Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2019

Incômodo de políticos influentes com investigações estariam por trás de perseguições a Delegada Patrícia Domingos, suspeita presidente da ADEPPE

Imagem
Passado apenas um dia da publicação da Portaria de instauração, pela Corregedoria da Secretaria de Defesa Social do Governo de Pernambuco, de um Procedimento Administrativo Disciplinar contra a ex-titular da Delegacia dos Crimes contra a Administração e Serviços Públicos (Decasp), Patrícia Domingos, a Associação dos Delegados de Polícia de Pernambuco, juntamente com a delegada e sua defesa, convocaram coletiva de imprensa pra falar sobre o caso.
De acordo com a Portaria de instauração do PAD e nota divulgada pela SDS, a delegada Patrícia Domingos, que se notabilizou por comandar 15 operações de combate à corrupção no Estado, contrariando, assim, interesses de políticos poderosos, estaria respondendo a procedimento disciplinar por não ter comunicado aos superiores hierárquicos supostas irregularidades verificadas em relatório do Ministério Público, no exercício do controle externo, e que teriam ocorrido da extinta Decasp. A Portaria, entretanto, nada dispõe sobre eventuais procedimentos…

Blogueiro de Bolsonaro insinua que Rodrigo Maia estaria por trás das ações dos hackers de Araraquara

Imagem
O blogueiro bolsonarista Allan dos Santos, do Blog Terça Livre, postou em seu Twitter insinuações de que o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, estaria por trás das invasões hackers às contas de mais de mil autoridades no Telegram. O blogueiro é conhecido por propagar fake news contra aqueles que se antagonizam com o clã Bolsonaro. Recentemente, Allan dos Santos inventou que Glenn Greenwald teria sofrido um enfarto por consumo de cocaína e estaria internado. 
Leiam a postagem do Terça Livre contra Maia, a quem chama d3 NHONHO, numa referência ao personagem da série mexicana Chaves: 
“O hacker NÃO INVADIU o celular do Nhônho (aka Rodrigo Maia). Ele, Nhônho, sai em defesa de Glenn Greenwald e o hacker era do DEM. Interessante, né?!”.

Executivos do grupo Petrópolis são presos pela lavagem de R$ 329 milhões entre 2006 e 2014. MPF e PF no Ceará investigam uso do BNB para pagamento de propina na obra da Itaipava em Pernambuco e na Bahia

Imagem
A 62ª fase da operação Lava Jato, deflagrada nesta quarta-feira (31/7), apura o envolvimento de executivos do grupo Petrópolis na lavagem de dinheiro desviado de contratos públicos, especialmente da Petrobras, pela Odebrecht. Foram expedidos pela Justiça Federal de Curitiba um mandado de prisão preventiva contra Walter Faria, controlador do grupo Petrópolis, e cinco mandados de prisão temporária contra executivos envolvidos na operacionalização ilícita de valores. Além disso, 33 mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos em empresas do grupo e residências, localizadas nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.
As investigações revelaram que Faria, em conjunto com outros cinco executivos do grupo Petrópolis, atuou em larga escala na lavagem de centenas de milhões de reais em contas fora do Brasil e desempenhou substancial papel como grande operador de propina.


Leia também: https://www.blogdanoeliabrito.com/2017/03/delator-da-odebr…

Operação Endosso: Fábrica da PITU é alvo de operação contra sonegacao de mais de R$ 120 milhões

Imagem
Do G1 PE
Um esquema que sonegou ao menos R$ 122 milhões em impostos é alvo da Operação Endosso, desencadeada nesta terça-feira (30) pelo Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Draco). Segundo a delegada Polyanne Farias, o esquema contava com utilização de notas fiscais fictícias e empresas de fachada.
Até as 11h, seis dos dez mandados de prisão haviam sido cumpridos. A ação apura crimes contra a ordem tributária e de falsidade ideológica. Um dos locais onde foram cumpridos mandados de busca, pela manhã, foi a fábrica da Pitú, em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata de Pernambuco. A empresa nega ter cometido crimes.
"Em 2017, já se totalizou R$ 122 milhões movimentados em desvios, em sonegação, por essas empresas laranjas. Nós temos empresas que não existem, mas que figuram formalmente em transações buscando dar legalidade a atos que, na verdade, são ilegais, como, por exemplo, as negociações envolvendo notas fiscais fictícias", disse a delegada.
Cinc…

Folha: Bolsonaro ataca pai do presidente da OAB, assassinado pela ditadura militar

Imagem
A Folha de São Paulo e revela que Bolsonaro, ao reclamar sobre a atuação da OAB na investigação do caso de Adélio Bispo, autor do atentado à faca do qual foi alvo, disse que poderia explicar ao presidente do órgão, Felipe Santa Cruz, como o pai dele desapareceu durante a ditadura militar.

"Por que a OAB impediu que a Polícia Federal entrasse no telefone de um dos caríssimos advogados? Qual a intenção da OAB? Quem é essa OAB? Um dia, se o presidente da OAB quiser saber como é que o pai dele desapareceu no período militar, conto pra ele. Ele não vai querer ouvir a verdade. Conto pra ele. Não é minha versão. É que a minha vivência me fez chegar nas conclusões naquele momento. O pai dele integrou a Ação Popular, o grupo mais sanguinário e violento da guerrilha lá de Pernambuco e veio desaparecer no Rio de Janeiro", disse o presidente.

Felipe é filho de Fernando Augusto Santa Cruz de Oliveira, desaparecido em fevereiro de 1974, depois de ter sido preso junto de um amigo chamado Ed…

Gaecos e Polícias Civis de PE e do MS capturam mandante da morte do promotor Thiago Faria

Imagem
Uma ação do Gaeco do Mato Grosso do Sul, com apoio operacional das Polícias Civis de Pernambuco e do Mato Grosso do Sul, resultou na prisão, na manhã desta segunda-feira (29), de José Maria Pedro Rosendo Barbosa, condenado a 50 anos de prisão pela morte do promotor de Justiça de Itaíba, Thiago Faria Soares, e pelas tentativas de homicídio contra a então noiva do promotor, Mysheva Martins, e o tio dela, Adautivo Martins.

De acordo com o Gaeco do MPPE, José Maria Rosendo foi localizado na cidade de Corumbá, no Mato Grosso do Sul. As informações levantadas pelos órgãos de inteligência dão conta de que ele se escondeu em áreas rurais na região da fronteira entre o Brasil e a Bolívia, tendo inclusive se ocultado no país vizinho.

Após a captura do foragido, ele será remetido em breve a Pernambuco, a fim de cumprir a pena de 50 anos de prisão a que foi condenado após ser julgado, em outubro de 2016, no Tribunal do Júri da 36ª Vara da Justiça Federal em Pernambuco.

“Vamos requerer a transfer…

Mandante do assassinato do Promotor de Itaiba, Thiago Faria, que estava foragido, é preso no Mato Grosso

Imagem
José Maria Pedro Rosendo Barbosa, condenado por ser o mandante do assassinato do promotor de Itaíba Thiago Faria Soares, crime que chocou Pernambuco, acaba de ser preso no Mato Grosso. Ele eatava foragido desde fevereiro deste ano, depois de se evadir da prisão numa operação que resultou no assassinato de um sargento da Policia Militar.




Folha: Moro quebrou sigilo e usa operação para chantagear o mundo político e jurídico, avaliam Ministros do STF e parlamentares

Imagem
O envolvimento do ministro da Justiça, Sergio Moro, nos desdobramentos da Operação Spoofing, que prendeu quatro supostos hackers nesta semana, reacendeu a pressão de alas do STF (Supremo Tribunal Federal) e do Congresso para que os dois Poderes deem resposta à atuação do ex-juiz da Lava Jato, de acordo com matéria publicada hoje pela Folha de São Paulo e assinada por Thais Arbex
A avaliação de ministros da corte e de parlamentares da cúpula da Câmara e do Senado é a de que Moro extrapolou os limites de sua competência como ministro de Estado ao indicar que teve acesso a dados de uma investigação sigilosa da Polícia Federal.
A suposta quebra do sigilo do inquérito e o possível abuso de autoridade de Moro tornaram-se eixos de um processo de desestabilização.
Em conversas reservadas, políticos e magistrados dizem que a permanência do ministro no governo de Jair Bolsonaro(PSL) ficou insustentável e defendem que ele se afaste do cargo até a conclusão das investigações.
"Moro está confundi…

Vaza Jato: Deltan e colegas comemoraram convite pago para encontro secreto com banqueiros estrangeiros: "vou ficar rico"

Imagem
Em mais uma rodada de vazamentos das mensagens hackeadas do Telegram dos procuradores da Lava Jato, o Intercept e Reynaldo Azevedo revelaram que sob o comando de Dallagnol, procuradores da Lava Jato comemoraram convite da XP Investimentos para conversas secretas com banqueiros e investidores estrangeiros. Em um dos diálogos divulgados fica claro que os encontros teriam sido remunerados a título de palestras.

Um dos procuradores teria, inclusive, afirmado que ficaria rico com as palestras para banqueiros.

Leia a matéria completa em em https://theintercept.com/2019/07/26/deltan-encontro-secreto-bancos-xp/

Leia a íntegra do depoimento do hacker Walter Delgatti, o Vermelho, à Polícia Federal

Imagem
TERMO DE DECLARAÇÕES DE WALTER DELGATTI NETO:
AO(S) 23 DIA(S) DO MÊS DE JULHO DE 2019, NESTE(A) POLÍCIA FEDERAL - SEDE, EM BRASÍLIA/DF, ONDE SE ENCONTRAVA LUIS FLAVIO ZAMPRONHA DE OLIVEIRA, DELEGADO DE POLÍCIA FEDERAL, MATR. 8220, COMPARECEU WALTER DELGATTI NETO, SEXO MASCULINO, FILHO(A) DE (XXX), NASCIDO(A) AOS 23/03/1989, NATURAL DE ARARAQUARA/SP, CPF (XXX), RESIDENTE À (XXX), RIBEIRÃO PRETO/SP, ACOMPANHADO DO DEFENSOR PÚBLICO JORGE MEDEIROS DE LIMA, MATR. 0519/DPU.
INQUIRIDO(A) A RESPEITO DOS FATOS, RESPONDEU: QUE EM MARÇO DE 2019 FEZ UMA LIGAÇÃO PARA SEU PRÓPRIO NÚMERO DE TELEFONE E PERCEBEU QUE TEVE ACESSO AO CORREIO DE VOZ; QUE SEMPRE UTILIZOU OS SERVIÇOS DE VOIP (VOZ SOBRE IP) TENDO EM VISTA SER UM SERVIÇO BEM MAIS BARATO PARA EFETUAR LIGAÇÕES TELEFÔNICAS; QUE APÓS TER PESQUISADO NA INTERNET CONTRATOU O SERVIÇO DA EMPRESA BRVOZ POR APRESENTAR OS PREÇOS MAIS BAIXOS; QUE PRECISAVA ENTRAR EM CONTATO COM O SEU MÉDICO E FEZ A EDIÇÃO DO NÚMERO CHAMADOR, DENTRO DO SISTEMA DA EMPRESA …

Bergamo: OAB diz que Moro 'banca o chefe de quadrilha' em caso de hackers

Imagem
A colunista Monica Bergamo, da Folha, conta que o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, diz que o ministro da Justiça, Sergio Moro, "usa o cargo, aniquila a independência da Polícia Federal e ainda banca o chefe de quadrilha ao dizer que sabe das conversasde autoridades que não são investigadas".
Na quinta (25), a Folha revelou que Moro telefonou para autoridades que teriam sido alvo dos hackers presos na quarta (24). E avisou que as mensagens das pessoas seriam destruídas em nome da privacidade.
Ele conversou com o presidente Jair Bolsonaro, com o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli, com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre.
A informação gerou forte reação: em primeiro lugar, Moro não poderia receber informações sobre o inquérito, que é sigiloso. Em segundo lugar, só o Judiciário, que supervisiona as investigações, pode decidir o que fazer com as provas coletadas na busca e apreensão feita na casa dos hackers.
O site The …

Veja: Suposto hacker é ex-Uber e bolsonarista fervoroso

Imagem
Um dos alvos da Operação Spoofing, o motorista de aplicativo Danilo Cristiano Marques, de 33 anos, era conhecido por familiares e amigos por ser bolsonarista fervoroso. Por isso, estranharam quando o viram envolvido com um grupo de supostos hackers que invadiram o Telegram de diversas autoridades, entre elas o próprio presidente Jair Bolsonaro e os ministros Sergio Moro e Paulo Guedes, diz matéria da Veja.

Segundo pessoas próximas, Marques não tem nenhuma ligação com os ataques hackers e foi pego por ser um “laranja” da dupla Walter Delgatti Neto, 30, e Gustavo Henrique Elias Santos, 28, considerado pelos investigadores os principais suspeitos do esquema. Ele teria se aproximado dos dois há cerca de quinze anos durante jornadas de Counter Strike (jogo de tiro online) em lan houses de Araraquara, no interior de São Paulo.

A principal prova contra Marques, segundo a Veja, é o IP de um dispositivo cadastrado no seu nome, de onde teriam partido ataques hacker. A defensora pública Manoela Ma…

Vera Magalhães: Maia desmente Moro e afirma que nunca utilizou Telegram

Imagem
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), contou ã Colunista Vera Magalhães, do BR18, que nunca usou o aplicativo Telegram. Maia chamou de "incoerência" e "erro" por parte dos responsáveis pelas investigações da Operação Spoofing, a divulgação de que ele estaria entre os hackeados. “Num dia eles prendem acusados de hackear as pessoas, e no dia seguinte vazam os nomes de todo mundo que foi vítima. Isso está errado”, disse ele ao BR18.

Segundo Magalhães, Maia teria lhe dito que não usa Telegram. Portanto, não teve o aplicativo acessado nem conversas extraídas. Para ele, a PF deveria zelar pelo sigilo das investigações, uma vez que essa é uma das questões centrais da crise aberta com as revelações do The Intercept Brasil.

Sites como o Antagonista, ligados à Lava Jato, têm divulgado que Sérgio Moro estaria ligando para avisar supostas vítimas dos hackers, dentre eles, Rodrigo Maia, Raquel Dodge e ministros do STF e STJ.



Hacker do DEM obteve os números dos celulares de autoridades após hackear promotor de Araraquara

Imagem
Segundo o Estadão, a primeira vítima de Walter Delgatti Neto, o ‘Vermelho’, preso na terça-feira, 23, suspeito de invadir celulares de autoridades foi um promotor de Araraquara Marcel Zanin Bombardi, que o havia denunciado por tráfico de drogas. ‘Vermelho’, segundo pessoas que tiveram acesso ao seu depoimento, disse que, a partir dos contatos do aparelho do promotor, teve acesso a outros números de autoridades.

Folha: Preso diz à PF que hackeou mensagens da Lava Jato e as entregou de forma anônima e gratuita ao Intercept

Imagem
Matéria assinada por Rubens Valente e Camila Mattoso, para a Folha de São Paulo revela o hacker do DEM, Walter Delgatti Neto, preso na terça-feira (23) sob suspeita de atuar como hacker, contou à PF que seria a fonte do material publicado pelo site The Intercept Brasil com conversas de autoridades da Lava Jato.

Em depoimento, Delgatti, um dos quatro presos na operação de terça, disse que encaminhou as mensagens ao jornalista Glenn Greenwald, fundador do site, de forma anônima, voluntária e sem cobrança financeira, afirma a reportagem.

Os contatos com Greenwald foram, segundo o preso, virtuais, somente pelo aplicativo de conversas Telegram, e ocorreram depois que os ataques aos celulares das autoridades já tinham sido efetuados.

A polícia agora trabalha para confirmar se as informações dadas por Delgatti, de que agiu de forma voluntária e sem pedir dinheiro em troca, são verdadeiras.

Não há até agora indício de que tenha havido pagamento pelo material divulgado, segundo investigadores ouvi…

Recife sedia o 10º Congresso Estadual de Profissionais de Pernambuco 

Imagem
Acontecerá na cidade do Recife, nos dias 26 e 27 de julho, o 10º Congresso Estadual de Profissionais de Pernambuco (CEP PE), do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), que será realizado na Faculdade Nova Roma, Estrada do Bongi, 425 – Afogados.

Com objetivo de obter a participação dos profissionais do Estado e o máximo de propostas possíveis, o Crea-PE realizou 10 Encontros Regionais no Interior do Estado, sendo o último na cidade de Caruaru em 09 de julho. Os encontros, que têm como eixo central “Estratégias da Engenharia e da Agronomia para o Desenvolvimento Nacional”, buscam o debate de sugestões para mudanças nos normativos do Sistema Confea/Crea/Mútua com vistas no desenvolvimento regional e nacional, a partir de cinco eixos temáticos: inovações tecnológicas, recursos naturais, infraestrutura, atuação profissional e atuação das empresas de Engenharia. Neles, também são, após sistematização das propostas, eleitos os delegados regionais de cada municí…

"Grampinho", cujo avô usava a Polícia para grampear ilegalmente desafetos, diz que DEM vai expulsar estelionatário preso em Operação contra Hackers que roubaram mensagens de Moro e outras mil autoridades

Imagem
O prefeito de Salvador Antônio Carlos Magalhães Neto, que preside o Democratas, divulgou nota em que afirma que seu Partido vai expulsar o correligionário que ficou conhecido como "hacker de Araraquara", após este ser preso sob a suspeita de liderar uma organização criminosa especializada em crimes financeiros cibernéticos e invasão de contas de autoridades em aplicativos de mensagens.
"Grampinho", como é conhecido o presidente do DEM, por ser neto e herdeiro político do ex-senador e ex-governador da Bahia, Antônio Carlos Magalhães, o ACM, que mandava grampear ilegalmente desafetos políticos, lamenta que seu Partido esteja sendo crucificado em razão de atitudes de um dos seus milhares de filiados. Entretanto, o fato é que o hacker do DEM, conhecido por "Vermelho", é filiado há 12 anos ao Partido de ACM Neto, período durante o qual foi processado e condenado por falsidade ideológica e responde a processos por crimes como estelionato, além de postar fotos…

ANÁLISE: Para criminalista, Glenn Greenwald faz a polícia federal trabalhar em seu favor.

Imagem
OPINIÃO

Por Jethro Silva Júnior, advogado criminalista 
Glenn Greenwald faz a polícia federal trabalhar em seu favor. Com suas divulgações sendo postas em dúvida pelos envolvidos, ação da PF contra "hackers" servirá para comprovar (ou não) a veracidade das mensagens vazadas. 
Era evidente que a publicação a conta-gotas destinava-se a provocar a ação da polícia, que foi buscar as mensagens “na fonte”.  Agora, não só as mensagens furtadas de Moro e/ou Dallagnol, mas as de aproximadamente 1.000 autoridades, presidente, ministros, magistrados, políticos e jornalistas serão levadas ao bojo do inquérito policial (e do respectivo processo penal), a qual terão acesso todos os réus, seus advogados, serventuários da justiça, magistrado e procuradores que funcionarem no feito. 
Vocês acham mesmo que todo esse material ficará em “segredo de justiça” ? Tudo virá à tona, cancelado pela PF.
"Verdevaldo", como vocês o chamam, deve estar “morrendo de rir”. De minha parte, "quem for…

DJ bolsonarista preso pela PF na Spoofing teria dito que o suposto hacker filiado ao DEM queria vender memsagens de Moro ao PT

Imagem
O advogado do DJ de Araraquara, preso pela Polícia Federal por integrar uma organização criminosa especializada em fraudes bancárias pela internet que teria hackeado contas do Telegram de autoridades como Sérgio Moro, afirmou à imprensa que seu cliente teria dito que o chefe da Orcrim, o estudante de Direito conhecido como Vermelho, pretendia vender as mensagens baixadas das contas do Telegram de Moro ao PT.

O DJ era frequentador das passeatas de Bolsonaro e chegou a filmá-las com um drone. Já o estelionatário Vermelho é filiado ao DEM desde 2007 e costumava frequentar clubes de tiro e postar fotos apontando armas em Redes Sociais.

Spoofing: Hackeador de Moro é estelionatário filiado ao DEM e postava fotos apontando revólver e portando carteira de Delegado

Imagem
Circula nas Redes Sociais, uma foto do suposto hacker apontado pela Policia Federal como líder da organização criminosa que teria invadido as contas do Telegram de cerca de mil autoridades dos 3 Poderes e de jornalistas apontando uma arma aparentemente carregada e portando uma carteira de Delegado da Polícia Civil.

Mais cedo, o Estadão revelou que o suspeito, que é conhecido como Vermelho, seria filiado ao DEM desde 2007.


Durante coletiva de imprensa há pouco, a PF revelou que durante as buscas foram localizados equipamentos e aplicativos nestes instalados onde constavam atalhos para pelo menos mil números de telefones possivelmente alvos de hackeamento. Esses números seriam de autoridades e de jornalistas. Além de Sergio Moro, a PF confirmou apenas o nome de Paulo Guedes dentre aqueles com atalhos para invasão.

Além disso, a PF afirmou que os investigados teriam historico da prática de crimes financeiros cibernéticos envolvendo fraudes com cartões de crédito e de débito, o que justi…

Cerca de 1000 autoridades e jornalistas teriam sido alvos dos supostos hackers presos pela PF ontem. Um dos presos teria confessado os crimes

Imagem
Apesar de ter como foco a invasão do celular de Sergio Moro, as buscas autorizadas pela Justiça e as prisões dos suspeitos teriam levado os investigadores da PF a encontrarem provas de que os quatro presos ontem, dentre eles um estudante de Direito filiado ao DEM e um DJ que frequentava passeatas de Bolsonaro, participaram das invasões às contas no Telegram de cerca de mil autoridades dos três Poderes e de jornalistas.
A PF prendeu em Araraquara Walter Delgatti Neto, que já responde a processos por estelionato. Segundo informações da Justiça Eleitoral, ele é filiado ao DEM desde 2007. Conhecido como Vermelho, Delgatti teria confessado as invasões a cerca de mil contas do telegram.

O mandado de buscas, porém, faz  menção apenas a invasões à conta de Sergio Moro e do desembargador federal Abel Gomes, do Tribunal Regional Federal da 2.ª Região, no Rio, ao juiz Flávio Lucas, da 18.ª Vara Federal do Rio e aos delegados da PF Rafael Fernandes, em São Paulo, e Flávio Vieitez Reis, em Campinas…

Antagonista: suposto hacker filiado ao DEM teria comfessado invasões aos celulares de Moro e Deltran

Imagem
O site O ANTAGONISTA divulgou há pouco qur Walter Delgatti Neto, considerado o líder do grupo preso ontem, teria confirmado à Polícia Federal ter sido responsável pela invasão dos celulares de Sergio Moro, Deltan Dallagnol e outras centenas de autoridades dos três poderes. Delgatti, conhecido como Vermelho e que segundo o Estadão e a Folha é filiado ao DEM desde 2007, além de ser amante de armas e frequentar clubes de tiros, tendo vasta ficha criminal, estaria colaborando com as investigações. De acordo com o Antagonista, Vermelho teria permitido que a PF tivesse acesso a todos os seus arquivos armazenados em nuvem e confirmado aos investigadores que o material divulgado pelo Intercept é fruto do ataque cibernético. Segundo Delgatti, houve casos apenas de invasões a celulares, outros de roubo de dados e ainda de sequestro da linha para simular conversas com terceiros.

Supostos Hackers presos ontem não eram investigados por mensagens vazadas pelo Intercept, revela decisão que decretou suas prisões.

Imagem
A decisão do Juiz Federal da 10. Vara Federal Criminal do Distrito Federal que determinou a prisão dos supostos hackers que teriam invadido o celular do mimistro Sergio Moro e os de outras autoridades revela que o inquérito que deu ensejo à Operação não investiga a invasão e o vazamento de mensagens trocadas por Sergio Moro, quando ainda era juiz e demais integrantes da Lava Jato, a exemplo do procurador Deltan Dallagnol.
Apesar de Sergio Moro e outros bolsonaristas terem comemorado, pelo Twitter, a prisão dos supostos hackers, atribuindo a estes os vazamentos das mensagens comprometedoras trazidas a público pelo Intetcept, a verdade é que a leitura da íntegra da decisão, a que o Blog teve acesso, não traz qualquer referência a qualquer vínculo entre os crimes atribuídos aos supostos hackers e as mensagens vazadas pelo Intercept.
De acordo com a decisão, a investigação teria como foco a invasão ao celular de Sergio Moro e de dois delegados da Policia Federal, bem como de um desembarg…