Postagens

DESTAQUE

Pague Menos e Ultrapar confirmam compra da Extrafarma pelo preço final de R$ 700 milhões

Imagem
Foto: Divulgação  Com aquisição, Pague Menos se torna a segunda maior rede de farmácias em número de lojas do país, atrás apenas de Raia Drogasil SÃO PAULO – Seguindo a intensa agenda de fusões e aquisições nos últimos meses entre empresas da Bolsa, nesta terça-feira (18) de manhã os investidores receberam a notícia da Reuters de que a Pague Menos (PGMN3) teria comprado a Extrafarma, do conglomerado Ultrapar (UGPA3), por R$ 600 milhões mais dívida e caixa, que totalizaram assim R$ 700 milhões. A notícia oficial da transação, contudo, aconteceu depois do fechamento do mercado, após as companhias terem confirmado durante a manhã desta terça-feira (18) apenas que estavam em negociação, mas sem os termos do acordo. Já depois do fechamento do mercado, além da confirmação do negócio, mais detalhes foram dados. A Ultrapar confirmou que assinou o contrato por um valor total da venda (EV – enterprise value) de R$ 700 milhões, sujeito a ajustes em razão principalmente das variações de capital de

Rumos da CPI , por Márcio Coimbra

Imagem
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado   OPINIÃO   "A sorte de Bolsonaro é seu mandato estar no fim e um impeachment neste momento não interessar à oposição, tampouco os postulantes ao cargo presidencial no próximo ano. O presidente cai somente se houver um fato arrebatador." (Márcio Coimbra*) Jair Bolsonaro já tem uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para chamar de sua. Desde a redemocratização, todos os governos passaram por escrutínios no Congresso Nacional. Não será a primeira, nem a última vez. Enquanto isso, a velha máxima da política de Brasília segue assombrando o Planalto: Todos sabem como uma CPI começa, mas nunca como termina. Resta saber como a base bolsonarista irá se comportar. Até aqui, não faltaram erros. O presidente é um político intuitivo, porém pouco estratégico. Isto ficou claro na falta de articulação dentro do Congresso Nacional em seus anos no Planalto. Uma agenda econômica que nunca decolou, reformas que nunca saíram e derrotas sucessivas em

CPI da covid deveria investigar investimentos em educação durante a pandemia no Brasil, afirma especialista.

Imagem
Foto: Divulgação   Freitas lembra que um projeto que previa a utilização do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust) para universalizar a banda larga nas escolas públicas até 2024, foi vetado pelo presidente Jair Bolsonaro. Para o especialista em educação e tecnologia, Alfredo Freitas, diretor de ensino na universidade americana Ambra University - que ensina totalmente online a mais de 10 anos nos EUA, a CPI da Covid deveria investigar a atuação governamental na condução de políticas educacionais com a finalidade de fomentar a educação via Internet e garantir aos alunos a qualidade do ensino e da aprendizagem. De acordo com Freitas, 2020 foi o ano em que a escola foi até os alunos e, pela primeira vez na história, o número de matrículas no ensino via internet superou o presencial. Segundo dados da UNESCO as escolas brasileiras permaneceram fechadas acima da média mundial e não ficou evidente a coordenação do MEC na condução de políticas emergenciais, du

Justiça decreta bloqueio de bens de prefeito por desobedecer ações anticovid

Imagem
Foto: Reprodução     Segundo o MPRJ, o prefeito de Duque de Caxias se recusou a obedecer o Plano Nacional de Vacinação e às decisões judiciais que determinaram o respeito aos grupos prioritários, além de expor milhares de cidadãos ao risco elevado de contaminação pela Covid-19, devido às constantes aglomerações   O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), meio da 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva da Saúde da Região Metropolitana I e da Força-Tarefa instituída para a fiscalização das ações e serviços de saúde de enfrentamento à pandemia de Covid-19, obteve, na sexta-feira (30/04), decisão favorável no escopo da ação de improbidade administrativa ajuizada contra Washington Reis, prefeito de Duque de Caxias. Em atendimento ao pedido do MPRJ, a Justiça decretou a indisponibilidade dos bens de Washington Reis, até o valor de R$ 2,45 milhões, correspondente a 100 vezes o seu ganho mensal na função. Da mesma forma que o prefeito, tiveram seus bens bloquea

Operação Tempestade mira grupo que movimentou R$ 700 milhões sob suspeita de lavagem de dinheiro do tráfico de drogas e da corrupção. Entre os alvos, escritórios de advocacia.

Imagem
Foto: Divulgação/PF Segundo os investigadores, ao longo das apurações foram identificados alvos antigos de ofensivas da PF, como as Operações Navalha, Prato Feito e Zelotes. A Polícia Federal deflagrou na manhã desta segunda-feira, 3, a Operação Tempestade para desarticular núcleo financeiro responsável pela lavagem de dinheiro do tráfico de drogas e da corrupção. Foi determinado o sequestro de cerca R$ 30 milhões dos investigados, em imóveis e veículos, além da interdição de seis empresas, pela 6ª Vara Criminal Federal de São Paulo, que também decretou o bloqueio de valores em contas das pessoas físicas e jurídicas no limite de R$ 225.778.732,31. Segundo informações do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), o grupo investigado realizou operações financeiras atípicas superiores a R$ 700 milhões. Cinco mandados de prisão – quatro preventivas e uma temporária –  e 22 buscas estão sendo realizadas em endereços de São Paulo, Tietê, Guarujá, Rio de Janeiro e Brasília. En

MPF ajuíza ação civil pública contra "Médicos pela Vida" , do Recife, que publicou manifesto em defesa do "kit covid" para “tratamento precoce” da covid-19

Imagem
  Foto: Reprodução   Ação também pede indenização, a título de danos à saúde e moral coletivo, no valor de de R$ 10.000.000,00 (dez milhões de reais) e que a Anvisa exerça poder de polícia em relação à publicidade de medicamentos do “kit covid” O Ministério Público Federal (MPF) ajuizou ação civil pública no Rio Grande do Sul contra a associação intitulada Médicos pela Vida por dano potencial à saúde e dano moral coletivo, em razão da publicação no jornal impresso Zero Hora, em 23 de fevereiro deste ano, de informe publicitário contendo manifesto em que defende o “tratamento precoce” contra a covid-19. Entre outras medidas, a ação exige o pagamento de indenização no valor sugerido de R$ 10 milhões, como forma de reparação. O MPF também pede que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) seja condenada a adotar todas as

1º DE MAIO, DIA DA LITERATURA BRASILEIRA. A COMEMORAR, APENAS O TALENTO DE NOSSOS ESCRITORES, POR NOELIA BRITO

Imagem
Foto: Noelia Brito/Arquivo pessoal   “País sem leitores é país sem pensamento” (Nélida Piñon)   Nesse dia dedicado à Literatura Brasileira, quando a única coisa a se comemorar é o talento de nossos escritores, celebremos a grandiosidade de nossa Literatura, ainda que sejamos um País onde o hábito da leitura nunca foi suficientemente estimulado pelos governos que se seguiram, culminando com o atual, onde a tônica é a total deturpação do papel que o Estado deve ter no aprimoramento cultural de seu povo. Chegamos ao ponto de se pretender tributar livros sob o pretexto de que “pobre não lê”.   Homenagem aos escritores brasileiros, a data tem como referência, o aniversário do escritor cearense José de Alencar, nascido em 1º de Maio de 1829. Autor de clássicos do Romantismo brasileiro, a exemplo de Iracema, Lucíola, Tronco do Ipê, Senhora e o Guarani, apenas para citar algumas, Alencar foi grande amigo de Machado de Assis, de quem recebeu, como homenagem póstuma, o patronato da cadei

Respiradores de uso veterinário adaptados e que foram adquiridos pela Prefeitura do Recife teriam causado morte de pacientes em Hortolândia, no interior de São Paulo. TCE/PE não viu nada demais

Imagem
Respiradores imprestáveis para uso em seres humanos instalados em unidade de saúde da Prefeitura do Recife/Foto: reprodução PJE   Respiradores imprestáveis para uso humano chegaram a ser instalados em unidades de saúde da Prefeitura do Recife e só não foram utilizados nos pacientes por causa da divulgação do caso na imprensa, aponta Relatório Final da Polícia Federal. Em Hortolândia, óbitos pelo uso do mesmo equipamento chegaram a ser denunciados à Polícia Federal. O Blog da Noelia Brito acessou o Relatório Final da Polícia Federal, da Operação Apneia, no PJE. O documento traz revelações assombrosas sobre os respiradores de uso veterinário que foram adaptados para uso em seres humanos e que foram adquiridos e pagos antecipadamente, pela gestão Geraldo Julio, à frente da Prefeitura do Recife, mesmo ciente de que o equipamento fora testado apenas em porcos e que não tinha autorização da ANVISA, para uso em seres humanos. Não é à toa que o PSB contratou um dos advogados mais caros do Dist