Portal da Transparência mostra aumento vertiginoso de compras à empresa alvo da PF pela PCR ao longo dos anos

10 de dez. de 2021

/ by Blog da Noelia Brito

Foto: Divulgação/Polícia Federal

Em 2020, em plena pandemia e com as escolas fechadas, a Secretaria de Educação do Recife despendeu nada menos que R$ 18.464.074,81, dos quais R$ 13.806.736,65 foram gastos para aquisição de livros para bibliotecas públicas adquiridas a empresa alvo da Operação Literatus, da Polícia Federal em conjunto com o MPF e a CGU. Em 2021, o Portal da Transparência registrou em um único dia, ou seja, em 04/03/2021, pagamentos referentes a empenhos migrados do exercício de 2020, num total de R$ 8.541.049,00.

 

Fundada em 2011, pelo empresário Antonio Fernando Mendes da Silva Junior, mais conhecido como "Júnior da Jaqueira", numa alusão à Livraria Jaqueira, em sociedade com Gustavo Pereira Mendes, a empresa Pontual Distribuidora Ltda. obteve seu primeiro contrato com a Prefeitura do Recife em 2013. Na época, o valor não passou de R$ 26.990,00.

Foi somente em 2017, que o Portal da Transparência registrou o pagamento de empenhos que totalizaram nada menos que R$ 4.803.328,58 à empresa do grupo familiar mais conhecido por ser proprietário da Livraria Jaqueira, localizada no Bairro de mesmo nome e que abriu mais recentemente uma filial na área externa do Paço Alfândega, no Recife Antigo.

Em 2018, o valor pago à Pontual quase que triplicou, chegando a R$ 12.751.378,22 para em 2019 cair para R$ 941.279,94.

Em 2020, em plena pandemia e com as escolas fechadas, a Secretaria de Educação do Recife despendeu nada menos que R$ 18.464.074,81, dos quais R$ 13.806.736,65 foram gastos para aquisição de livros para bibliotecas públicas.

Foto: Portal da Transparência da PCR


Em 2021, o Portal da Transparência registrou em um único dia, ou seja, em 04/03/2021, pagamentos referentes a empenhos migrados do exercício de 2020, num total de R$ 8.541.049,00.




SAIBA MAIS

Empresas pernambucanas são alvo de Operação contra esquema nacional de fraudes em contratos da Educação. Governo de Pernambuco e Prefeitura do Recife entre os alvos.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

© Todos os direitos reservados - 2021