Lula entrega Ministério da Justiça com "porteira fechada" ao PSB

22 de dez. de 2022

/ by Blog da Noelia Brito




O PSB, do vice Geraldo Alckmin, recebeu o importante Ministério da Justiça do governo Lula, com "porteira fechada". A expressão é utilizada para designar a entrega de uma Pasta com todos os cargos a um Partido ou político.

O futuro Ministro da Justiça, Flávio Dino, do PSB, confirmou, ontem, 21, informação antecipada pelo Blog da Noelia Brito, de que o atual Secretário de Defesa Social de Pernambuco, Humberto Freire,  ocupará cargo de destaque na cúpula da Polícia Federal.

Freire  que é delegado da Polícia Federal, foi anunciado como titular da nova Diretoria de Amazônia e Meio Ambiente da Polícia Federal (PF).

Além de Freire, egresso da equipe de Paulo Câmara, Dino anunciou o deputado federal Tadeu Alencar, como futuro Secretário Nacional de Segurança Pública.

Os anúncios ocorreram logo após reunião do Prefeito do Recife, João Campos, e do presidente do PSB, Carlos Siqueira com Flávio Dino.

Outra indicação do PSB teve que ser desfeita, em face da repercussão negativa. O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, que é do Partido, havia indicado seu Secretário de Controle e Transparência, Edmar Moreira Camata,  para ser o diretor geral da Polícia Rodoviária Federal  mas Dino teve que substituí-lo pelo policial rodoviário federal Antônio Fernando Oliveira, já que Camata foi apontado como bolsonarista que usava redes sociais para atacar o futuro presidente Lula.

Indicado por Alckmin, o novo responsável pela Secretaria Nacional de Políticas Penais será o coronel da PM de São Paulo Nivaldo César Restivo. O anúncio gerou protestos, já que Nivaldo, embora não tenha sido acusado pelos assassinatos,  há 30 anos se envolveu em um dos piores episódios do sistema prisional brasileiro o massacre do Carandiru que deixou 111 mortos.

Nomeado pelo então governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSB), em 2017, para o comando da PM, o coronel afirmou que as ações durante o massacre do Carandiru foram “legítimas e necessárias”.


Em 2018, o governo João Doria (PSDB) o nomeou secretário da Administração Penitenciária de São Paulo.


Especula-se que o ex-secretário da SDS de Paulo Câmara, Antônio de Pádua, será indicado para comandar a superintendência da PF em Pernambuco.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

© Todos os direitos reservados - 2021