Polícia Federal apura se deputada Marília Arraes obteve dinheiro de empresário apontado como agiota e operador de esquema de desvios em Pernambuco nas eleições de 2020. Revelação é do Painel da Folha

29 de nov. de 2021

/ by Blog da Noelia Brito

Marília Arraes e o marido André Cacau

 Áudios e diálogos atribuídos a André Cacau, marido da deputada federal Marília Arraes, apreendidos no âmbito da Operação Casa de Papel, em celular vinculado ao empresário Sebastião Figueiroa, mostraram uma pessoa que se identificou como marido da parlamentar pedindo de R$ 1 mihão a Figueiroa: "a possível menção por parte do interlocutor a respeito da maneira como o empréstimo seria pago (“educação tudo encaminhado”)" seria uma "provável referência à posterior contratação das empresas controladas por SEBASTIÃO FIGUEIROA (geralmente relacionadas à atividade gráfica) com recursos que deveriam ser destinados à educação", diz a PF.

Em nota, Marília Arraes nega envolvimento do marido com Figueiroa, a quem atribui ligação com o PSB, partido que, segundo ela, fez "uma das mais vis e agressivas campanhas, baseadas em inverdades e fake news".

A Coluna Painel, da Folha de São Paulo, revelou, no último fim de semana, que a Polícia Federal investiga se a campanha de Marília Arraes (PT-PE) para a Prefeitura de Recife em 2020 usou dinheiro de caixa 2 obtido por meio de empréstimo junto ao empresário Sebastião Figueroa, apontado pela PF como agiota e operador de um esquema de desvios em contratos municipais e estaduais em Pernambuco.

Segundo a coluna, a Justiça autorizou a abertura da investigação eleitoral após a PF produzir em janeiro um relatório sobre conversas de Sebastião Figueiroa e André de Souza, conhecido como André Cacau, atual marido da deputada.

O material foi encontrado no celular do motorista do empresário em uma das operações em que ele é alvo. Sebastião Figueiroa foi alvo da Polícia Federal por suspeita de envolvimento em contratos fraudulentos com várias Prefeituras, inclusive a do Recife, na época governada por Geraldo Julio do PSB e de Petrolina, sob a gestão de Miguel Coelho, filho do líder de Bolsonaro no Senado. Duas operações também se voltaram à investigação de suspeitas de pagamentos de subornos ao secretário do governo de Pernambuco, Renato Thiebaut.

Segundo a PF, André Cacau pede na conversa um empréstimo para Figueiroa no valor de R$ 1 milhão, em duas parcelas de R$ 500 mil. 

"O áudio que inicia a conversa (21:54:59h) possui o seguinte teor: “FIGUEIROA, aqui é CACAU, esposo de MARÍLIA. Tô tentando falar com você nesse número e você não me atende. Me retorne nesse número.” 16. Em seguida, às 22:10:37h, JOSÉ GOMES FERREIRA lhe responde com o seguinte áudio: “Boa noite, meu amigo. Aqui é o motorista dele. Ele já tá em casa. Amanhã, logo pela manhã, quando der, ligue pra ele. Ele tá esperando você pra falar com você, viu”. 17. O restante do diálogo, por ser em formato de texto, segue abaixo colacionado:"


"Consoante se observa, o objeto da conversa do interlocutor com SEBASTIÃO FIGUEIROA seria um possível empréstimo de valores, sendo meio milhão de reais a serem recebidos amanhã (in casu, no dia 26/11/2020) e outro meio milhão de reais a serem recebidos na quinta-feira seguinte (“preciso de meio amanhã e meio Quinta”). 19. Considerando a data da conversa, isto é, ocorrida nos dias 25 e 26/11/2020, justamente no intervalo entre o primeiro e o segundo turno da eleição municipal à qual a candidata MARÍLIA ARRAES estava concorrendo, é bem razoável supor que os valores solicitados a título de empréstimo pelo interlocutor que se identificou como CACAU tivesse por propósito serem utilizados na referida campanha política", diz a PF.

E prossegue: "Aliás, isso justificaria a perceptível urgência do interlocutor em tentar falar com SEBASTIÃO FIGUEIROA, que num curto espaço de menos de vinte minutos encaminha três mensagens ressaltando a necessidade de contato com este último (21:59h – “tô tentando falar com você nesse número e você não me atende”; 22:14h – “preciso falar com vc“; 22:18h – “amigo, vc não responde. Vou ligar pra gráfica amanhã”). 21. Por outro lado, sobreleva notar que SEBASTIÃO FIGUEIROA é conhecido agiota e financiador de campanhas, possuindo bastante disponibilidade de recursos financeiros em espécie, conforme demonstrado no tópico anterior, e os fatos em tela se sucederam praticamente às vésperas do segundo turno do pleito eleitoral, ocorrido no dia 30 de novembro do ano passado."

Ainda segundo a Polícia Federal, "a possível menção por parte do interlocutor a respeito da maneira como o empréstimo seria pago (“educação tudo encaminhado”)" seria uma "provável referência à posterior contratação das empresas controladas por SEBASTIÃO FIGUEIROA (geralmente relacionadas à atividade gráfica) com recursos que deveriam ser destinados à educação" E conclui: "o próprio interlocutor demonstra ter conhecimento da ilicitude de seu pedido, ao mencionar “fala só comigo aqui” (sic), evitando o envolvimento de terceiros. 25. Em resposta, no dia seguinte, SEBASTIÃO FIGUEIROA – possivelmente utilizando o telefone de seu motorista – indica ao interlocutor um novo número em que poderia ser contatado, cadastrado no celular sob o codinome de FIFI, apelido usualmente dado a FIGUEIROA. Referido telefone celular, até então, era desconhecido da investigação e não fora apreendido, razão pela qual não é possível precisar se os valores foram efetivamente emprestados ou não".

A deputada em nota enviada pela assessoria à Coluna Painel, afirmou que o marido não tem qualquer tipo de relação com Figueiroa e após ser informada da investigação pelos advogados pediu perícia nos áudios para mostrar que a voz não é a dele.

Marília Arraes no texto atrela Figueiroa ao PSB e diz que na disputa em 2020 o partido fez "uma das mais vis e agressivas campanhas, baseadas em inverdades e fake news". A parlamentar ainda diz estar admirada pelo fato do caso ter sido informado à imprensa logo após ter encontrado Jair Bolsonaro e feito discurso crítico ao presidente na Câmara.

 

Nenhum comentário

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

© Todos os direitos reservados - 2021