Alexandre de Moraes afasta delegado da PF do inquérito sobre invasão no TSE e manda instaurar inquérito disciplinar contra o policial

12 de ago. de 2021

/ by Blog da Noelia Brito
Foto: Reprodução 


Ministro ainda encaminhou “requisição ao Diretor-Geral da Polícia Federal de instauração de procedimento disciplinar para apurar os fatos (divulgação de segredo); que, igualmente, deverá providenciar a substituição da autoridade policial”. Além disso, Moraes tornou o presidente da República investigado no STF, agora por vazamento de informações sigilosas

Além de abrir investigação contra Jair Bolsonaro e o deputado Felipe Barros por vazamento do inquérito sigiloso que apura na Polícia Federal o ataque hacker sofrido pela Justiça Eleitoral, o ministro Alexandre de Moraes, do STF, determinou nesta quinta o afastamento do delegado da Victor Neves Feitosa Campo da presidência do Inquérito nº 1361/2018-4/DF.

O ministro ainda encaminhou “requisição ao Diretor-Geral da Polícia Federal de instauração de procedimento disciplinar para apurar os fatos (divulgação de segredo); que, igualmente, deverá providenciar a substituição da autoridade policial”, como diz a decisão.

O magistrado ainda determinou a oitiva de dois dos envolvidos na divulgação dos dados sigilosos, o próprio delegado e o deputado Barros.

A informação é da Coluna Radar, da Veja.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

© Todos os direitos reservados - 2021