Deputado bolsonarista se revolta: 'A redação partiu de Temer, responsável pela estadia do déspota Alexandre de Moraes numa cadeira do Supremo'

10 de set. de 2021

/ by Blog da Noelia Brito

 

Deputado Otoni de Paula é um dos bolsonaristas que tietaram o ex-assessor de Flavio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, apontado como cabeça do esquema das "rachadinhas" da família Bolsoanro/Foto:Reprodução

O deputado disse ainda que estão tentando transformar Bolsonaro em "leão que ruge, mas vira gatinho".

Da tribuna da Câmara dos Deputados, o parlamentar bolsonarista Otoni de Paula, que foi alvo de buscas e apreensões ordenadas por Alexandre de Moraes, no inquérito que investiga os chamados atos antidemocráticos, destilou toda a sua indignação com a carta de desculpas de Bolsonaro endereçada ao ministro do STF.

Segundo o deputado, o que mais o entristece é o presidente ter assinado uma nota feita pelo responsável pela indicação de Alexandre de Moraes ao Supremo.


"A redação partiu de Temer, responsável pela estadia do déspota Alexandre de Moraes numa cadeira do Supremo. Sim, o presidente da República assinou nota do pai do déspota, de quem colocou o ditador da toga naquela cadeira", reclamou Otoni, que ainda alertou que não é "tempo de paz" e que, para isso, a nota de Bolsonaro deveria ter sido conjunta com o Supremo, mas veio de um lado só, o de Bolsonaro, sem que Moraes tivesse dado qualquer contrapartida. O deputado disse ainda que estão tentando transformar Bolsonaro em "leão que ruge, mas vira gatinho".

Nenhum comentário

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

© Todos os direitos reservados - 2021