Renan pede quebra de sigilos de assessora de Bolsonaro na CPI da Pandemia

23 de jun. de 2021

/ by Blog da Noelia Brito

Wassef é advogado da família Bolsonaro
 

Namorada do advogado da família Bolsonaro, Frederico Wassef, Thais Amaral Moura foi a responsável por compor os requerimentos apresentados por aliados do presidente Jair Bolsonaro na CPI da Covid e seria o elo entre o Planalto e a empresa Precisa Medicamentos, investigada por intermediar compra de vacina com 1000% de superfaturamento

Um requerimento do relator da CPI da Pandemia, Renan Calheiros, pede que a CPI quebre os sigilos de Thais Amaral Moura, assessora do Palácio do Planalto. Ela foi a responsável por compor os requerimentos apresentados por aliados do presidente Jair Bolsonaro na CPI da Covid. Ainda de acordo com o requerimento, Thais Amaral é namorada de Fred Wassef, advogado da família Bolsonaro. Ambos aparecem em público desde fevereiro, indo a jantares e eventos do governo. As informações foram apuradas pela jornalista Malu Gaspar, do jornal O Globo. Nas solicitações feitas por Thais, constavam pedidos por mais médicos defensores do uso da cloroquina no tratamento contra o coronavírus para prestar depoimentos na CPI, como o João Rodrigues, prefeito de Chapecó e defensor do tratamento precoce. 

O objetivo desses requerimentos seria incluir tais médicos como testemunhas da CPI da Pandemia e, por seus depoimentos, demonstrar que declarações do Presidente da República em favor do uso da cloroquina, ivermectina e outros levariam em consideração a opinião de especialistas. 

Calheiros ainda afirma que "informações recebidas pela Comissão Parlamentar de Inquérito apontam Thais Amaral Moura como um possível elo entre o governo Bolsonaro e empresa Precisa Medicamentos, sendo assim, é de extrema importância, o levantamento e transferência dos referidos dados e informações, para esclarecimentos e trabalhos desta comissão"

A Precisa Medicamentos é investigada pelo Ministério Público Federal por intermediar a compra da vacina Covaxin com 1000% de superfaturamento pelo governo Bolsonato.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

© Todos os direitos reservados - 2021