Política

Política

Economia

Economia

Educação

educação

Cultura

Cultura

VIDEO

NOTÍCIAS RECENTES

latest

SIMPERE diz que vereadores do Recife agem sorrateiramente para apressar Reforma da Previdência mesmo com liminar garantindo prazo até novembro

Nenhum comentário
Foto: Reprodução 


O Sindicato dos Profissionais da Educação do Município do Recife, SIMPERE, divulgou em suas redes sociais uma espécie de cédula de votação para que os servidores municipais marquem como votaram os parlamentares no Projeto de Lei que institui a Reforma da Previdência Municipal.

Segundo a entidade de classe, na segunda-feira (09), a Câmara de Vereadores decidiu que a reforma da previdência municipal seria votada em caráter de urgência, ainda no primeiro semestre de 2021, mesmo com uma liminar federal que permite que o Recife vote estas emendas até novembro. 

"A Câmara decidiu, por 24 votos a 11, apressar sorrateiramente a Proposta de emenda à Lei Orgânica 01/2021, que revisa nos termos da emenda constitucional nº 106 de 12 de novembro de 2019, a reforma da previdência nacional" diz o SIMPERE.

A pressa em aprovar a Reforma impede o devido debate que deveria ter sido realizado com os servidores, principalmente com relação às chamadas regras de transição.



Crime Hediondo: Respiradores comprados pela Prefeitura do Recife causaram mortes em município paulista, aponta MPF em nova denúncia sobre o caso

Nenhum comentário

Foto: Reprodução

O MPF destaca a gravidade da conduta praticada pelos denunciados, uma vez que documentação recebida pela Polícia Federal apontou a ocorrência de óbitos, na cidade de Hortolândia (SP), decorrentes das impropriedades do ventilador BR 2000. A prefeitura do município paulista reconheceu a ineficácia dos equipamentos, adquiridos, em 2020, da BRMD Produtos Cirúrgicos, ligada ao mesmo grupo empresarial da Juvanete Barreto Freire ME.Segundo a nova denúncia, envolvidos cometerem crime hediondo

O Ministério Público Federal (MPF) em Pernambuco (PE) ofereceu, à Justiça Federal, segunda denúncia no âmbito da Operação Apneia, deflagrada em maio do ano passado para investigar irregularidades em contratos celebrados pela Prefeitura do Recife, por dispensa indevida de licitação, para aquisição de 500 ventiladores pulmonares para o enfrentamento da pandemia da covid-19. A denúncia, assinada pela procuradora da República Silvia Regina Pontes Lopes, tem como alvos três pessoas ligadas à microempresa Juvanete Barreto Freire ME (Brasmed Veterinária), contratada para o fornecimento dos equipamentos.

O MPF denunciou os empresários Juarez Freire da Silva e Juvanete Barreto Freire, sócios de grupo empresarial composto pelas empresas Bioex Equipamentos Médicos e Odontológicos, Bioex Equipamentos Médicos e Odontológicos e Brasmed Veterinária, bem como o representante local Adriano César de Lima Cabral, pela prática criminosa de venda de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais sem registro pelo órgão de vigilância sanitária competente. A conduta é prevista como crime hediondo na legislação penal brasileira. O MPF também requer que a Justiça Federal decrete a perda de eventual cargo público exercido pelos denunciados, bem como o pagamento de indenização para reparação dos danos morais e/ou patrimoniais causados.

Em resposta a ofício enviado pelo MPF, a Anvisa reiterou no dia 8 de junho, por meio de nota técnica, que a Juvanete Barreto Freire ME, até a presente data, não possui Autorização de Funcionamento de Empresa (AFE), ou pedido de AFE referente à realização de atividades com produtos para saúde. Além disso, informou que, quanto ao ventilador pulmonar BR 2000, fornecido pela Juvanete e fabricado pela Bioex Equipamentos Médicos e Odontológicos, não existe autorização para sua fabricação e comercialização no país, tampouco para utilização em humanos.

Óbitos – O MPF destaca a gravidade da conduta praticada pelos denunciados, uma vez que documentação recebida pela Polícia Federal apontou a ocorrência de óbitos, na cidade de Hortolândia (SP), decorrentes das impropriedades do ventilador BR 2000. A prefeitura do município paulista reconheceu a ineficácia dos equipamentos, adquiridos, em 2020, da BRMD Produtos Cirúrgicos, ligada ao mesmo grupo empresarial da Juvanete Barreto Freire ME.

Além disso, relatórios técnicos de análises financeiras elaborados pelo Grupo de Atuação Especializada de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público de Pernambuco (Gaeco/MPPE) e compartilhados com o MPF demonstraram transações financeiras atípicas, com valores vultosos envolvendo a Juvanete Barreto Freire ME. Os dados colhidos apontam ainda para outras possíveis contratações irregulares da empresa nos municípios pernambucanos de Moreno e Ipojuca, para fornecimento do BR 2000.

Na ação, o MPF reforça que os denunciados, apesar de terem conhecimento da ausência de certificação do produto pela Anvisa, formalizaram os contratos e termo aditivo com a Prefeitura do Recife para o fornecimento dos respiradores.

A procuradora da República também destaca que, apesar de os gestores públicos envolvidos na contratação não terem sido alvos da nova denúncia, o órgão ministerial instaurou inquérito civil para apurar possível prática de improbidade administrativa em razão da aquisição dos respiradores impróprios para uso em humanos e da contratação direta indevida. Os mesmos fatos já são apurados no âmbito criminal, em denúncia oferecida pelo MPF em maio, a primeira no âmbito da Operação Apneia (Processo nº 0810085-30.2021.4.05.8300). O valor total dos contratos foi de R$ 11,5 milhões, embora o faturamento anual da microempresa perante a Receita Federal fosse de R$ 50 mil. A empresa também não demonstrou capacidade técnica e operacional para o fornecimento dos ventiladores.

Primeira denúncia – Foram alvos da primeira denúncia o ex-secretário de Saúde do Recife Jailson de Barros Correia, o ex-diretor executivo de Administração e Finanças da Secretaria de Saúde do município Felipe Soares Bittencourt e a ex-gerente de Conservação de Rede da Secretaria de Saúde do Recife Mariah Simões da Mota Loureiro Amorim Bravo, bem como os empresários Juarez Freire da Silva, Juvanete Barreto Freire e Adriano César de Lima Cabral. Eles foram acusados da prática dos crimes de dispensa indevida de licitação (atribuída a todos), peculato (Jailson de Barros Correia, Felipe Soares Bittencourt, Mariah Simões da Mota Loureiro Amorim Bravo, Juarez Freire da Silva e Juvanete Barreto Freire) e crime contra a ordem tributária (Juarez Freire da Silva e Juvanete Barreto Freire).

As apurações apontaram que, embora tenha sido viabilizado o pagamento de mais de um milhão de reais, referentes a 50 unidades do ventilador pulmonar, constatou-se que só foram adquiridos e posteriormente devolvidos à Juvanete a quantia referente a 35 equipamentos, caracterizando desvio dos recursos públicos do Sistema Único de Saúde (SUS). As contratações foram realizadas em caráter emergencial e supostamente fundamentadas na Lei Federal nº 13.979/2020, que dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente da pandemia de covid-19.

Íntegras da cota introdutória e da denúncia

Ofício da Anvisa

Ofício da Prefeitura de Hortolândia

Comunicação de irregularidade de ventiladores em Hortolândia

Processo nº 0811729-08.2021.4.05.8300 – 13ª Vara Federal em Pernambuco

Projeto autoriza comercialização de spray de pimenta e arma de eletrochoque

Nenhum comentário
Mulher faz uso de gás pimenta  Está no Senado um projeto de lei que libera o uso de spray de pimenta para defesa pessoal. A proposta afirma que as mulheres seriam as mais beneficiadas pela arma não letal, que hoje só pode ser usada por agentes de segurança.  Foto: Björn Hansson/Wikimedia
Foto: Reprodução

Tramita no Senado um projeto de lei (PL 1.928/2021) que pretende autorizar a comercialização, a aquisição, a posse e o porte de sprays de pimenta e armas de eletrochoque. Os equipamentos deverão ser usados para defesa pessoal. O texto foi apresentado pela senadora Soraya Thronicke (PSL-MS). 

A arma de eletrochoque ou arma de incapacitação neuromuscular (popularmente conhecida como taser) é descrita no projeto como qualquer dispositivo dotado de energia autônoma que, mediante contato ou disparo de dardos, ocasione, em pessoas ou animais, supressão momentânea do controle neuromuscular. O uso não provoca perda da consciência ou sequelas, devido a baixa corrente ou outra característica da descarga elétrica produzida. 

Se aprovada, a norma libera também a compra de sprays de pimenta, gás de pimenta ou gás de oleorresina de capsicum (OC), com volume máximo de 50 ml. A venda acima dessa quantidade será autorizada somente para órgãos como as Forças Armadas, de segurança pública e guardas municipais. 

“Convivemos todos os anos com dezenas de milhares de assassinatos, estupros e assaltos e o Estado não é capaz de garantir a paz e a tranquilidade do povo. As pessoas sentem falta de instrumentos que permitam sua defesa e inibam a atuação dos criminosos”, justifica Soraya. 

Para a autora do projeto, a regulamentação do emprego de armas menos letais, que “têm uma probabilidade muito menor de causar mortes do que as armas de fogo”, é uma forma de o Estado garantir segurança pública à população. 

Requisitos 

De acordo com o texto, só poderão adquirir os equipamentos pessoas acima de 18 anos, sem antecedentes criminais e com aptidão psicológica atestada. O uso não autorizado, indevido ou em excesso dos produtos para finalidade diversa da legítima defesa sujeitará o autor a responsabilização civil e criminal. 

Além disso, os estabelecimentos deverão manter um banco de dados cadastrais dos adquirentes que assegurem a rastreabilidade do produto, bem como prestar informações sobre o uso correto dele e emitir uma nota fiscal que deverá ser portada pelo comprador. 

Blog da Noelia Brito recebe o Coronel Feitosa e Áureo Cisneiros, em mais duas "lives", pelo Instagram

Nenhum comentário


 O Coronel Feitosa falará sobre o pedido de CPI para investigar quem deu a ordem para que a PM reprimisse uma manifestação na qual duas pessoas atingidas por balas de borracha ficaram parcialmente cegas. Já Áureo Cisneiro tratara sobre Segurança Pública e o fenômeno do bolsonarismo na Polícia. Os dois convidados serão entrevistados por Noelia Brito

E dando prosseguimento à série de “lives” que marcam os 10 anos do Blog da Noelia Brito, receberemos, hoje, 14, às 18 hs, em nosso Instagram, o deputado estadual Coronel Alberto Feitosa, para falar sobre a proposta de uma CPI para investigar quem de fato deu a ordem para que a PMPE reprimisse uma manifestação contra o presidente Bolsonato, no Recife.

Alberto Feitosa é Coronel da Polícia Militar de Pernambuco e exerce seu quarto mandato como Deputado Estadual pelo Partido Social Cristão (PSC), sendo o vice-líder da oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (ALEPE).

É membro titular da Comissão de Finanças Orçamento e Tributação e da Comissão de Constituição Legislação e Justiça da ALEPE

O parlamentar foi superintendente do Aeroporto do Recife e Secretário de Turismo de Pernambuco e de Saneamento da Prefeitura do Recife.

Como militar, atuou no Batalhão de Choque e comandou a Companhia de Carpina, o 1º Esquadrão da Cavalaria e a 1ª Companhia Independente de Cabrobó. Chefiou, ainda, o Centro de Assistência Social (CAS) da PMPE.

 


 Já a partir das 21 hs, nosso convidado será o suplente de deputado estadual Áureo Cisneiros, para falar sobre Segurança Pública e o bolsonarismo na Polícia.

Áureo Cisneiros é secretário de comunicação do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco, entidade que presidiu por dois mandatos e é fundador do movimento de policiais antifascismo.

Filiado ao PSOL, Cisneiros é primeiro suplente de deputado estadual.

A série de "lives" do Blog da Noelia Brito, está sendo transmitida, ao vivo, pelo Instragram e reproduzida em nosso Canal no YouTube

 

Ministro volta a fazer agenda em Petrolina, reduto do líder de Bolsonaro no Senado

Nenhum comentário
Senador Fernando Bezerra Coelho e o ministro Tarcísio Gomes de Freitas (Foto: Alberto Ruy/Divulgação)


Ministro da Infraestrutura e diretor-geral do DNIT voltam a Pernambuco para liberar mais uma etapa da Travessia Urbana de Petrolina (PE) nesta segunda-feira (14). Empreendimento conta com obras de duplicação em andamento e a construção de um segundo viaduto, que deve ser concluído até agosto

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e o diretor-geral do DNIT, general Santos Filho, realizam, nesta segunda-feira (14), visita técnica às obras de adequação da travessia urbana de Petrolina, nas BRs 407 e 428. Na ocasião, será liberada uma nova etapa do empreendimento: a abertura ao tráfego do primeiro viaduto na Avenida Sete de Setembro, segmento da BR-428/PE - o segundo deve ser concluído até agosto. O projeto ainda envolve a duplicação, em andamento, de mais sete quilômetros da BR-428/PE, facilitando a saída do município rumo a Recife, além da adequação de outros nove quilômetros da BR-407 (Av. Antônio Honorato Viana, acesso a Juazeiro/BA), com previsão de início em 2022. 

Ministros do governo Bolsonaro têm feito visitas constantes à cidade para liberação de obras. Petrolina é reduto eleitoral de Fernando Bezerra Coelho, líder do governo Bolsonaro no Senado. Apesar das especulações sobre sua saída da liderança, o parlamentar pernambucano parece continuar prestigiado pelo governo.

Serviço:
Liberação do viaduto no km 188,3 da rodovia BR-428, em Petrolina (PE)
Data: 14/06/2021
Horário: 10h30 (atendimento à imprensa às 11h10)
Local: Rodovia BR-428, km 188,3 - Interseção da Av. Sete de Setembro, com as Ruas Marechal Hermes da Fonseca e Avenida das Nações

Deputado bolsonarista que ganhou fama ensinando a depilar o ânus no YouTube é detido em Muro Alto por descumprir medidas sanitárias contra a pandemia

Nenhum comentário

Foto: Reprodução/Redes Sociais

 Deputado André Fernandes (Republicanos), que é o principal representante do bolsonarismo no Ceará, ameaçou prender os guardas municipais que o abordaram, alegando que era deputado e tinha imunidade parlamentar

O deputado estadual do Ceará, André Fernandes, do Republicanos, foi conduzido à delegacia de Porto de Galinhas, em Ipojuca, no litoral pernambucano, depois de ser flagrado entrando no mar, no sábado, quando estava em vigor, o Decreto do governador Paulo Câmara, proibindo a circulação de pessoas nesses espaços públicos, em razão da pandemia que teve agravamento no Estado nos últimos dias.

Fernandes, que antes de ser deputado era youtuber e ganhava a vida divulgando vídeos de depilação anal, é o principal defensor do presidente Jair Bolsonaro no Ceará e já teve seu mandato suspenso por trinta dias, por quebra de decoro parlamentar por mentir sobre o envolvimento de um outro deputado com facções criminosas. Além disso, costuma postar "fake news" nas redes sociais sobre a Covid-19, uma das quais foi reproduzida por Bolsonaro e excluída pelo próprio Twitter por propagação de informações falsas sobre a pandemia.

O parlamentar, que chegou a ameaçar os guardas municipais com prisão, alegando que tinha imunidade parlamentar, responde uma ação movida pelo Ministério Público do Ceará por nepotismo.


De olho no governo do Rio de Janeiro, Marcelo Freixo troca PSOL por PSB de Paulo Câmara e João Campos

Nenhum comentário

Foto: Reprodução/Instagram

 Já em maio de 2019, o Blog da Noelia Brito revelava a proximidade e a corte do atual prefeito do Recife, João Campos, a Marcelo Freixo, de quem, inclusive, é amigo pessoal. Nos bastidores, Freixo tentou articular, sem sucesso, o apoio do PSOL a João Campos. 

O também deputado federal pelo PSOL/RJ, Glauber Braga, que fez o caminho inverso de Freixo, quando saiu do PSB para o PSOL, apesar de elogiar a trajetória do agora ex-correligionário, afirmou que "os caminhos ficaram incompatíveis" e criticou sua intenção de trazer para a pré-campanha ao governo do Rio o ex-ministro Raul Jungmann, titular das pastas da Defesa e da Segurança Pública na presidência de Michel Temer (MDB).

O deputado federal Marcelo Freixo, campeão de votos em seu estado, o Rio de Janeiro, anunciou, na manhã de hoje, 11, que pediu desfiliação do PSOL, partido onde ganhou notoriedade ao presidir a CPI das Milícias, para poder disputar o Governo do Rio de Janeiro, pelo PSB, Partido comandado nacionalmente pelo governador Paulo Câmara e pelo ex-prefeito do Recife, Geraldo Julio, contra quem o PSOL afirma fazer oposição.

A legenda já informou que não pedirá seu mandato à Justiça. Em nota, a direção estadual do PSOL disse que decidiu não requerer o mandato de Freixo pela "necessidade da segurança proporcionada pelo cargo de deputado", diante das "permanentes ameaças" recebidas, "além do reconhecimento do papel que ele cumpre no Congresso Nacional".

Com a decisão do PSOL de não pedir o mandato de Freixo, o parlamentar não precisou esperar a janela partidária, que só abre em março de 2022, para mudar de legenda. Em 2018, Freixo foi o segundo deputado federal mais votado do Rio, com 342 mil votos, atrás apenas do bolsonarista Hélio Lopes (PSL-RJ), conhecido como Helio Negão. Para suprir a ausência de Freixo em 2022, ano em que a cláusula de barreira para acesso ao fundo partidário ficará mais rígida, o PSOL estuda lançar o vereador Tarcísio Motta como deputado federal. A saída de Freixo pode trazer dificuldades ao Partido para superar a chamada cláusula de barreira.

Colegas de Freixo, no PSOL do Rio de Janeiro, estão divididos sobre um eventual apoio à sua candidatura ao Palácio Guanabara. Os vereadores Tarcísio e Chico Alencar afirmaram a O Globo que tudo dependerá de uma construção programática com o PSB.

Já o também deputado federal Glauber Braga, que fez o caminho inverso de Freixo, quando saiu do PSB para o PSOL, apesar de elogiar a trajetória do agora ex-correligionário, afirmou que "os caminhos ficaram incompatíveis" e criticou sua intenção de trazer para a pré-campanha ao governo do Rio o ex-ministro Raul Jungmann, titular das pastas da Defesa e da Segurança Pública na presidência de Michel Temer (MDB).

"Se o seu programa é construído pelo ministro de segurança de Temer, da intervenção no RJ, de fato o rumo escolhido está longe do nosso", escreveu Braga numa rede social. "Respeito muito a sua trajetória. Foi um quadro importante pro partido. Me surpreenderá se em menos de dois anos pedir pra voltar? Não. Mas aí é outra etapa. O futuro é quem dirá. Politicamente lamento, pessoalmente desejo a sua felicidade", completou em outro post.

Já em maio de 2019, o Blog da Noelia Brito revelava a proximidade e a corte do atual prefeito João Campos a Marcelo Freixo, de quem, inclusive, é amigo pessoal. Nos bastidores, Freixo tentou articular, sem sucesso, o apoio do PSOL a João Campos.


Governo Federal leiloa depósito de Fosfato de Pernambuco e Paraíba

Nenhum comentário
Representantes do SGB/CPRM, SPPI, APL e BF Mineração/ Foto: Divulgação



A empresa vencedora ofereceu ágio de 70% do lance mínimo. O depósito de fosfato de Miriri está localizado na região costeira dos estados de Pernambuco e Paraíba, correspondendo a sete processos minerários divididos em dois blocos, totalizando 6.112,18 hectares com 115 milhões de toneladas de minério de fosfato e teor médio de 4,19% de P2O5.

 
O Governo Federal, através do Ministério de Minas e Energia (MME), licitou na modalidade leilão, nesta quinta-feira (10/06), o depósito mineral do projeto Fosfato-Miriri do Serviço Geológico do Brasil (SGB/CPRM), para a empresa BF Mineração LTDA . A empresa arrematou os direitos de exploração do projeto, que foi qualificado no Programa de Parceria de Investimentos (SPPI), do Ministério da Economia. A sessão pública aconteceu na tarde de ontem, 10, no escritório do SGB/CPRM no Rio de Janeiro.

A BF Mineração LTDA. ofereceu o valor de R$ 51 mil em bônus de assinatura, o que representa um ágio de 70% do lance mínimo. Além disso, se a empresa vencedora viabilizar um projeto para a produção de concentrado de fosfato, será pago um bônus de oportunidade ao Serviço Geológico do Brasil de R$ 2.631.000,00, nesse caso, são esperados R$ 190 milhões em investimentos, além da expectativa de geração de 2.000 empregos.

O projeto Miriri foi objeto de estudos do Serviço Geológico do Brasil na década de 1970 e, após a reavaliação dos dados gerados nessa época, foi realizada a valoração econômica do ativo por consultoria independente.

Para Bruno Eustáquio, secretário-executivo adjunto do Ministério de Minas e Energia (MME), o governo federal cumpre mais uma vez o seu papel no fomento de novas oportunidades para ampliar a mineração no país. "O resultado do leilão de hoje revela, não somente, do lado de quem está estruturando, tamanha dedicação e preocupação com o modelo econômico e editalício, mas, sobretudo, que o investidor está confiante. Abre ainda espaço para mais de R$ 190 milhões em investimentos e, sobretudo, geração de emprego e renda. Assim, o Serviço Geológico segue cada vez mais preparado para contratar com o parceiro privado", argumentou o secretário.

O diretor-presidente da Empresa de Planejamento e Logística (APL), vinculada ao Ministério de Infraestrutura, Arthur Luis Pinto de Lima, celebrou a realização do leilão. "Nós da APL acreditamos no futuro do Brasil e sabemos que um dos principais canais de geração de emprego e renda passa pela mineração", disse Lima em discurso na sessão.

Segundo o diretor de Geologia e Recursos Minerais do Serviço Geológico do Brasil, Marcio José Remédio, a vitória da empresa BF Mineração representa mais um passo do trabalho minucioso de disponibilização dos ativos minerários do Serviço Geológico do Brasil. "A partir de agora nós nos colocamos à disposição da empresa vencedora e continuamos divulgando os demais projetos, como o próximo depósito de Caulim, previsto para novembro deste ano", ressaltou o diretor.

O Secretário de Parcerias em Energia, Petróleo, Gás e Mineração da Secretaria Especial do Programa de Parcerias de Investimentos (SPPI), Frederico Munia Machado, comentou a importância de gerar mais oportunidades de investimentos. "Esse foi o 3º leilão realizado a partir da parceria bem sucedida entre MME, SGB/CPRM e PPI. E o trabalho continua. O PPI sabe da importância de gerar mais oportunidades de investimentos em mineração. Além dos esforços na preparação dos próximos leilões de ativos do SGB/CPRM, temos nos dedicado intensamente na realização de rodadas regulares de disponibilidade de áreas da ANM. São todos projetos catalisadores do crescimento do setor mineral brasileiro", argumentou Frederico Machado.

Já o presidente da Comissão Especial de Licitação, Leandro Bertossi, falou sobre os trabalhos desenvolvidos pelo Serviço Geológico. "O desenvolvimento de um projeto de fosfato no nordeste do país visa diminuir a grande dependência nacional desse insumo tão importante para a agricultura do país", disse.

Concluindo, o representante da empresa vencedora BF Mineração, Luis Azevedo, destacou as características do depósito. "Nós acreditamos no projeto, ele é bem localizado e está ao lado do mercado consumidor. Qualquer ativo de fertilizante deve ser avaliado. O fertilizante é mais do que um ativo mineral. É um ativo que vai dar mais sustentabilidade e que vai dar a possibilidade do Brasil crescer no futuro", argumentou o CEO.

Foto: Divulgação


Miriri - o depósito de fosfato de Miriri está localizado na região costeira dos estados de Pernambuco e Paraíba, correspondendo a sete processos minerários divididos em dois blocos, totalizando 6.112,18 hectares com 115 milhões de toneladas de minério de fosfato e teor médio de 4,19% de P2O5.

A região do Projeto Miriri está inserida na Bacia do Paraíba, mais especificamente nas sub-bacias Olinda e Alhandra, e está predominantemente encoberta por sedimentos cenozóicos do Grupo Barreiras e depósitos pós-Barreiras. A mineralização ocorre nas fácies fosfáticas da Formulação Itamaracá e ocorre em três tipos de minérios: fosforitos, rochas fosfáticas silicáticas e rochas fosfáticas carbonáticas.

Na quinta-feira também foi ofertado o depósito de Cobre de Bom Jardim (GO), contudo não foram apresentadas propostas. Segundo a comissão de licitação, a concorrência poderá se repetir junto ao leilão do depósito de Rio Capim/ Caulim, previsto para novembro deste ano.

UniãoBR mobiliza doações para apoiar mais de 140 mil famílias do nordeste impactadas pela falta das festas juninas

Nenhum comentário
Foto: Divulgação


A festividade é importante fonte de renda para milhares de trabalhadores diretos e indiretos. Pensando nisso, o União BR, movimento voluntário que surgiu durante a pandemia e já ajudou mais de 10 milhões de pessoas, se mobilizou para apoiar costureiras, bordadeiras, coreógrafos, marceneiros e tantos outros trabalhadores que compõem a força desse patrimônio cultural e que mais um ano não poderão exercer suas funções.

Os concursos de quadrilhas juninas da região nordeste do país são um grande reconhecimento da expressão cultural local. Mas mais do que uma diversão, essas comemorações mobilizam mais de 65 mil trabalhadores, que todos os anos encontram nesse período uma fonte de renda expressiva. Acontece que desde o ano passado, a pandemia obrigou o cancelamento da festividade e mais de 660 quadrilhas deixaram de acontecer, impactando a vida de mais de 140 mil famílias.

Pensando nisso, o União BR, movimento voluntário que surgiu durante a pandemia e já ajudou mais de 10 milhões de pessoas, se mobilizou para apoiar costureiras, bordadeiras, coreógrafos, marceneiros e tantos outros trabalhadores que compõem a força desse patrimônio cultural e que mais um ano não poderão exercer suas funções.

Por isso, até o dia 30 de junho, o União BR estará com a campanha São João Solidário, arrecadando cestas básicas que serão doadas para famílias dos 9 estados do Nordeste: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. As contribuições podem ser feitas pela conta da Conexão Solidária (através do Pix 41358903000126*) e a cada R﹩ 50 arrecadados uma cesta será doada.

O projeto é composto pelo movimento União BR e pelo movimento regional de cada um dos estados (União AL, União BA, União CE, União MA, União PB, União PE, União RN e União SE) e conta com o apoio da Conexão Solidária, MultiCase, IATI Conecta e o projeto No Passo do Outro.

* Nome do Beneficiário: Instituto Conexão Solidária
CNPJ: 41358903000126

Sobre o UniãoBR
 

O UniãoBR é um movimento apartidário que reúne voluntários de todo o Brasil e foi fundado no início da pandemia no país, em março de 2020. Presente em 24 estados, já beneficiou mais de 10 milhões de pessoas, arrecadando mais de R﹩ 170 milhões, que foram usados para doar equipamentos de proteção individual (EPI), toneladas de alimentos, criação de leitos e gestão de cursos. O movimento liderou doações de usinas e mini usinas de oxigênio para o Amazonas, na campanha SOS Manaus e auxiliou na geração de rendas para as pessoas. O UniãoBR foi vencedor do Prêmio Empreendedor Social 2020. Mais informações: https://www.movimentouniaobr.com.br.

Assembleia dos professores municipais decide manter estado de greve mesmo com a divulgação do plano de retomada da educação da Prefeitura do Recife

Nenhum comentário
Foto: Reprodução

Na mesma manhã em que a Prefeitura do Recife anunciou plano de reabertura das escolas municipais, nesta quinta-feira (10), a categoria dos trabalhadores da educação pública do Recife, em Assembleia Geral, votou pela manutenção das atividades exclusivamente remotas e seguirá em Estado de Greve até que haja a chamada imunização de rebanho, que de acordo com a OMS varia entre 60 e 80% da população vacinada.

 

A Prefeitura do Recife anunciou o retorno com ensino híbrido e retomada em etapas a partir do dia 22 de julho, a partir dos anos finais até os anos iniciais no dia 03 de agosto, quando também seriam retomadas Educação de Jovens e Adultos (EJA) e creches.

De acordo com Secretaria de Educação do Recife, foi criado o Protocolo Sanitário para a Educação do Recife, entretanto, o Sindicato dos profissionais de Educação do Recife pondera que pesquisa realizada com profissionais da categoria mostra que 98% dos 536 professores que responderam ao questionário se sentem inseguros com a possibilidade do retorno sem vacina, 94,3% acreditam que protocolos sanitários não serão suficientes para garantir o distanciamento mesmo em sistema de rodízio. Problemas estruturais também se destacaram na pesquisa, que aponta que apenas 19% das escolas têm janelas em todas as salas de aula e 17% relatam que as pias e vasos sanitários estavam funcionando em plena capacidade antes da pandemia, situações que também foram objeto de estudo de auditoria pelo Tribunal de Contas de Pernambuco em dezembro de 2020.

“Diante do alto índice de contaminação e morte pela covid-19 no Estado, somada a 97% de ocupação dos leitos das UTIs, qualquer anúncio de retorno das atividades presenciais é uma temeridade. As escolas do Recife não conseguem garantir minimamente o distanciamento social no seu espaço interno. O histórico problema na estrutura física das escolas não foi resolvido”, destaca a Coordenadora Geral do Simpere, Claudia Ribeiro.

Enquanto isso, diz o Simpere, nem todos os profissionais da educação foram vacinados ainda e o Recife está apenas com 15% de sua população vacinada com as duas doses (234 mil de 1,555 milhões de habitantes), sem levar em consideração o tempo de imunização que é de aproximadamente 1 mês após a 2ª dose.

 

© Todos os direitos reservados - 2021