaram cegas. Durante o protesto, a vereadora do PT, no Recife, Liana Cirne, foi atingida nos olhos por spray de pimenta injetado de dentro de uma viatura da Rádio Patrulha.

Por meio de nota, o governador Paulo Câmara informou que aceitou, no início da noite de hoje, 1º, o pedido de exoneração do comandante geral da Polícia Militar de Pernambuco, Vanildo Maranhão que será substituído pelo coronel José Roberto Santana que atualmente ocupava o cargo de diretor de Planejamento Operacional da PM.

A saída do coronel Vanildo Maranhão se dá em meio aos questionamentos sobre a identidade da autoridade que ordenou que  o Batalhão de Choque atacasse manifestantes pacíficos durante protesto contra Jair Bolsonaro, no Centro do Recife no último dia 29. Na ação, duas pessoas atingidas por balas de borracha ficaram cegas. Durante o protesto, a vereadora do PT, no Recife, Liana Cirne, foi atingida nos olhos por spray de pimenta injetado de dentro de uma viatura da Rádio Patrulha.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

© Todos os direitos reservados - 2021