Agravamento da pandemia: MPs se reúnem com secretários e estado cumprirá recomendação do ‘passaporte de vacina’ em escolas da PB

11 de fev. de 2022

/ by Blog da Noelia Brito
Imagem: Felicities em Freepik



Secretário de Saúde informou que “há poucas UTIs pediátricas no estado da Paraíba”



Membros do Ministério Público do Trabalho na Paraíba (MPT-PB), Ministério Público Estadual (MPPB) e Ministério Público Federal (MPF) se reuniram, na tarde da terça-feira (8/2), com os secretários de Estado da Educação e Saúde para discutir a implantação do ‘passaporte de vacina’ em escolas da Paraíba. Na oportunidade, os gestores afirmaram que o estado atenderá a recomendação ministerial que determina a exigência do ‘passaporte vacinal’ e outras medidas para garantir a proteção de crianças, adolescentes e trabalhadores da educação diante do agravamento da pandemia da covid-19.

Durante a audiência, o secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, informou que, para tratar dessa questão, haverá reunião com o governador na próxima segunda-feira (14).

Os membros do Ministério Público expuseram a necessidade de proteção da vida em ambiente escolar, principalmente em período de pandemia e com a vacinação infanto-juvenil ainda em fase inicial. Informaram que estavam flexíveis para ouvir os secretários acerca da viabilidade de implantação da recomendação com o objetivo de preservar a vida humana.

A audiência foi realizada por videoconferência, com a participação da promotora de Justiça substituta de Defesa da Criança e do Adolescente da Capital, Soraya Soares da Nóbrega, do procurador da República dos Direitos do Cidadão adjunto, José Godoy Bezerra de Sousa e do procurador do Trabalho Eduardo Varandas Araruna.

Poucas UTIs pediátricas - O secretário de Saúde Geraldo Medeiros se mostrou preocupado com o agravamento da pandemia e informou que o pico de incidência de contaminação e mortes será na 2ª quinzena de março deste ano. Ele falou sobre as dificuldades no enfrentamento da pandemia e advertiu que “há poucas UTIs pediátricas no Estado da Paraíba”.

“Não há dúvidas em não protelar o início das aulas. É importante ressalvar a segurança da vacinação para afastar o temor dos pais. A vacina da Pfizer já foi utilizada em mais de 10 milhões de crianças, sem efeitos adversos consideráveis. Ainda assim, houve superlotação das UTIs pediátricas nos Estados Unidos”, disse o secretário Geraldo Medeiros, informando que “já foram distribuídas 240 mil doses na Paraíba, muito embora só se registra o número de 4% das crianças vacinadas”.

Perguntado pelo Ministério Público sobre o quantitativo de doses, o secretário de Saúde esclareceu que o estoque de vacinas é suficiente. “A SES tem ocupado a mídia para dirimir as dúvidas no combate às ‘fake news’”, afirmou Geraldo Medeiros. Sobre o ‘passaporte vacinal’, ele disse que “já existe lei que torna obrigatória a exigência do registro para funcionários públicos” e enfatizou que “é importante exigir o passaporte de vacina nas escolas”.

Acesso à educação garantido - O secretário de Estado da Educação, Cláudio Benedito Silva Furtado, disse que “o governo tem extrema preocupação com o acesso à educação no período de pandemia” e que “foi verificado que há um grande percentual de profissionais de educação já vacinados”.

Ele expressou a importância de os alunos estarem vacinados para frequentarem as atividades escolares presenciais, de acordo com agenda vacinal do Ministério da Saúde. Entendeu que é importante a atuação do MP em relação ao “passaporte vacinal” e pontuou a importância das campanhas educativas como incentivo à vacinação.

Membros do MP e secretários deixaram claro que nenhum estudante ficará sem acesso às aulas, já que serão ministradas de forma híbrida (presencial e remota), assegurando aos não vacinados o acesso à educação.

Recomendação conjunta - Em janeiro deste ano, foi expedida uma recomendação conjunta pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), Ministério Público Federal (MPF) e Ministério Público da Paraíba (MPPB), com o objetivo de assegurar a implantação do ‘passaporte de vacina’ nas escolas públicas e privadas da Capital, além de outras medidas sanitárias para garantir a vacinação e a proteção de crianças, adolescentes e trabalhadores da educação.

Texto produzido pela Ascom/MPT-PB e reproduzido com alterações.


Assessoria de Comunicação
Ministério Público Federal na Paraíba
Telefone fixo: (83) 3044-6258
WhatsApp: (83) 9.9132-6751 (exclusivo para atendimento a jornalistas - das 10h às 17h)
Telefone para atendimento ao cidadão em geral: (83) 9.9108-0933 (das 8h às 15h)
Twitter: @MPF_PB
Youtube: MPFPB
Relacionadas

Sindicato das Escolas Particulares da Paraíba deve comunicar imediatamente escolas sobre exigência do passaporte vacinal, recomendam MPF, MPPB e MPT


registrado em: *covid19 *PFDC Vacina #PRDC Passaporte *MPFDestaque-inferior2_SECOM


Navegação
Notícias
Atendimento a jornalistas
Relatórios do CEDH-PB
Áudios
Concurso: Selo de Proteção do Gramame
Cartilha O Direito em Suas Mãos
Contatos
Endereço da Unidade


Av. Epitácio Pessoa, 1800

Expedicionários- João Pessoa/PB

CEP: 58041-006Recepção: (83) 3044-6200

Atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h. Durante a pandemia da covid-19, o atendimento ao público se mantém, preferencialmente, pelo app MPF Serviços e pelo Protocolo Eletrônico. Caso persistam dúvidas, devem ser esclarecidas por telefone e e-mail.


Para o Cidadão: (83) 9.9108-0933

MPF Serviços

Protocolo Eletrônico

Peticionamento Eletrônico

Contatos telefônicos

Plantão Jurídico

Gabinete do Procurador-chefe:

prpb-gabpc@mpf.mp.br

Assessoria de Comunicação:

prpb-ascom@mpf.mp.br
Como chegar

Sites relacionados

Área Restrita



Correio Eletrônico

NetStorage

Intranet


Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o www.mpf.mp.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse nossa Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.Aceito

Mapa do site
Acessar

Contatos
Procuradoria-Geral da República
SAF Sul Quadra 4 Conjunto C
Brasília/DF – CEP 70050-900
Tel.: (61) 3105-5100
Lista de Contatos das salas de atendimento ao cidadão em todo país
Atendimento de segunda a sexta das 10h às 18h
Atendimento à Imprensa

Informações das Unidades do MPF




Áreas de atuação
Direitos sociais e fiscalização de atos administrativos em geral
Criminal
Consumidor e ordem econômica
Meio ambiente e patrimônio cultural
Combate à corrupção
Populações indígenas e comunidades tradicionais
Controle externo da atividade policial e sistema prisional
Direitos do Cidadão
Cooperação jurídica internacional

Para o Cidadão
Atendimento ao Cidadão
Ouvidoria
Pesquisa processual e de documentos
Notícias
Concursos
Gestão Estratégica
TVMPF

Sites relacionados
Brasil: Nunca Mais - Digit@l
Plan Assiste
Lava Jato
Justiça de Transição
Trabalho Escravo
Salve o Boto
Projeto Conexão Água

MPF
Área Restrita
Intranet
Correio Eletrônico

Nenhum comentário

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

© Todos os direitos reservados - 2021