Priscila Krause pede afastamento de secretário do governo Paulo Câmara alvo da Polícia Federal

15 de out. de 2021

/ by Blog da Noelia Brito

Foto: Reprodução/Twitter

 

Para a parlamentar, manter Renato Thiebaut no cargo é concordar com os ilícitos. Segundo a Polícia Federal, que chegou a pedir a prisão e o afastamento do Secretário do Gabinete de Projetos Estratégicos de Pernambuco, Thiebaut mora sem qualquer custo em um apartamento de propriedade do empresário Sebastião Figueiroa, avaliado em R$ 1,2 milhão. Só do Estado de Pernambuco, as empresas de Figueiroa já teriam recebidos mais de R$ 126 milhões.

A deputada estadual Priscila Krause (DEM) afirmou através de sua conta no Twitter que o governador Paulo Câmara (PSB) precisa afastar do cargo de secretário o chefe do Gabinete de Projetos Estratégicos do governo de Pernambuco, Renato Xavier Thiebaut, alvo da Operação Payback, deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta sexta-feira (15). Ela afirmou que “manter como está é concordar com os ilícitos” apurados pelo órgão policial. 

“É a segunda vez que a secretaria que cuida dos projetos estratégicos do governo do PSB é alvo da PF. Na primeira, Paulo Câmara nada fez. Secretário muito influente na cúpula do governo recebia segundo a PF vantagens de grandes fornecedores do Estado – reformas e moradias”, completou. 

SAIBA MAIS

Operação Payback: Secretário de Paulo Câmara mora de graça em apartamento de luxo de fornecedor, aponta PF, mas TRF5 nega afastamento do cargo e prisão pedidos pela Polícia Federal 

Ainda de acordo com Priscila Krause, a operação de hoje é a continuidade da Operação Articulata, deflagrada em dezembro de 2020, que por sua vez foi originada da Operação Casa de Papel, uma das sete investigações instauradas no âmbito da Prefeitura do Recife em decorrência de investigações nos gastos Covid-19. 

A parlamentar lembrou que a gestão estadual “vai seguindo a mesma linha da gestão do PSB no Recife, elevando a corrupção ao pedestal de símbolo e marca”. Conforme as informações divulgadas pela Polícia Federal, parte dos fornecedores que teriam garantido vantagens ao secretário estadual - como a sua moradia no Recife - também são investigados por comandarem, através de laranjas, empresas que venderam, via dispensa de licitação, materiais superfaturados e superdimensionados para a administração Geraldo Julio durante a pandemia (AJS Comércio e Saúde Brasil Comércio de Materiais Médicos). 

Chefe do Gabinete de Projetos Estratégicos do governo de Pernambuco desde o início da primeira administração Paulo Câmara, em 2015, Renato Thiebaut é responsável por gerir e articular ações estratégias da administração estadual. No escopo de suas atividades estão obras como a construção do Hospital Governador Eduardo Campos, em Serra Talhada, do Centro Integrado de Ressocialização de Itaquitinga e das UPAs de Carpina e de Escada, por exemplo. Renato Thiebaut foi assessor parlamentar do então deputado federal Eduardo Campos entre 2002 e 2004, chefe de gabinete do ministério de Ciência e Tecnologia na gestão do ex-ministro Eduardo Campos (2004 e 2005). Enquanto Eduardo foi governador, Thiebaut ocupou o comando da sua chefia de gabinete (2007 a 2014).

 





Nenhum comentário

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

© Todos os direitos reservados - 2021