Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

 

A Revista Veja teve acesso a um documento da Polícia Federal que aponta Pernambuco como o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia.

O Estado está à frente do Amapá, que vem em segundo e do Rio de Janeiro e do Pará, que vêm em terceiro.

A desonrosa primeira colocação se deve, principalmente, à gestão Geraldo Julio, que já foi alvo de seis Operações da Polícia Federal por suspeitas que vão desde a compra de respiradores testados apenas em porcos e imprestáveis para uso humano ao pagamento por milhões de Equipamentos de Proteção Individual sem que os produtos tenham sido entregues.

Segundo a PF, a simulação na compra de respiradores, como a realizada pela gestão Geraldo Julio, é uma das fraudes mais recorrentes na pandemia.

Ainda de acordo com o relatório da PF, há, no momento, 39 investigações em curso apenas para desvios na pandemia. A extensão da roubalheira é tal que a Polícia Federal criou uma central em Brasília apenas para acompanhar o destino das verbas federais repassadas a Estados e Municípios.

Os investigadores já levantam que cerca de 60% dos 1,3 bilhão de reais destinados pelo Governo Federal para o combate à pandemia foram desviados, o que corresponde a impressionantes 775 milhões de reais escoados pelo ralo da corrupção.

Os inquéritos instaurados pela PF investigam mais de 300 pessoas, dentre servidores públicos, empresários, prefeitos, secretários, deputados, vereadores e pelo menos seis governadores.

"A Covid deve bater a Copa do Mundo em casos de carrupção e volume de recursos", estima um investigador do caso, admitindo que até o fim da pandemia, as fraudes podem atingir patamares ainda maiores."

Imagem: Revista Veja





MAIS VISITADAS DO MÊS

Aliado de Arthur Lira, do Centrão, Marinaldo Rosendo é alvo de Operação da PF por desvios de recursos do SUS durante sua primeira gestão na Prefeitura de Timbaúba

Após dia de polêmica, Marília Arraes solta nota rebatendo acusações de traição, golpismo e aliança com a direita que lhe foram imputadas por colegas do PT

Lideranças e ex-presidentes defendem reeleição do Bruno Baptista à presidência da OAB/PE

Diretoria Antimáfia Italiana e Polícia Federal em Pernambuco prendem Italiano apontado como líder de rede de traficantes internacionais de drogas. O estrangeiro morava em Aldeia, na cidade pernambucana de Camaragibe

Priscila Krause afirma que João Campos manteve equipe administrativa da Secretaria de Saúde, alvo de sete operações da PF: “de fato ele confia na equipe”