Postagens

DESTAQUE

Butique das "finas e fofas" do Recife era "usada para desvios de recursos das empresas principais" do Grupo João Santos para fugir dos credores trabalhistas e fiscais

Imagem
Policial federal contando dinheiro apreendido na casa de um dos alvos da Operação Background - Foto: Divulgação/PF Em todo o período analisado pela Polícia Federal, o total de créditos nas contas da Dona Santa foi de cerca de R$ 102 milhões, enquanto a receita declarada no mesmo período foi de pouco mais de R$ 47 milhões. Aparentemente, R$ 55 milhões de origem desconhecida foram creditados nas contas da empresa, aponta a decisão de buscas e apreensões De acordo com a decisão que determinou buscas e apreensões nas empresas do Grupo João Santos e de pessoas ligadas a este, a Polícia Federal aponta no sentido "da lavagem de dinheiro", pois "analisando as movimentações bancárias suspeitas, foi possível identificar retiradas milionárias por sócios, utilização de contas bancárias de passagem, com valores entrando na conta e sendo transferidos para outras contas no mesmo dia ou em dias próximos, tudo isso para evitar bloqueios judiciais e rastreamento dos valores. Também

Operação Pescaria II: Justiça Federal mantém prisão de secretários de Agrestina, engenheiro e empreiteiro por desvios em contratos de obras

Imagem
A Justiça Federal manteve a prisão de MARCIANO LOPES DOS SANTOS NETO – Secretário de Obras de Agrestina/PE, MANASSÉS SOARES LEITE – Secretário de Saúde de Agrestina/PE, SANDRO WLAUDEMIR DE OLIVERIA GOMES – Engenheiro e FRANCISCO DE ASSIS BARROS – Empreiteiro de Agrestina/PE, que foram alvos de mandatos de prisão cumpridos na manhã de hoje, pela Polícia Federal, na segunda fase da Operação Pescaria II, que investiga uma organização criminosa suspeita de fraudar licitações, desviar recursos e lavar dinheiro desviado de obras destinadas à construção de postos de saúde, na cidade de Agrestina, em Pernambuco. A Operação foi um trabalho conjunto da Polícia Federal (PF) com a Controladoria geral da União e teve por objetivo aprofundar as investigações de fraudes na aplicação de recursos públicos federais para execução de obras em municípios pernambucanos. A primeira fase foi deflagrada no último mês de fevereiro, em Agrestina (PE). As análises do material apreendido na primeira fase trouxer

Operação Pescaria II: PF/PE DEFLAGRA SEGUNDA FASE DE OPERAÇÃO CONTRA FRAUDES EM LICITAÇÕES NO MUNICÍPIO DE AGRESTINA

Imagem
A Polícia Federal em Caruaru/PE, com apoio da Controladoria-Geral da União, deflagrou na manhã de hoje (28/03/2019) a Operação Pescaria II, com a finalidade de dar cumprimento a 04 (quatro) Mandados de Prisão Preventiva e 09 (nove) Mandados de Busca e Apreensão, expedidos pela 24ª Vara da Justiça Federal, contra suspeitos de integrarem uma associação criminosa especializada na prática de fraudes em processos licitatórios no município de Agrestina/PE, destinados à contratação de obras públicas (unidades básicas de saúde) custeadas com recursos do Ministério da Saúde, por meio da realização de atos destinados à prévia escolha de determinada empresa “de fachada” pertencente a um dos integrantes do esquema, sem capacidade técnico-operacional, restando a execução das obras públicas a terceiro desqualificado, também integrante do esquema. O grupo também é investigado pela prática de atos de ocultação e dissimulação dos recursos envolvidos nas fraudes. A investigação teve início em novem

Prisão preventiva e afastamento do prefeito de Camaragibe teve parecer favorável do MPPE, mas foi negada pelo TJPE

Imagem
Apesar do parecer favorável do Ministério Público de Pernambuco, o pedido de prisão preventiva e o afastamento do prefeito de Camaragibe Demóstenes Meira foi negado pelo desembargador relator do pedido feito pelo Departamento de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado- Draco. O desembargador Mauro Alencar de Barros chegou a reconhecer a existência de indícios de materialidade nos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa que seeia comandada pelo prefeito. Em coletiva na manhã de hoje, a diretora da DRACO revelou que os desvios apurados e imputados à ORCRIM seriam da ordem de R$ 33 milhões.

APÓS BLOG REVELAR NOMEAÇÃO DE EX-DEPUTADA INVESTIGADA PELA LAVA JATO, PREFEITURA DO RECIFE ANULA NOMEAÇÃO

Imagem
No último dia 25 de março, o Blog da Noelia Brito revelou que  Ex-Deputada indiciada na Lava Jato por corrupção e lavagem de dinheiro ganha cargo na Prefeitura do Recife . Na matéria, divulgamos que a ex-deputada Aline Corrêa, do PR, que é filha do também ex-deputado condenado no Mensalão, Pedro Corrêa, dono do PP, acabara de ser nomeada pelo Prefeito do Recife, Geraldo Julio, do PSB, para o cargo de Gerente de Trabalho e Qualificação profissional da Secretaria do Trabalho da Prefeitura do Recife. A Portaria foi publicada no Diário oficial da PCR, no ultimo dia 14 de março. Geraldo Julio acabara de fazer mais uma Reforma Administrativa. A ex-deputada foi indiciada pela Operação Lava Jato por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, como mostra  Aqui , a reportagem da Globo News. De acordo com o G1 PE, na noite de ontem, a Prefeitura do Recife divulgou que resolvera anular a nomeação da ex-deputada  

MPPE VAI INVESTIGAR CONTRATO DE R$ 2,6 MILHÕES COM CONSULTORIA A SER PAGA COM EMPRÉSTIMO DO BIRD. EMPRESA DEVERIA ELABORAR PROJETOS DE LEI DE NATUREZA URBANÍSTICA

Imagem
Um Contrato celebrado em 22 de fevereiro de 2018, pela Secretaria de Planejamento Urbano do Município do Recife e o Consórcio Diagonal JW, no valor de R$ 2.679.963,04 será investigado em um Inquérito instaurado Ministério Público de Pernambuco, pela Promotora de Justiça MARIA LIZANDRA LIRA DE CARVALHO, 20ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania da Capital – Habitação e Urbanismo. A instauração atende a uma denúncia formulada por entidades integrantes da Articulação Recife de Luta, que fazem parte do Conselho da Cidade do Recife  noticiando "irregularidades na execução do Contrato de Prestação de Serviço de Consultoria nº 3301.01.2018, celebrado entre o Município do Recife e o Consórcio Diagonal – JW, que tem por objeto elaborar o Plano de Ordenamento Territorial do Recife - POT, por meio da revisão e/ou atualização e regulamentação dos seguintes instrumentos legais e instrumentos urbanísticos: a) Plano Diretor do Recife – PD (Lei nº 17.511/2008) – revisão e/ou

Investigação sobre Caixa 2 por Onyx Lorenzoni deve permanecer na primeira instância, diz PGR

Imagem
A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, defende no Supremo Tribunal Federal (STF) a manutenção da competência da Justiça Eleitoral do Rio Grande do Sul para investigar a prática de caixa 2 eleitoral pelo ministro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Segundo consta no acordo de colaboração premiada de Joesley Batista, Ricardo Saud e Demilton Antônio de Castro, homologado pelo ministro Edson Fachin, houve repasses ilícitos ao parlamentar por meio de doações não contabilizadas, no valor de R$ 100 mil, em 30 de agosto de 2012, e de R$ 200 mil, em 12 de setembro de 2014. A manifestação foi enviada ao STF nesta terça-feira (26), em resposta ao agravo regimental da defesa, e reafirma a validade da decisão do ministro do STF Marco Aurélio Mello que, em dezembro do ano passado, declinou a competência para a primeira instância. Ao justificar a competência da Justiça Eleitoral para processar e julgar o caso, a procuradora-geral lembra a virada jurisprudencial ocorrida no STF no ano p

Receita Federal apreende joias avaliadas em R$ 1 milhão de reais escondidas em pacote de salgadinhos. Bagagem pertencia a passageiro estrangeiro vindo dos Estados Unidos

Imagem
A Receita Federal apreendeu na última sexta-feira, 22 de março, diversos tipos de joias na bagagem de um passageiro procedente dos Estados Unidos. Ele passava pelo canal de "nada a declarar" quando foi selecionado para inspeção. Durante a vistoria da bagagem, as joias foram encontrados ocultas em um pacote de salgadinho. O valor estimado da apreensão é de R$ 1 milhão, mas ainda será confirmado em laudo pericial. Com informações da Assessoria de Comunicação da Receita Federal do Brasil

Cais Estelita: JUSTICA MANDA SUSPENDER DEMOLIÇÕES E LICENÇAS DE OBRAS PARA EMPREENDIMENTO A PEDIDO DO MPPE

Imagem
MPPE obtém liminar determinando suspensão das obras do Novo Recife no Cais José Estelita. A ação foi movida pela promotora de Justica Lizandra, da Promotoria de Urbanismo da Capital. A liminar foi concedida pela 5. Vara da Fazenda Pública da Capital. As demolições haviam sido liberadas pela PCR e pelo IPHAN.

TJPE afasta secretário de Obras de Camaragibe e determina buscas em condomínio de luxo em Gravatá. Blog denunciou obras fantasmas de pavimentação e drenagem no Município pagos com recursos federais

Imagem
A Polícia Civil desencadeou, nesta terça-feira (26), a Operação Harpalo, que investiga a prática dos crimes de fraude em licitação, corrupção e lavagem de dinheiro e tem como principal alvo o prefeito Demóstenes Meira, de Camaragibe. Ao todo, foram emitidas duas medidas protetivas, 11 mandados de busca e apreensão domiciliar, duas suspensões de atividades empresariais e um afastamento cautelar pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). Apesar da não divulgação dos nomes dos alvos dos mandados, o Blog apurou que o TJPE afastou o secretário de Obras do Municipio de CAMARAGIBE, município da Região Metropolitana do Recife que foi objeto recentemente de matéria deste Blog renunciando obras fantasmas de pavimentação e drenagem de ruas pagas com recursos federais. Leia  http://noeliabritoblog.blogspot.com/2019/02/camaragibe-ruas-continuam-sem.html?m=1 Segundo o G1, desde às 7 da manhã, policiais civis fazem buscas e apreensões na sede da Prefeitura, onfr está proibida a ent

Operação Tio Oculto: Empresas de alimentação do Paraná e do RJ usadas para lavar dinheiro do tráfico de drogas são alvo da Polícia Federal na manhã de hoje

Imagem
Policiais federais cumprem hoje (26) dois mandados de prisão preventiva contra acusados de lavagem de dinheiro relacionado ao tráfico internacional de drogas. Também estão sendo cumpridos sete mandados de busca e apreensão nos estados do Rio de Janeiro e Paraná. A operação Tio Oculto identificou empresas do ramo alimentício constituídas nesses dois estados com o objetivo de lavar dinheiro do tráfico, ou seja, investir dinheiro ilícito em negócios lícitos de uma forma a dar uma aparência de legalidade a esses recursos. Segundo a Polícia Federal, a organização criminosa também constituiu empresas no Paraguai. Mais detalhes no decorrer do dia.